ktm-390-adventure

KTM 390 Adventure pode chegar em 2019

Essa é a história de mais um daqueles modelos que a gente fica ‘namorando’ e acompanhando novidades até se tornar realidade e poder vir (ou não) às nossas garagens. No ano passado, a KTM afirmou que estava trabalhando no desenvolvimento da KTM 390 Adventure e, nesta semana, a Bajaj (companhia indiana parceira na criação de motos de baixa cilindrada da marca austríaca) divulgou uma nota informando que pretende lançar o modelo já em 2019 – a começar pelo mercado asiático.

Aos poucos, a KTM 390 Adventure parece um pouco mais real. Agora, Bajaj (indiana parceira da KTM) informou que pretende lançar o modelo já em 2019. A foto é do ano passado, quando surgiram as primeiras imagens do protótipo (crédito: MCN)

Aos poucos, a KTM 390 Adventure parece um pouco mais real. Agora, Bajaj (indiana parceira da KTM) informou que pretende lançar o modelo já em 2019. A foto é do ano passado, quando surgiram as primeiras imagens do protótipo (crédito: MCN)

A KTM 390 Adventure vai completar a família, que já possui a naked 390 Duke e a esportiva 390 RC – infelizmente, não disponibilizada no Brasil. Segundo a Bajaj, o novo modelo será inspirado na moto que representa a KTM no Rally Dakar (competição dominada pela marca laranja há quase 20 anos) e, naturalmente, dividirá a mesma plataforma das ‘irmãs’.

Segundo a Bajaj, a 390 Adventure será inspirada na multicampeã KTM 450 Rally - com a qual a marca atingiu o feito de 17 títulos consecutivos no Rally Dakar

Segundo a Bajaj, a 390 Adventure será inspirada na multicampeã KTM 450 Rally – com a qual a marca atingiu o feito de 17 títulos consecutivos no Rally Dakar

O motor que irá equipar a 390 Adventure é o mesmo monocilíndrico DOHC de 373,2 cm³ que gera 44 cv (a 9.000 rpm) 3.9 kgf.m (7.000 rpm) na nova geração da 390 Duke. Certamente, o propulsor será ajustado à proposta aventureira da nova moto, devendo atingir números ainda melhores de torque em baixas e médias rotações. Além disso, deve herdar outros elementos da naked, como o chassi em treliça, câmbio de 6 marchas, suspensões WP, injeção eletrônica Bosch, iluminação em LED e grande painel TFT de instrumentos. Nas imagens do protótipo em testes, é possível notar a adoção de rodas raiadas de 19 polegadas na dianteira e 17 atrás, características de uma boa trail.

Lançamento da KTM 390 Adventure no Brasil

Questionada, a KTM do Brasil foi sucinta e direta. “O projeto e produção do modelo KTM 390 ADVENTURE não foram confirmados pela área de Pesquisa e Desenvolvimento da matriz da KTM. Então, por enquanto, não temos como afirmar nada aqui no Brasil”, afirmou a empresa. Como a Bajaj relata que o lançamento iniciará pela Ásia, é preciso aguardar os próximos Salões (como de Colônia Intermot, em outubro, ou o de Milão, em novembro) para concretizar prazos e produtos.

A Adventure herdará o motor (e vários outros itens) da irmã Duke. Na naked, propulsor gera 44 cv e 3.9 kgf.m de torque a 7.000 rpm  - números que devem atender bem à proposta trail

A Adventure herdará o motor (e vários outros itens) da irmã Duke. Na naked, propulsor gera 44 cv e 3.9 kgf.m de torque a 7.000 rpm – números que devem atender bem à proposta trail

Se a KTM 390 Adventure vier, chegará aqui conhecendo bem suas principais concorrentes. A Kawasaki Versys-X 300 e a BMW G 310 GS já estão à venda no País e inauguraram o segmento das ‘300 cc trail premium’ por aqui, mesmo nicho onde a KTM se encaixará. Em mercados do exterior, como na Índia, há também algumas outras opções no segmento, como a Royal Enfield Himalayan ou Suzuki V-Strom 250… mas aí já é assunto para outro texto. Se a 390 Adventure vir mesmo (e por um preço competitivo) já está bom demais.

separador_ktm



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.