Foto: Chumbinho na pista de Curitiba,PR

Jovens têm a oportunidade de enfrentar nas pistas do Dunas Supercross o ídolo Chumbinho

Foto: Chumbinho na pista de Curitiba,PR

Foto: Chumbinho na pista de Curitiba,PR

Piloto de 41 anos disputa o campeonato que a partir da etapa de Joinville passa a ter o nome da empresa organizadora

Um dos maiores ídolos e pilotos de todos os tempos do off road nacional, Milton Becker, o Chumbinho, continua em atividade e servindo de exemplo para os mais jovens. Com problemas nas duas etapas (Casimiro de Abreu e Curitiba) do Dunas Supercross 2008, válido pelo brasileiro da categoria, ele marcou somente nove pontos, mas se mantém nas pistas competindo em alto nível e no meio de companheiros com 16, 17, 18 anos e que poderiam, facilmente, ser seus filhos.

Aos 41 anos recém-completados o catarinense Chumbinho elogia os jovens que disputam o torneio nacional, que ganhou o nome da Dunas, a cotista principal da competição, que continua a valer como o brasileiro da modalidade.

“A partir da etapa de Joinville a Dunas passará a nominar o campeonato, pois, além de realizadora, a empresa também é uma das patrocinadoras da principal competição do supercross nacional. Ao dar o nome da Dunas queremos aproveitar a boa exposição do campeonato na mídia de todo o Brasil para aumentar ainda mais a imagem da empresa”, disse Marcos Moraes, presidente da Dunas Race.

Modesto, Chumbinho elogia a qualidade de pilotagem dos mais jovens e assume a liderança fora das pistas: “O nível técnico vem melhorando bastante a cada ano, e para que isso continue acontecendo precisamos de pistas técnicas e diálogo permanente entre pilotos e organizadores para a evolução constante do esporte. Temos vários pilotos que estão andando num ritmo forte e com muita técnica”, disse.

Citado como o grande ídolo de vários pilotos que o enfrentam nas pistas, Chumbinho vai correr em casa na próxima etapa, pois mora em Joinville, Santa Catarina, justamente na cidade em que será disputada a terceira etapa no dia 1º de novembro, um sábado. “A estrutura do supercross montada pela Dunas Race está fantástica. Acredito que poderemos trazer ainda mais pilotos para as provas. Todo e qualquer evento de grande porte precisa se preocupar com premiações significativas para continuar a evolução deste evento tão grandioso”, finaliza Chumbinho numa referência ao aumento de 15% neste ano e que chega a cerca de R$ 180 mil no final da temporada.

O Dunas Supercross 2008 tem patrocínio da Honda e Ipiranga, apoio de Bunnet e Federação Catarinense de Motociclismo, Moto Clube de Joinville, Governo do Estado de Santa Catarina e supervisão da CBM, e é uma realização da Dunas Race, empresa que organiza o Rally Internacional dos Sertões.