Fornecedores de pneus prepararam-se especialmente para Portugal

Fornecedores de pneus prepararam-se especialmente para Portugal

Fornecedores de pneus prepararam-se especialmente para Portugal

O bwin com Grande Pr‚mio de Portugal foi o primeiro de 2008 cuja pista nÆo recebeu testes de inverno, pelo que as dificuldades t‚cnicas conhecidas da pista do Estoril e as condi‡äes atmosf‚ricas inst veis previs¡veis para a costa Atlƒntica, levaram os fornecedores de pneus Bridgestone e Michelin, a preparar convenientemente este f¡m-de-semana.

Apesar de se ter incrementado recentemente a utiliza‡Æo de pneus de 31 para 40, tanto a Bridgestone como a Michelin preferem agora usar versäes interm‚dias ao mesmo tempo que desenvolveram novos pneus de chuva, que podem aguentar muitas voltas com diferentes n¡veis de  gua ou mesmo com a pista a secar.
Os seus c lculos revelam-se agora cruciais quando a pista est  a secar, e como os pneus de chuva nÆo estÆo sujeitos a restri‡äes de utiliza‡Æo, – temos que estudar solu‡äes para utilizar pneus com caracter¡sticas de slick, mas que possam ser inclu¡dos na categoria de chuva – menos de 20 de rasto ‚ j  considerado slick – para ganhar alguma vantagem.

Durante a sexta feira , os pilotos da Bridgestone foram mais eficazes sobre a pista molhada, enquanto os equipados com a Michelin, foram melhor sucedidos na sessÆo seca da tarde, j  que os pneus francese4s se mostraram mais eficazes com estas condi‡äes.

O coordenador do projecto da Michelin para o Thomas Scholz, disse ao motogp.com, – Esper vamos que as condi‡äes atmosf‚ricas fossem dif¡ceis para todos , j  que estamos no mˆs de Abril e o tempo ‚ sempre muito inst vel. Por isso trouxemos pneus para todas as situa‡äes, pass¡veis ainda de adaptar a condi‡äes mais particulares.

Nenhuma equipa ou piloto aceita bem os pneus interm‚dios, porque isso reduz de imediato a escolha de pneus slick. Foi por isso que desenvolvemos um tipo novo de pneus que pode rodar bem em condi‡äes especiais como por exemplo numa pista que est  molhada mas que est  a secar volta a volta.

Entretanto Jean Philippe Weber, director da Michelin Racing para motos, explicou igualmente a sua firme determina‡Æo em desenvolver pneus de efic cia similar entre seco e molhado. -NÆo trouxemos pneus interm‚dios, mas temos misturas mais suaves de pneus de chuva. Temos boas solu‡äes mas temos igualmente que analisar se podemos mudar ou nÆo para versäes mais pr¢ximas com os slick.

-Os interm‚dios sÆo £teis durante os testes, mas nÆo para as corridas. Normalmente come‡amos com pneus de chuva ou sliks, mas at‚ agora nunca tivemos uma situa‡Æo que nos levasse a utilizar interm‚dios durante toda uma corrida.