Catalão sediou a 2ª etapa do Goiano de Motocross

Goiano de MX: surpresas na 2ª etapa em Catalão

Muito calor, a constante poeira e a baixa umidade devido à época seca nesta época do ano na região foram fatores decisivos para os resultados nesta segunda etapa do Campeonato Goiano de Motocross que exigiu muito preparo físico dos atletas. A prova foi realizada neste final de semana na cidade de Catalão e apresentou algumas surpresas relativas aos habituais vencedores das provas anteriores.

 

Catalão sediou a 2ª etapa do Goiano de Motocross

Catalão sediou a 2ª etapa do Goiano de Motocross

Os treinos realizados no sábado tiveram algumas ausências de pilotos que estavam disputando o Arenacross em Jundiaí e que passaram a noite na estrada para chegarem a Catalão, a quase 700 km de distância, e estarem presentes no Goiano, isso depois de obterem boas colocações na prova do Arena Cross.

Na bateria para pilotos da categoria Estreantes, disputada ainda no sábado, os melhores foram Adeval Junio Silvério, Felipe Ricardo Cordeiro, Gabriel Colombo, Rone Rodrigues Ribeiro e Felipe Rayholly CostaNo domingo de manhã foi oferecido aos pilotos e suas equipes um farto café da manhã, enquanto a pista recebia tratamento de gradeação e irrigação para as disputas que estavam por vir.

Na MX2, uma das surpresas, depois de sair mais atrás, Wellington Garcia (participante do Arena Cross), em recuperação, vinha disputando posições mas teve problemas em sua moto e acabou desistindo da bateria, abrindo caminho para as disputas que apresentaram como vencedor o piloto Lucas Fernando Bottcher Frazão, seguido do paraense Leandro David Araújo (também estava no Arena), Régio Costa Filho, Kioman de Jesus Navarro, Heber Tomaz da Silva, do mineiro Bruno Ayrton Leles, Paulo Vitor Cunha, Maycon Ruan Benevides, Jose Almeidino Rocha e Rodrigo Siqueira Carvalho.

Muitas disputas e surpresas na etapa Catalanense

Muitas disputas e surpresas na etapa Catalanense

Na MX4.5 (pilotos acima de 45 anos) os melhores foram Fabio Raimundo Lopes, Jonatas Rodrigues Caixeta, Fausto Elias Rosa, Mariano Aparecido Rodrigues e o brasiliense Ailton Vieira Resende. Na bateria da Nacional B os melhores foram Ítalo Vieira Moreira, Rone Rodrigues Ribeiro, Raulff Nunes, Daniel Washington Carlos Braga e Felipe Rayholly Costa.

As 65cc apresentaram como melhores os pilotos Marcello Leodorico Fernandes, Keven Willian Ikeda Ramos, Luis Eduardo Martins de Souza (estes três estiveram no Arena), João Ricardo Alves Rodrigues e Luiz Filipe Vale da Rocha. Na Junior os primeiros foram Keven Willian Ikeda Ramos, Marcus Henrique Dias Lera, Marcelo Leodorico Fernandes, Wesley Alves do Nascimento Junior e João Ricardo Alves Rodrigues.

A MX3 com pilotos acima de 35 anos teve como vencedor e surpresa o piloto Risaldo Caetano do Carmo, seguido de Rodrigo Siqueira de Carvalho, Fabio Padovani Pedroso, Fabio Raimundo Lopes e Valdomiro Montes Neto. A Intermediaria, também com gate cheio e depois de muitas disputas apresentou como vencedores João Victor Rodrigues Caixeta, Leandro Ferreira Leão Filho, Francisco Wellington dos Santos, Fabio Padovani Pedroso e Victor Gontijo. Os pequenos da 50cc vêm mostrando que a renovação da modalidade está a caminho e os melhores foram Marcello Leodorico Fernandes, Luis Eduardo Martins de Souza, João Mauricio Torres, Jose Arantes Bráulio, Gustavo Mauricio Torres e Samuel Thor Oliveira.

E fechando a programação desta segunda etapa a MX1 teve de volta ao lugar mais alto do pódio o piloto Wellington Garcia Matos, seguido de seu aluno Leandro David Araújo, Lucas Fernando Bottcher Frazão, Heber Tomaz da Silva, Régio Costa Filho, Marcos Guilherme de Lima, Kioman de Jesus Navarro Muñoz, Bruno Aylton Leles, Leandro Ferreira Leão Filho e Paulo Vitor Cunha.

A próxima etapa do Goiano de Motocross será em Morrinhos, dias 27 e 28 de setembro.