O piloto Jorge Balbi Jr.

Jorge Balbi Jr. vence na 3ª etapa da Superliga Brasil de Motocross

O piloto Jorge Balbi Jr.

O piloto Jorge Balbi Jr.

No Recife o domingo (15) começou com calor beirando os 32ºC, sinal de que os duelos na pista seriam quentes. A Kawasaki Racing Brasil seguiu com competidores nas principais categorias para a disputa da 3ª etapa da Superliga Brasil de Motocross.

Na MX Pró, categoria principal, quem levou a melhor foi Jorge Balbi Jr. O piloto Pro Tork 2B Kawasaki seguia em recuperação após uma lesão sofrida no braço durante sua pré-temporada e, em incidente nos treinos, acabou sofrendo uma queda que machucou seu ombro. Apesar disso ele alinhou para as duas baterias da classe,alegrando o público presente que lotou as arquibancadas do motódromo no Recife.

Na primeira bateria Balbi saiu da 17ª posição e, com seu estilo único de pilotagem conquistou a 2ª posição.No intervalo entre as baterias o piloto esteve no ambulatório para receber medicação e soro, por conta das dores no ombro. Ás 13h Balbi retornou à pista para a segunda bateria da MX Pró e, desta vez, saiu na 5ª posição.

Na segunda volta Balbi já era o 3º colocado e, ao longo da bateria avançou mais uma posição, para terminar, mais uma vez, na 2ª posição. Na soma das baterias o piloto levou sua equipe ao pódio com a 2ª colocação e somou 44 pontos para assumir a vice-liderança do campeonato na classe, com 114 pontos.

Marcello “Ratinho” Lima não completou a primeira prova da MX Pró e na segunda, foi o 8º colocado. O piloto EMG Kawasaki Rinaldi é o 8º colocado na classificação geral da categoria, com 66 pontos.



Mário Sérgio Figueredo

Motociclista apaixonado por motos há 42 anos, começou a escrever sobre motos como hobby em um blog para tentar transmitir à nova geração a experiência acumulada durante esses tantos anos. Sua primeira moto foi a primeira fabricada no Brasil, a Yamaha RD 50.