Funcionamento da linha Triple Vent System, da Harley, que promove até 50% mais de ventilação em relação a outros modelos da marca

Fã da Harley? Conheça a linha MotorClothes®

Passado o “veranico”, que amenizou o frio do inverno principalmente no sul e sudeste do Brasil, a estação está de volta com todo o seu glamour, estilo, requinte e… frio. Neste cenário, a Harley-Davidson apresentou sua linha de roupas e vestuário MotorClothes®, que já está disponível em todas as lojas e concessionárias espalhadas pelo Brasil. A linha é composta por camisetas, suéteres, jaquetas de diversos tipos de couro e de algodão, e ainda itens diversificados que vestem a casa, como copos, canecas, cantis, kit vinho, abridores de garrafas e relógios de parede. Há, também, coleções criadas especialmente para as mulheres, que contam com acessórios como bolsas, braceletes, colares, brincos, anéis, além de camisetas e jaquetas exclusivas.

Segundo a marca, a linha MotorClothes® é totalmente inspirada na filosofia de vida H-D, onde o cliente passa a fazer parte do estilo de vida e de liberdade da marca norte-americana, visando agregar mais personalidade aos motociclistas brasileiros. Neste espírito, os produtos prezam pelo conforto, design e pilotagem, pois são desenvolvidas para a pilotagem.

Funcionamento da linha Triple Vent System, que promove até 50% mais de ventilação em relação a outros modelos da Harley

Funcionamento da linha Triple Vent System, que promove até 50% mais de ventilação em relação a outros modelos da Harley

Alguns destes produtos pertencem a linha Triple Vent System, criada com foco nas motos Harley com carenagem e para-brisa, pois assegura que o ar flua vigorosamente através da jaqueta do piloto e do passageiro. A linha fornece uma área 50% maior de ventilação do que as jaquetas Harley-Davidson tradicionais, fazendo uso, por exemplo, da ventilação que se estende pela parte interna do braço, maximizando o fluxo de ar quando em alta velocidade e permitindo respiração quando em baixa velocidade. Além disto, a marca conta com roupas esportivas, peças funcionais e acessórios. Há, por exemplo, as linhas exclusivas Pink Label e Black Label, com design despojado para os públicos feminino e masculino.

Fãs e entusiastas têm diversas opções para comporem seus looks, como camisas, calças, coletes, cintos, relógios, bonés, gorros, capuzes, carteiras, chaveiros, meias, malas e mochilas. Para decoração e uso residencial, os itens disponíveis são relógios de parede, placas e quadros decorativos, porta-retratos, abridores de garrafas, kit de vinhos, copos e canecas.

Conheça alguns dos produtos

Suéter feminino

Suéter feminino

Suéter feminino bege de malha de fibra sintética, da linha Sportswear

Blusa feminina

Blusa feminina

Blusa feminina preta de malha de fibra sintética, da linha Sportswear

Camiseta feminina

Camiseta feminina

Camiseta feminina azul de malha de algodão, da linha Sportswear

Estojo preto para vinho

Estojo preto para vinho

Estojo preto para vinho, da linha Gifts and Collectibles

Caneca de vidro

Caneca de vidro

Caneca de vidro, da linha Gifts and Collectibles

Jaqueta feminina

Jaqueta feminina

Jaqueta feminina preta de couro bovino, com aplicações, da coleção Leather

Jaqueta feminina couro de cabra

Jaqueta feminina couro de cabra

Jaqueta feminina preta de couro de cabra, da linha Black Label Winter

Bracelete de prata

Bracelete de prata

Na linha de joalheria, bracelete de prata com aplicação de pedras

Jogo de pedras artificiais de gelo

Jogo de pedras artificiais de gelo

Na linha Gifts and Collectibles: Jogo de pedras artificiais de gelo, Jogo com quatro copos de cerâmica e jogo com dois copos de vidro

História e cronologia da linha MotorClothes, da Harley

A primeira vestimenta conhecida apareceu no catálogo de acessórios da HDMC (Harley-Davidson Motor Company) em 1912, porém, cinco anos antes já eram comercializados óculos de proteção, casacos à prova d’água, casacos de linho e botas. Este foi o início da história da marca na venda de roupas e acessórios.

Em 1927, uma jaqueta de couro fez a primeira aparição como item de vestuário da marca, que também passou a comercializar um casaco de couro de três quartos de comprimento para ocasiões de frio intenso. Mais tarde, no ano de 1947, a Harley começou a vender o que se tornou a clássica jaqueta de couro preta, com cintura fina, mangas longas, tachas decorativas. Em 1958 os primeiros capacetes são adicionados à linha da marca.

Ao longo das décadas de 1960 e 1970, foram projetados e introduzidos outros aperfeiçoamentos, como entradas de ar e zíperes à prova de vento para diferentes condições climáticas. Mas outros recursos como “Bolsos-D” foram praticamente interrompidos com o design clássico da jaqueta.

Coletes pretos de couro foram parte do vestuário dos motociclistas em meados da década de 1960, o que levou a Harley a criar a sua própria coleção em 1973. Em 1980 a linha de roupas foi expandida para incluir peças de couro com apelo mais fashion. Seis anos mais tarde, mais de dois milhões de camisetas com a logo da Harley foram vendidas sob licença. Neste mesmo ano, um programa de assistência aos concessionários para reforma dos locais foi instituído com o intuito de tornar mais atrativo o local onde as roupas e acessórios ficavam em exposição.

A marca Harley-Davidson MotorClothes® surgiu em 1989, quando foi criada e a coleção foi expandida para incluir jaquetas de couro masculinas, femininas e infantis, roupas esporte casuais e pequenos artigos de couro. Em 1991 registrou-se a venda de mais de três milhões de MotorClothes®. A marca americana recebeu o prêmio do Conselho de Designers de Moda por trazer o estilo do motociclista para o mercado do dia a dia. O jeans azul foi introduzido em 1994, quando as vendas anuais cresceram 33% em comparação a 1993, com mais de sete milhões de peças vendidas. Nesta época, a H-D passou a vender 70 mil motocicletas por ano.

O ano de 1995 foi um marco para a HDMC, pois a linha de MotorClothes® foi disponibilizada em 600 concessionárias Harley-Davidson nos EUA. Em 2000, iniciou-se um esforço concentrado para desenvolver uma linha que refletisse as preferências culturais e de estilos internacionais, até que em 2009 a linha Dark Custom™ de motocicletas foi lançada com uma gama de roupas Black Label. Há seis anos, em 2010, aconteceu o lançamento da linha Pink Label – a primeira coleção de roupas exclusivas para mulheres. Parte do valor das vendas é revertido em prol de instituições que realizam pesquisas de combate ao câncer de mama. E, em 2012, a Harley celebrou 100 anos de suas roupas.

Separador_motos



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.