logo-abraciclo

Abraciclo: medidas da CEF vão estimular vendas

A ABRACICLO – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares acredita que o anúncio feito pela Caixa Econômica Federal (CEF) nesta quarta-feira (3 de outubro), envolvendo nova linha de crédito para o consumidor de motocicletas, vai estimular as vendas no segmento.

Para a entidade, as medidas podem motivar outras instituições financeiras a também oferecerem planos de financiamento que atendam às atuais necessidades dos consumidores e contribuam para a retomada dos negócios com motocicletas.

Válida desde hoje, a linha de crédito anunciada, denominada “Melhor de Moto Nova”, está disponível para aquisição de veículos novos a partir de 100 cm3 e permite o financiamento de até 100% do valor do bem – ou seja, possibilita a aquisição sem entrada. Entre as principais condições, oferece tarifa reduzida para abertura de crédito, parcelamento em até 36 meses e taxa de juros de 2,10% ao mês.

Para a ABRACICLO, a nova opção de crédito deve auxiliar a retomada da recuperação do segmento de motocicletas, pois cerca de 85% das vendas são destinadas às classes C, D e E, que necessitam de parcelamento para aquisição do veículo.

Cabe aqui um alerta aos possíveis interessados em se valer desse financiamento para adquirir sua nova motocicleta que, enquanto o mercado automobilístico oferece taxas de 0,99%  para veículos zero km, a taxa de 2,10% oferecida por um banco estatal, que em teoria deveria honrar o compromisso com suas obrigações sociais, é uma extorsão, que cai como uma bomba no mirrado bolso do brasileiro. Mas infelizmente o povo brasileiro está tão acostumado a esses desmandos financeiros que só vai olhar se o valor da parcela “cabe no bolso”.