O Pro Tork Catarinense de Cross-Country chega a sua sexta e penúltima etapa neste fim de semana, dias 6 e 7

Catarinense de Cross-Country chega a sua penúltima etapa

O Pro Tork Catarinense de Cross-Country chega a sua sexta e penúltima etapa neste fim de semana, dias 6 e 7

O Pro Tork Catarinense de Cross-Country chega a sua sexta e penúltima etapa neste fim de semana, dias 6 e 7

O Pro Tork Catarinense de Cross-Country chega a sua sexta e penúltima etapa neste fim de semana, dias 6 e 7. As disputas, que serão realizadas na cidade de São João Batista, prometem esquentar o campeonato.

A pista de 2 mil metros do circuito Luis Sardo, no Piscinão de Colônia, recebeu tratamento especial nos últimos dias e está pronta para as provas. Tiago Hort lidera as categorias XC1 e XC2, Edson Halley a XC3, João Carlos Ferretti a Nacional A e B, Alexandro Carvalho a Intermediária Nacional, Richard Henrique Sell a Intermediária Especial e Deivison Ramos Vargas a Street.

“Estamos confiantes no sucesso da etapa. São João Batista conta com muitos praticantes da modalidade e trabalhamos bastante para atrair também atletas de outras regiões. O local oferece ampla infra-estrutura e área de acampamento para os competidores. Convido o público a prestigiar”, afirma o promotor Claudemar Furtado.

A competição tem início a partir das 14h de sábado, quando os pilotos realizam os treinos livres. Já no domingo, os treinos recomeçam às 9h e a primeira corrida às 11h. O ingresso pode ser adquirido no local por R$ 5. Mais informações no site da Federação Catarinense de Motociclismo: www.fcm.org.br.

Programação: Sábado
14h às 17h30 – Treinos livres
13h – Secretaria e inscrições

Domingo
9h – Secretaria e inscrições
9h às 11h – Treinos livres
13h – Abertura oficial

Provas
11h – Intermediária Nacional (15 minutos + 1 volta)
11h30 – Intermediária Especial (15 minutos + 1 volta)
13h15 – Street – 150cc (10 minutos + 1 volta)
13h40 – XC3 Nac e Esp (juntas) (20 minutos + 1 volta)
14h10 – Nacional B – 230cc (20 minutos + 1 volta)
14h40 – XC2 – 250cc (30 minutos + 1 volta)
15h20 – Nacional A (30 minutos + 1 volta)
16h – XC1 (30 minutos + 1 volta)

Confira a classificação: Intermediária Nacional
1) Alexandro Carvalho (São João Batista) – 104 pontos
2) Daniel Rossini (Balneário Camboriú) – 103 pontos
3) Ruan Carlos Ferretti (Ilhota) – 82 pontos
4) Jonathan da Silva Teixeira (Botuverá) – 68 pontos
5) Bruno Sapelli (Brusque) – 52 pontos

Intermediária Especial
1) Richard Henrique Sell (Rancho Queimado) – 94 pontos
2) Douglas de Souza (São João Batista) – 74 pontos
3) Leonardo Battisti Archer (Brusque) – 72 pontos
4) Everton Roberto Soletti (Balneário Camboriú)  – 59 pontos
5) Giulliano Moretti (Gaspar) – 54 pontos

Street
1) Deivison Ramos Vargas (São João Batista) – 100 pontos
2) Agenor dos Santos Varela (Itapema)  – 95 pontos
3) Jonatan Zanca (Botuverá) – 88 pontos
4) Talison Luiz Felisbino (Guabiruba) – 80 pontos
5) Mauro Furtado (Camboriú) – 74 pontos

XC3 Nacional e Especial
1) Edson Halley (Blumenau) – 113 pontos
2) Luzenir José Cardoso (Imbituba)  – 84 pontos
3) Mirko Andre dos Santos (Navegantes) – 72 pontos
4) Osni Martinho Clemente Filho (Itajaí) – 64 pontos
5) Helcius Zimmermann (Brusque) – 63 pontos

Nacional B
1) João Carlos Ferretti (Gaspar) – 122 pontos
2) Maicon da Silva (Brusque) – 80 pontos
3) Fabio Lana (Brusque) – 74 pontos
4) Luiz Antonio da Silva (São João Batista) – 60 pontos
5) Fabricio Souza (São João Batista) – 50 pontos

XC2
1) Tiago Hort (Brusque) – 117 pontos
2) Luzenir Jose Cardoso (Imbituba) – 70 pontos
3) Osni Martinho Clemente Filho (Itajaí) – 70 pontos
4) Douglas de Souza (São João Batista) – 64 pontos
5) Ricardo Anacleto Suavi (Guabiruba) – 58 pontos

Nacional A
1) João Carlos Ferretti (Gaspar) – 111 pontos
2) Alexandre Ferrette (Ilhota) – 102 pontos
3) Alexandro Carvalho (São João Batista) – 93 pontos
4) Itamar Bourscheidt (Blumenau) – 70 pontos
5) Adriano Graf (Brusque) – 58 pontos

XC1
1) Tiago Hort (Brusque) – 117 pontos
2) Luciano de Oliveira (Jaraguá do Sul) – 84 pontos
3) Luzenir José Cardoso (Imbituba)– 78 pontos
4) Ricardo Anacleto Suavi (Guabiruba)  – 72 pontos
5) Mirko André dos Santos (Navegantes) – 70 pontos

Pro Tork