BMW Group Brasil apresenta BMW Jazz Festival

BMW Group Brasil apresenta BMW Jazz Festival

BMW Group Brasil apresenta BMW Jazz Festival

A marca alemã traz de volta ao circuito cultural brasileiro artistas internacionais do jazz

De 10 a 12 de junho, a cidade de São Paulo recebe a primeira edição do inédito BMW JAZZ FESTIVAL, no Auditório Ibirapuera. A realização do festival era um sonho antigo da filial brasileira da montadora alemã, frequentemente envolvida mundo afora em eventos ligados a arte, música, moda, arquitetura e design.

Para este grande festival, que entra para o calendário cultural do Brasil a partir deste ano, o BMW Group Brasil chamou a Monique Gardenberg, da Dueto Produções, responsável pela concepção dos extintos Free Jazz e Tim Festival, o jornalista Zuza Homem de Mello, o músico e produtor musical Zé Nogueira e o produtor musical Pedrinho Albuquerque.

“Acreditamos que o gênero musical do jazz possui enorme sinergia e diversos atributos em comum com a marca BMW, como a classe, a elegância, a sofisticação, a estética e a orientação cultural”, explica Henning Dornbusch, diretor presidente do BMW Group Brasil. “A ideia é resgatar a cultura do jazz, contribuindo para o fortalecimento do gênero no país”.

Ao todo dez atrações irão se revezar no Auditório do Ibirapuera apresentando o melhor do jazz clássico e atual. Entre as atrações estão: os saxofonistas Wayne Shorter, Joshua Redman, e Billy Harper, a cantora Sharon Jones, mais nova diva da black music americana, o compositor e baixista norte-americano Marcus Miller, a Orkestra Rumpilezz, principal representante da música brasileira no line-up do festival, que mistura jazz e ritmos afro-brasileiros, em formato de big band, a Funk Off Brass Band, banda marcial italiana de sopro e percussão, o grupo Madison Bumblebees of Winnsboro, diretamente da Carolina do Sul, o contrabaixista Renaud Garcia-Fons, o pianista norueguês Tord Gustavsen.

O BMW Jazz Festival ainda traz a capital paulista workshops com as principais atrações e uma programação ao ar livre (e gratuita) no parque, que inclui shows e uma sessão de cinema com filmes relacionados ao estilo musical. O espaço onde antes funcionava a cantina do auditório, no subsolo do edifício, se transformará em um club para receber, a partir das 19 horas, algumas atrações brasileiras.