Copa Scud by Moto deixa saudades e promete voltar em 2010

Bastaram poucos metros de pista e muita adrenalina para que os competidores da 3ª Etapa da Copa Scud By Moto de Veloterra, evento realizado no último dia 25, pudessem provar um pouco do que os profissionais do motociclismo sentem.

A 3ª etapa consolidou uma das categorias com maior número de adeptos no Brasil, o Veloterra. Esta modalidade nasceu como alternativa para aqueles que queriam curtir uma disputa em motocicletas de baixo custo, sem perder a emoção já tradicional das competições.

As provas de Veloterra são caracterizadas pela disputa curva a curva, já que as pistas desta modalidade não dispõem de pontos para saltos. Os mais de 170 inscritos puderam aproveitar a tarde de sol com uma estrutura diferenciada, dando todo suporte ao público presente.

Reinaldo Almeida, Gerente de Produtos do Grupo Lagoa e organizador do evento, ressalta a importância da competição acontecer em Minas Gerais. “Para nós, que somos apaixonados pelo esporte, o Veloterra se tornou algo de extrema importância. Minas já foi o cenário mais forte do off-road no Brasil. Com este campeonato, pretendemos viabilizar o esporte, fazendo com que grandes talentos voltem a aparecer em nosso estado”. O Veloterra foi realizado no complexo de entretenimento Trilha da Serra, a poucos quilômetros da capital mineira.

Uma das novidades desta edição foi a utilização da cronometragem eletrônica. Cada motocicleta recebeu um chip de identificação que transmitia informações sobre o tempo de cada piloto. Uma tecnologia moderna que aumenta a precisão do resultado das provas. Para 2010, a organização da prova promete muito mais força e organização.

Outro grande momento da COPA SCUD BY MOTO de Veloterra foi o sorteio de uma Honda POP100, 0 Km, para os pilotos que competiram em pelo menos 2 etapas nas categorias Street do Campeonato.
O ganhador foi Yasser Zchamber que curiosamente foi um dos primeiros a montar sua moto acreditando e apostando na nova modalidade.

Para quem não pôde competir neste ano, fica a possibilidade de participar em 2010 onde a competição voltará com força total.

Vamos aos resultados. Devido ao alto número de inscritos, foram realizados treinos classificatórios, aonde apenas os 25 melhores tempos passariam para as finais.

VC230 – Com gate cheio, a categoria VC 230 foi recheada de emoções do início ao fim. O piloto Felipe Roque (MOTOGREEN / ROBINHO MOTOS / FIDELIS BOBINAS) largou na ponta e dominou facilmente a corrida liderando de ponta a ponta, seguido por Thiago Martins (MOTO BH / PRO RACE) que após ter feito uma péssima largada fez uma corrida conservadora e garantiu o título de campeão da categoria VC 230. Fernando de Sales ficou com a terceira colocação.

VC2 – Silas Cirilo (Sid Caminhões) confirmou a excelente fase e garantiu mais uma vitoria com grande vantagem garantindo do Titulo da categoria VC2. Nilson Teles (ATS PREPARAÇÕES) marcou a melhor volta nos treinos mas não conseguiu acompanhar o ritmo de Silas na corrida e ficou com a 2 colocação. O estreante na modalidade Rafael da Matta (Da Matta Racing) finalizou em terceiro.
VC INTERMEDIÁRIA – Depois do excelente resultado na categoria VC2, o piloto Sillas Cirillo voltou a acelerar forte e garantiu mais um vitoria e outro Titulo, agora na categoria Intermediaria. Rafael da Matta apertou o ritmo e conseguiu fechar em segundo seguido por Gustavo de Oliveira (ATS PREPARAÇÕES/MORATORACING).
VC NACIONAL FORÇA LIVRE – Mais uma vez com gate cheio e muita disputa a categoria Força livre entrou na pista. Roncalli Costa (Posto Bodao / Pro Race) conseguiu comprovar o domínio no campeonato e fechou o ano com o titulo e 100% de aproveitamento, vencendo todas as provas que participou. Mauro Henrique (MOTOFORTE/ ROBINHO MOTOS / ALINHA MOTOS / PRA MOTOS)ficou em segundo seguido por Yasser Shcamber (que mais tarde viria a ser o grande Ganhador do sorteio da POP 100).

VC STREET FORÇA LIVRE – Categoria criada para incentivar o esporte, onde podem ser utilizadas motos do dia a dia com poucas modificações. As inscrições foram pagas pelo patrocinador da copa a SCUD peças e acessórios para motocicletas. O Piloto Mauro Henrique voltou ainda mais preparado para essa etapa e mesmo após receber muito pressão de Leandro Douglas(PRO MOTO EVOLUTION), conseguiu segurar a liderança a garantir o titulo da categoria.Felipe Roque voltou as pistas depois da vitoria na 230 e ficou com a 3 colocação
VC STREET 150 – Mais uma corrida eletrizante marcada com muitos pegas, mas principalmente pela grande disputa pela liderança. Mauro Henrique e Leandro Douglas, mostraram realmente do que as CG são capazes e exigiram o máximo das motos. Após muita insistência de Leandro Mauro garantiu mais uma vitória e seu segundo titulo do dia. Vinicius Fernandes (PROMOTO EVOLUTION )ficou com a 3 posição.
VC3 – A categoria VC 3 é destinada aos pilotos com mais de 35 anos de idade e contou com a ilustre presença de uma das pessoas mais queridas do OFF ROAD de minas Gerais, o grande Helon Lopes. Em sua primeira participação em uma corrida de Veloterra Helon fez bonito e provou que idade não é nenhuma barreira finalizando a prova em 3 lugar, atrás de Alexandro Moreira e Sidney Hudson ( FURVANS ) que fez uma incrível corrida e ganhou com facilidade.
VC FORCA LIVRE – Principal categoria do dia contou com a presença do piloto de MX Leandro Douglas que embora esteja “aposentado” voltar a prestigiar o evento e mesmo finalizando a etapa com a 3 colocação conseguiu assegurar o titulo e ser campeão da COPA SCUD. A prova foi vencida com facilidade por Silas Cirilo seguido por Nilson Telles.

Destaque para as equipes MOTOFORT, ATS PREPARAÇÕES, PRO MOTO EVOLUTION, MOTO BH, PRO RACE, POSTO BODÃO, MOTOPARTES e MOTOZUM que investiram no esporte e alcançaram ótimos resultados na COPA SCUD.