Carlos Campano deu show no Arena Cross de Indaiatuba

Arena Cross: Confira os resultados da etapa de Indaiatuba

Arquibancadas cheias, corridas com direito a dobradinha, estrangeiros no pódio e disputas emocionantes, fizeram da 3ª etapa do Arena Cross, realizada neste sábado (27), em Indaiatuba (SP), uma das mais eletrizantes da temporada. Confira como foram as disputas:

Carlos Campano deu show no Arena Cross de Indaiatuba

Carlos Campano deu show no Arena Cross de Indaiatuba

50cc e 65cc
Novos nomes lideram as provas das duas categorias mirins do campeonato. Na 50cc, Gabriel Andrigo #10 venceu a prova. Carlos Pereira “Dadalzinho” #1, até então ponteiro da categoria, chegou em 2º e Rafael Araújo #99 completou o pódio. Andrigo passa a ser o novo líder, com 57 pontos. Na cola, vem em 2º Dadalzinho com 54 pontos e Rafael Araújo em 3º com 45 pontos.

65cc
A noite foi do catarinense Thiago Brenner #24. Ele e Leonardo Nunes #15 brigaram pela ponta, mas Brenner conseguiu defender a posição até a bandeira quadriculada. Bruno Zamana #90 chegou ao seu primeiro pódio em 3ª lugar. Arthur Todeschini, líder da categoria, caiu durante a prova e chegou somente em 9º. Brenner passa a liderar também o campeonato com 50 pontos, seguido de Todeschini que cai para a 2ª classificação com 47 pontos e Renato Paz, com 45 pontos em 3º.

Júnior
Enzo Lopes #92 larga na frente, mas quando pega as costelas comete um erro que compromete sua liderança, dando oportunidade para Leonardo de Souza #45 assumir a ponta. Gustavo Pessoa #117, que liderou no classificatório, também chega com força e assume a 2ª posição. O líder do campeonato Fábio dos Santos #87 não largou muito bem, na 5ª posição, e tentou fazer uma prova de recuperação. Enzo chegou a se recuperar e voltou a brigar pela liderança. Gustavo Pessoa se enroscou em outro piloto e acabou perdendo posições, terminando em 11º. Leonardo Souza defendeu a ponta até a bandeirada final, subindo no lugar mais alto do pódio. Enzo Lopes ficou em 2º e Fábio dos Santos, líder da categoria, em 3º lugar. O campeonato parte para penúltima etapa com Fábio dos Santos permanecendo na liderança agora com 52 pontos, Leonardo de Souza sobe para vice com 44 pontos e Ricardo Jurça cai para 3º, com 39 pontos.

MX2
Endrews Armstrong #12 faz o holeshot, mas logo o catarinense Anderson Cidade #20 assume a liderança da categoria. Hector Assunção #30 e Gabriel Gentil #6 vinham no primeiro pelotão, mas acabaram se enroscando e caindo posições. O americano Sean Lipanovich #505, vice no campeonato, não foi bem no classificatório à tarde e repetiu o resultado na prova, não largando bem. O estreante Hugo Basaúla #747, que liderou o classificatório, foi novamente destaque na pista, brigando pela ponta. Cidade e o português duelaram em pegas emocionantes que fizeram o público vibrar. Faltando poucos minutos para o fim da prova, Cidade, que vinha como ponteiro, sofreu um toque do português e acabou indo para o chão, caindo para a 6ª posição e deixando o caminho livre para o estreante vencer a corrida. O vice da categoria, Rafael Faria #116, chegou na 2ª colocação e Thales Vilarde #27 em 3º, seu primeiro pódio da temporada. Hector Assunção conseguiu se recuperar terminando na 4ª posição.

MX Pró
Na categoria principal do campeonato, dobradinha do espanhol Carlos Campano #115 e brigas acirradas marcaram as duas corridas da MX Pró. Na primeira bateria da noite, Jean Ramos #998 começou bem fazendo o holeshot, seguido do pelotão formado por Campano, Adam Chatfield #407, Humberto Martin #101, Leandro Silva #14 e Wellington Garcia #21.

Vindo em ritmo forte em busca da ponta, o espanhol e Jean Ramos brigaram lado a lado. Campano conseguiu induzir o curitibano a um erro e tomou dele a liderança. Desconcentrado, Ramos caiu para a 4ª posição, deixando passar também o venezuelano Martin e Chatfield. A briga entre os estrangeiros foi intensa e Campano e Martin brigaram pela ponta e trocaram posições até o espanhol conseguir se defender e tomar distância do adversário. Nas últimas voltas, Jean Ramos ressurgiu brigando na 2ª posição e a manteve até a bandeirada final. A corrida terminou com Campano em 1º, Jean Ramos em 2º e Humberto Martin na 3ª posição.

Na decisiva da noite, Campano disparou na frente, com Chatfield, Martin e Jean Ramos logo atrás. Uma confusão na primeira curva tirou Rafael Zenni #931 e Wellington Garcia da corrida. A disputa entre o espanhol campeão mundial e o inglês líder do campeonato e foi acirrada com direito a ultrapassagens e pegas com muita adrenalina até os últimos minutos. Campano recebeu primeiro a bandeirada final, fazendo dobradinha do 1º lugar em Indaiatuba. Chatfield terminou em 2º e Humberto Martin novamente na 3ª posição no pódio. Na soma das baterias, Campano acumulou 40 pontos e o 2ª e 3º colocados, Chatfield e Martin, respectivamente, 30 pontos cada um.

O campeonato da MX Pró ficou agora mais acirrado com somente 8 pontos separando o líder, que continua a ser o inglês Adam Chatfield com 102 pontos, e o 2º colocado, que passa a ser Carlos Campano com 94 pontos. O curitibano Jean Ramos é o 3º, com 91 pontos.

As cinco categorias do Arena Cross seguem agora para sua 4ª etapa e semi-final da temporada, que acontece na cidade satélite de Sobradinho, em Brasília (DF), no dia 10 de novembro.