Alarme com controle remoto tem seus prós e contras

Como você usa o alarme da sua moto?

Como você usa o seu alarme?

Como você usa o seu alarme?

Ninguém presta muita atenção, mas a forma como usamos nossos alarmes é totalmente errada. Na realidade os usamos sob a nossa perspectiva e não sob o ponto de vista do ladrão. Vejamos então.

As situações prováveis em que você pode perder sua moto para o ladrão são: as que você está na moto; as que você está chegando à moto ou quando você deixa sua moto com a chave na ignição por um breve momento. Engana-se quem pensa que o ladrão não viu nada disso e não sabe como tirar a moto de você.

Ocorre que ele em todas as situações acima relatadas o seu alarme estará desativado para que possa utilizar a moto, certo? Sim, na maioria dos dispositivos você tem que ativar o alarme ou ele se ativa em alguns segundos quando você desliga a sua moto. Em todas elas a situação é a mesma que fechar o cadeado e deixar a chave perto.

Em outra situação o ladrão chega na moto e ninguém está por perto e aí ele leva a sua moto com chave mincha etc, etc, etc. Em todas elas o alarme pode salvar se estiver ativado. Mas e se você esquecer? Alguns alarmes são ativados automaticamente quando você desliga a sua moto, mas como disse isso não garante que ela não será levada.

A maioria das pessoas ainda guarda o alarme junto com as chaves da moto. Alguns penduram no pescoço. Mas aí ocorre o assalto, o ladrão leva seu alarme junto… e … perdeu! Mas tem outra: o cara te assalta e você apavorado entrega a moto e o ladrão arranca com ela. Se você conseguir lembrar-se de ativar o alarme da moto que estava no seu bolso (digamos que não use no pescoço ou junto da chave) existe um alcance que geralmente não passa de 50 metros e olhe lá! Em todas elas há uma certa dependência de um comando seu.

Alarme com controle remoto tem seus prós e contras

Alarme com controle remoto tem seus prós e contras

Mas e se você utilizasse um alarme que não precisasse usar a sua memória ou de algum comando seu? Seria ótimo, não? Pois eles existem. Os alarmes presenciais são os que considero os melhores e os mais seguros pois eles fazem o papel de manter a minha moto protegida.

Para quem não sabe a Harley Davidson V-Road já não usa chave e sim um alarme presencial que serve também como chave. É sentar e ligar a moto e sair. Simples.

Vejamos por que:

Você não precisa ativar, pois ele faz tudo sozinho. O alarme só vai depender de você quando for necessário aproximar-se pelo menos uns 20 metros da moto para que pare de alarmar – se ele tiver sido disparado, claro. Simples, não? Mas e se o ladrão te levar a moto? Vou responder da maneira mais tosca:

Esqueça de propósito a chave da moto na ignição e mande um amigo levar a sua moto. Não diga nada. Ele vai ligar a moto, vai sair e em uns 40 metros, mais ou menos depois, a sua moto vai parar e alarmar. Isto sem que você faça nada.

A esta distância você poderá inclusive escapar de um tiro ou buscar um local seguro para se proteger. Quando são pegos de surpresa os ladrões tendem a abandonar a moto e fugir. E tanto faz você estar na moto como não, o alarme vai trabalhar por você. E ainda tem a  possibilidade de desativar de forma discreta: uma moto alarmando chama a atenção de todo mundo, se você caminhar discretamente poderá aproximar-se e mesmo de costas o alarme será desativado, não precisando esticar o braço, apontar para a moto para desligar o alarme.

Alarme presencial da Make Safe, um dos que estão disponíveis no mercado

Alarme presencial da Make Safe, um dos que estão disponíveis no mercado

Os ladrões costumam provocar as motos para dispararem os alarmes e com isso descobrem quem é o cara que vai estar com o alarme e aí  o resto fica fácil, por que a maioria das pessoas se entrega quando desativa o alarme e ativa novamente. Os ladrões, o pessoal do bar e toda a torcida do Flamengo acabaram de saber que o Mané dono daquele carro ou moto é você ilustre candidato à vítima de assalto.

Uma boa vantagem do alarme presencial é não ter que fazer nada. Não precisa apertar botão nenhum! Mesmo por que ele não tem botão! Basta desligar a moto e pronto! Você e ela estarão protegidos de forma discreta e eficiente.

Por isso e por tudo o que eu listei acima, eu me convenci que alarmes presenciais são os melhores. Agora, independente disso, a sua postura será fundamental para também não perdê-lo.  Andar com ele junto da chave é o mesmo que trancar o cadeado e deixar a chave perto e ao alcance do ladrão.



Motociclista desde os 18 anos. Jornalista e apaixonado por motos desde que nasceu.