Alteração de características:Escapamento ?, Abastecimento da moto no posto SHELL, Que moto comprar?

Alteração de características:Escapamento ?, Abastecimento da moto no posto SHELL, Que moto comprar?

Alteração de características:Escapamento ?, Abastecimento da moto no posto SHELL, Que moto comprar?

Andre lendo a coluna -carta dos leitores- muitos são os comentarios sobre apreensão de motos utilizando escapamentos outros que não os originais, pois bem aqui em Curitiba – Pr as apreensões ocorrem com muita frequencia e as notificações são lavradas alegando o artigo 230 parágrafo XI e o artigo 3º do CTB muitas lavradas com o veiculo em movimento e o condutor nao identificado.Pois bem muitos colegas recorreram seguindo ate mesmo as suas orientações e os recursos foram indeferidos na JARI, mesmo alegando que não houve aferição do nivel de ruido,que o veiculo não foi parado etc e tal.A JARI alega que NÃO SE TRATA DE AFERIÇÃO E NIVEL DE RUIDO E SIM DE ALTERAÇÃO DE CARACTERISTICA DO VEICULO,entao lhe pergunto o que é alteração de caracteristica e o que não é? mais uma vez abraço e este ano o motonline meeting esperamos não seja no dona siroba hahaha
abraço Rui (32), Curitiba – PR

André, o problema com a apreensão de motos com escape esportivo não é em face do ruído, mas “alteração” das características originais… Outra coisa:e o novo projeto de lei (passou pela CCJ) determinando a colocação do número da placa da moto no capacete? Será que pensam que bandido (que já está ilegalmente armado, em veículo roubado, cheio de antecedentes criminais)vai se preocupar com um detalhe desses? Ao comprar um capacete, além da qualidade, levamos em conta também o design, a cor, os grafismos, gastamos um bom dinheiro para depois colar os anacrônicos selinhos reflexivos e do INMETRO, e agora mais essa? Que capacidade que estes políticos têm… José Giordano (42) Barbacena – MG

Alteração de características:Escapamento ?, Abastecimento da moto no posto SHELL, Que moto comprar?R: Rui e José pela Resolução 25/98 a alteração de escapamento não configura alteração de características do veículo. Portanto, no caso de escapamento a autoridade de trânsito só pode autuar o motociclista pelo ruído e ou emissão de poluentes. Portanto, o remédio chama-se Mandado de Segurança.

Olá, senhores… Nunca escrevi aqui, mas não custa dizer que acesso diariamente, e sempre aprendo com o Motonline. Mas hoje escrevo pela 1a vez para fazer um desabafo e pedir a união (mais uma vez) dos motociclistas. Todos os postos Shell pedem, de um tempo pra cá, que os motociclistas desçam da moto para abastecer. Nem preciso dizer o quanto isso é desagradável, preconceituoso (já que não pedem para os motoristas de carros pra fazerem o mesmo) e discriminatório. Ao escrever para A Shell, recebi uma resposta cínica, dizendo que é para a nossa segurança. Mas frentistas já me disseram que é por causa de supostos assaltos com motoqueiros que isso acontece. Viramos todos bandidos, portanto. Eu abastecia sempre num Shell em minha cidade, deixei de fazê-lo assim que começou essa palhaçada e passei a abastecer num posto Texaco. A Shell comprou esse posto, mudou apenas a fachada, e agora, começou a pedir o mesmo absurdo dos motociclistas. Já estou abastecendo em outro posto novamente, e pretendo fazer isso até que a Shell revogue essa ideia infeliz. Cópia desse texto será enviada novamente à Shell do Brasil. Peço que divulgue no site para que todos possam ler e que ninguém mais abasteça em postos Shell se lhes for pedido para descer da moto. Grande abraço a todos e parabéns pelo site! Nenê (39) Campinhas – SP

R: Nenê do ponto de vista segurança está correto. O motociclista deve descer da motocicleta. Explico: o motor está quente e uma gota de gasolina se cair no motor, pode pegar fogo e o motociclista estando sobre a moto, se queima junto. Se é discriminatório ou não, o que importa é que pela sua segurança, desça da moto.

Por favor, gostaria de um conselho. Quando mais novo, fui motociclista de carteirinha; com o surgimento dos filhos tive que sair das duas rodas. Hoje, devido ao trabalho, estou necessitando voltar as motos para que eu possa me locomover com rapidez pelo trânsito do RJ, ainda não tão caótico como o de Sampa. Todavia, tenho dúvidas: que moto comprar para essa finalidade? Na minha época tínhamos pouca opções de escolha; hoje existem vários motos que não conheço, e toda hora surje um modelo novo, por isso minha dificuldade na escolha. Esclareço que tenho 1.81 altura e 81 kilos e não gostaria de uma moto que ficasse como um velocípede entre minhas pernas. Por outro lado, por causa da onda de assaltos que assola os motociclistas do RJ, não gostaria de nada muito caro, talvez algo em torno de R$ 10mil (se for roubado, não perco muito). Meu sonho era ter uma dessas motos que chama a atenção pelas ruas, mas as coisas estão feias (segurança, dinheiro, furto, roubo) e a família não deixa (com razão). Enfim, podem me indicar alguma moto? Desde já, agradeço e informo que adorei as informações contidas no site de vocês. Abraços deste saudosista. Edilan (48) Rio de Janeiro – RJ

R: Edilan não indicamos produto, por ser algo muito pessoal. Mas dado suas dimensões – 1,81 de altura, dê uma olha numa Trail. Hoje as motos que representam esse estilo são Yamaha XTZ 250 X, Yamaha Xtz Lander 250, Honda XRE, Honda Bros 150, Yamaha Xtz 125 e xtz 125 X, com preços de 9 mil a 14 mil reais. Mas, pense nos equipamentos de segurança e coloque no seguro, o Banco do Brasil tem praticado um preço honesto.