motocross-mx-fabio-santos

Brasileiro de Motocross: Alberto vence; Campano segue líder

O Campeonato Brasileiro de Motocross realizou sua quinta etapa em Extrema (MG), lotando as arquibancadas do Parque Municipal de Eventos. Em disputa, estavam as categorias MX1, MX2, MX2JR, MX3, MXJR, MX4, MX5 e as principais, MX1 e Mx2, realizaram duas baterias. Os resultados em solo mineiro acirraram a disputa pelo título na classe principal.

Carlos Campano segue líder do Brasileiro de Motocross após segundo lugar em Extrema (MG) - Foto: Yamaha Geração/Danyllo Proto

Carlos Campano segue líder do Brasileiro de Motocross após segundo lugar em Extrema (MG) – Foto: Yamaha Geração/Danyllo Proto

O português Paulo Alberto somou um primeiro e um segundo lugar nas baterias e venceu a prova na MX1, somando importantes 47 pontos na temporada. O espanhol Carlos Campano (Yamaha Monster Energy Geração) ficou com o segundo lugar geral e segue líder do Brasileiro de Motocross, mas sua diferença caiu para 5 pontos em relação ao segundo colocado, Alberto, que corre de Yamaha por uma equipe privada. De volta às pistas Jean Ramos faturou o terceiro lugar. O top5 ainda teve Jetro Salazar (Honda Racing) e Humberto Martin.

Jetro Salazar faz o quarto lugar na MX1 e lidera Elite MX - Foto: Idário Café/Mundo Press

Jetro Salazar faz o quarto lugar na MX1 e lidera Elite MX – Foto: Idário Café/Mundo Press

Na MX2, vitória para Lucas Dunka – sua primeira na categoria. O piloto da Honda Racing obteve o melhor resultado na soma das duas baterias, com um segundo e um primeiro lugar. “É uma sensação inexplicável, que faz todo o trabalho duro dos últimos meses ter valido a pena”, disse. A vitória rendeu uma posição na classificação geral, e agora Dunka ocupa o terceiro lugar com sua Honda CRF 250R. O segundo lugar ficou com Pepê Bueno, que agora lidera a categoria, e o terceiro com João Ribeiro. Fábio Santos, que liderava a classe até a abertura do gate, começou o dia vencendo a primeira bateria, mas teve problemas na segunda (que corre junto da Elite) e acabou a rodada com a nona colocação.

Lucas Dunka fatura sua primeira vitória pelo Brasileiro de Motocross na categoria MX2. Foto: Idário Café/Mundo Press

Lucas Dunka fatura sua primeira vitória pelo Brasileiro de Motocross na categoria MX2. Foto: Idário Café/Mundo Press

Brasileiro de Motocross – resultados da 5ª etapa

MX1 – soma das baterias
1. Paulo Alberto / 2-1 / 47 pontos
2. Carlos Campano / 1-3 / 45 pontos
3. Jean Ramos / 3-4 / 38 pontos

4. Jetro Salazar / 9-2 / 34 pontos
5. Humberto Martin / 6-5 / 31 pontos

MX2 – soma das baterias
1. Lucas Dunka / 2-1 / 47 pontos
2. Pepê Bueno / 3-2 / 42 pontos
3. João Ribeiro / 6-3 / 35 pontos
4. Leo Souza / 5-4 / 34 pontos
5. José Felipe Mombach / 4-6 / 33 pontos

Elite MX
1. Paulo Alberto
2. Jetro Salazar
3. Carlos Campano
4. Jean Ramos
5. Humberto Martin

MX2-Junior
1. Tallys Nathan

2. Vanderlei Junior
3. Joaquim Neto
4. Rodolfo Bicalho
5. Rafael Araújo

Classificação após 5 etapas

MX1
1. Carlos Campano / 197 pontos

2. Paulo Alberto / 192 pontos
3. Jetro Salazar / 182 pontos
4. Jean Ramos / 154 pontos
5. Hector Assunção / 150 pontos

MX2
1. Pepê Bueno / 180 pontos
2. Fabio Santos / 169 pontos

3. Lucas Dunka / 163 pontos
4. Gustavo Pessoa / 137 pontos
5. João Ribeiro / 131 pontos

Elite MX
1. Paulo Alberto / 93 pontos

2. Jetro Salazar / 91 pontos
3. Carlos Campano / 80 pontos
4. Jean Ramos / 62 pontos
4. Hector Assunção / 55 pontos

MX2-Junior
1. Tallys Nathan / 120 pontos

2. Bruno Schmitz / 91 pontos
3. João Lino / 80 pontos
4. Vanderlei Junior / 75 pontos
5. João Xavier / 74 pontos

separador_motocross



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.