Foto: Piloto José Hélio

José Hélio e Dimas Mattos fazem contagem regressiva para o Rally Dakar

Foto: Piloto José Hélio

Foto: Piloto José Hélio

Brasileiros já estão em Buenos Aires, onde todos os competidores se reúnem nos momentos que antecedem a competição

Faltam apenas cinco dias para a largada do Rally Dakar e os brasileiros José Hélio e Dimas Mattos passam a fazer a contagem regressiva para a mais importante prova da modalidade. Enquanto o momento de acelerar com as motocicletas nas trilhas da Argentina e do Chile não chega, eles cumprem a programação junto com os outros competidores, na capital Buenos Aires. No dia 3 de janeiro, eles partem para o primeiro dia de disputa. Os pilotos saíram do Brasil com destino a Buenos Aires neste final de semana e, antes da abertura oficial (2 de jan eiro), devem passar pela vistoria técnica e fazer os últimos ajustes para que esteja tudo perfeito até a largada.

Antes do início da prova, que promete ser uma das mais difíceis da história da competição, os pilotos esquentam os motores em um lugar bastante conhecido da capital argentina. Do dia 31 de dezembro a 2 de janeiro, o público poderá conferir toda a adrenalina dos momentos que antecipam a competição no “La Rural”, localizado na avenida Santa Fé e Sarmyento. O local será o centro de operações da prova e irá abrigar sessões de autógrafos, jogos e espetáculos, além da exposição dos 530 veículos que irão disputar o Dakar e os acertos finais das máquinas que irão acelerar nas trilhas da Argentina e do Chile. Toda a verba arrecadada durante os três dias de evento será doada para a Fundação Favaloro. A cerimônia de boas-vindas será realizada nesta segunda-feira e contará com a presença da presidente da Arg entina Cristina Kirchner.

A edição 2009 do Dakar, que marcará a estréia do tetracampeão do Rally dos Sertões José Hélio, inclui 9500 quilômetros, sendo 5650 km de especiais, e passará por locais que exigirão muita coragem e resistência dos pilotos. A equipe ASW, que inclui ainda os pilotos Carlos Ambrósio e Rodrigo Tagino, chegou a Buenos Aires no último sábado e não vê a hora de colocar as motos nas trilhas da América do Sul. Por conta do nível de dificuldade da prova, José Hélio aproveitou até os últimos momentos no Brasil para investir na preparação. “O físico é muito importante em uma prova como esta, por isso é preciso estar bem preparado. O Dakar é um evento com um percurso muito longo”, contou o paulista, que acelera com a Honda CRF 450X.

Dimas Mattos acredita no sucesso dos brasileiros, que contarão com a vantagem de conhecer o percur so. “Apesar deste ser apenas o meu segundo Dakar, já disputei várias competições nesta região. Para os europeus a América é desconhecida.”

A equipe ASW, que conta ainda com o patrocínio da Brasil Moto Tour (www.brasilmototour.com.br), Honda, Pirelli e Sax Logistica, entrará nas trilhas do Rally Dakar com os equipamentos da linha ASW Podium. A chegada dos competidores em Buenos Aires será no dia 17 de janeiro. A edição 2009 contará com a participação de 530 competidores, sendo 230 motos, 30 quadriciclos, 188 carros e 82 caminhões de 49 países.