A naked R 1200 R está nos planos para lançamento em 2015

BMW Motorrad bate recorde de vendas em 2014

Em 2014 a BMW Motorrad supera seu próprio recorde pela quarta vez consecutiva. Foram 123.495 motocicletas contra 115.215 em 2013, um aumento de 7,2%. A Alemanha continua a ser o maior mercado para a marca bávara, com 21.714 motos.

A naked R 1200 R está nos planos para lançamento em 2015

A naked R 1200 R está nos planos para lançamento em 2015

Os Estados Unidos segue na segunda posição, com 15.301 veículos vendidos, a França o terceiro (11.600), a Itália ocupa a quarta posição (10.487) e o Brasil ocupa a quinta posição com 7.603 motocicletas BMW vendidas em 2014. Nos segmentos “premium” (acima de 500cc) a BMW Motorrad lidera a venda na Alemanha, na Itália e na Espanha.

Stephan Schaller, presidente da BMW Motorrad, destaca que em 2014 foram lançados cinco novos modelos em todo o mundo e isso contribuiu decisivamente para este resultado. “A R Ninet pulou para o quarto lugar no ranking das motos mais vendidas e o sucesso do BMW C, nosso maxi-scooter elétrico, junto com o C 600 Sport também mostram que estamos no caminho certo para continuar crescendo”, diz Schaller.

Apesar de ser uma das mais caras dentre as motocicletas BMW, a R 1200 GS (incluindo a versão Adventure) é a moto mais vendida, com 40.622 unidades. A BMW R 1200 RT ocupa o segundo lugar (12.140), as F 800 GS e GS adventure vem em terceiro com 11.398 e a R Ninet com 8.488 ocupa a quarta posição.

Para o futuro, a BMW Motorrad pretende adicionar novidades à sua linha de motocicletas. As novas “twin” BMW R 1200 R e R 1200 RS já estão prontas e chegarão provavelmente ainda no primeiro semestre. Além disso, a nova edição da F 800 R e a “crossover” S 1000 XR também estão na fila para o lançamento. “Vamos entrar em novos segmentos e expandir ainda mais nosso portfólio, pois queremos bater novo recorde em 2015″, finaliza Schaller.Separador_2



Sidney Levy

Motociclista e jornalista, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. É editor de conteúdo do Motonline desde 2009.