Francisco de Assis Aquino Silva, 1º Vice Presidente assume

Comunicado da CBM

Francisco de Assis Aquino Silva, 1º Vice Presidente assume

Francisco de Assis Aquino Silva, 1º Vice Presidente assume

A Assembléia Geral Extraordinária da Confederação Brasileira de Motociclismo, realizada na última segunda-feira (23/05), em Campinas/SP, que culminou com o afastamento do ex-presidente Alexandre Caravana, causou uma considerável movimentação no meio motociclístico nacional, tanto no mercado, quanto entre pilotos, equipes, imprensa especializada e também entre os amantes do nosso esporte.

Como, então, 1º vice da entidade, assumi a presidência com um único objetivo: recolocar a CBM nos trilhos e no caminho correto daqui para a frente. Garanto, enquanto eu estiver na presidência, que a Confederação Brasileira de Motociclismo irá cumprir todos os seus compromissos já firmados, seja com patrocinadores, organizadores, promotores, federações, e, fundamentalmente, com os pilotos brasileiros. O calendário e as provas, definidos pelos diretores de cada modalidade, serão cumpridos, salvo por motivo de força maior, exatamente como estavam agendados.

Quero tranquilizar a todos, reafirmando que a CBM é uma entidade cuja existência só se justifica com o bom desenvolvimento do esporte, e é isso que veremos durante estes últimos meses de mandato, em 2011, e, tenho certeza, nos mandatos das próximas diretorias.

Vamos lutar com todas as forças para que o motociclismo esportivo brasileiro conquiste seu merecido espaço, não apenas na imprensa especializada, mas também na mídia geral e na sociedade como um todo. O motociclismo não gera apenas prazer aos seus praticantes e admiradores, mas também gera emprego e movimenta a economia do país. São milhares de empresas envolvidas diariamente com o esporte, milhões de pessoas trabalhando, vivendo, ou simplesmente “respirando” o mundo das duas rodas, dia após dia.

É com o foco no engrandecimento real do motociclismo que vamos caminhar. Buscaremos, incansavelmente, o bem do esporte, com uma CBM fortalecida, assim como todos os setores envolvidos no motociclismo. O momento é de união e fé. Conto com a ajuda de todos e garanto meu empenho nesse objetivo.

ass.Francisco de Assis Aquino Silva – PRESIDENTE DA CBM

Obs.: Para facilitar a discussão sobre esse assunto, criamos um tópico no fórum para os motonliners. Clique aqui para acessar o tópico.