Lagoa da Fortaleza

Diários de Areia e Lander

Texto e fotos de Jayme Oravec, de Cidreira, Rio Grande do Sul

Caros amigos motociclistas, estamos iniciando aqui uma jornada com começo bem definido, mas que sinceramente não faço a mínima ideia de como vai acabar, fato esse que me deixa totalmente “pilhado” para rodar milhares de quilômetros na agradável companhia de minha Lander.

Campo de Dunas de Cidreira; ao Fundo a rodovia RS 786

Campo de Dunas de Cidreira; ao Fundo a rodovia RS 786

Essa história começa em um lugar bem incomum. Um município do litoral norte do RS, cercado por enormes dunas de areia e uma quantidade invejável de lagoas com uma biodiversidade incrível, que atrai pesquisadores e estudantes de muitas partes do país. Para se ter uma ideia, podemos rodar de moto mais de 400 km pela praia, pois na paisagem local não existem barreiras físicas a não ser alguns rios ao longo deste longo trecho de praia. O local deveria ser adicionado ao roteiro obrigatório de qualquer motociclista do planeta, pois em nenhum outro lugar se pode realizar tal proeza.

Campo de Dunas - Parque eólico; a Lander é a fiel companheira de todos os dias

Campo de Dunas - Parque eólico; a Lander é a fiel companheira de todos os dias

Assim como muitos irmãos motociclistas espalhados pelo Brasil, moro em uma cidade e trabalho em outra. Minha casa fica a exatamente 26 km do meu local de trabalho, sendo que em torno de 10 km faço em meio a um “deserto” de dunas onde só vejo areia, vegetação rasteira de Restinga e alguns pássaros nativos da região executando lindos vôos ao nascer do sol.

Lagoa da Fortaleza

Lagoa da Fortaleza

No ponto alto do verão, a temperatura no local chega próxima aos 50 graus devido ao reflexo do sol nas areias brancas e no inverno, despenca chegando a zero. Realizo esse trajeto a quase 5 anos na companhia da minha Yamaha Lander que em nenhum momento me deixou “na mão”, fato esse que evidencia a importância das manutenções periódicas em nossas amigas de aço!

Dunas próximas a RS 786

Dunas próximas a RS 786

O Litoral Norte do RS é sem dúvida um local no mínimo muito curioso, pois todo ele era fundo de mar a alguns milhares de anos. Podemos encontrar conchas enterradas a mais de 15 km da praia mais próxima. Muitos devem estar se perguntando se eu só uso a Lander para ir e voltar do trabalho. Minha resposta é a mais provável possível. Não!

Vista da RS 786 e do Parque Eólico

Vista da RS 786 e do Parque Eólico

Ela é o meu divertimento diário e minha companheira de aventuras nos finais de semana, onde me leva em trilhas no meio do “deserto de areias”, ao pé de muitas cachoeiras, em meio a florestas infindáveis de pinus e eucaliptos e até mesmo em alguns passeios dentro da água do mar, onde muitas vezes sou acompanhado pelo voo das gaivotas que dominam a região.

RS 786 entre Cidreira e Tramandaí; caminho de todos os dias

RS 786 entre Cidreira e Tramandaí; caminho de todos os dias

Gostaria de compartilhar com meus irmãos motociclistas essas aventuras, para que a gente possa compreender a importância da natureza, da preservação, da amizade entre as diferentes culturas e acima de tudo, mostrar que é possível ser feliz na simplicidade do dia-a-dia… Venham comigo!!!