GasGas_motor_27_03

Montadora espanhola destaca qualidades dos motores dois tempos

Rigor Rico competiu no Mundial de Enduro com uma moto 2 tempos

Rigor Rico competiu no Mundial de Enduro com uma moto 2 tempos

As motocicletas dois tempos evoluíram consideravelmente nos últimos anos, superando uma série de mitos que envolviam o uso desses (antigamente fumacentos) motores. Com base nessa realidade, e apostando que ainda há espaço para as motos 2 tempos ao lado das 4 tempos, a espanhola Gas Gas tem investidonessa linha de motocicletas, oferecendo mais uma opção aos aficcionados das competições e lazer off-road.

Segundo Leonardo Borges, do suporte técnico da Gas Gas do Brasil, esse tipo de motor oferece algumas vantagens como: relação custo-benefício, por oferecer manutenção mais barata, leveza e versatilidade. “De cara, o motor dois tempos possui quase a metade de peças móveis do quatro tempos, o que já influencia significativamente para que o peso seja mais leve. Com menos eixos no motor, fica fácil de mudar a trajetória, o que garante extrema versatilidade e flexibilidade ao equipamento. Assim, a manutenção também acaba sendo mais simples e barata, o que pesa bastante na escolha”, comentou,

Leonardo Tavares, do departamento de competições da Gas Gas do Brasil, lembrou um mito que envolve o motor. “As motos dois tempos têm fama de serem ariscas, mas os motores evoluíram muito como um todo. A Gas Gas sempre procurou investir em motores dóceis, que privilegiam a baixa rotação sem esquecer, quando é preciso, despejar potência para superar os obstáculos das trilhas. O uso do motor de dois ou de quatro tempos depende mesmo da preferência do piloto. Aqueles que gostam de diversão e de uma tocada diferente sempre valorizam as motos dois tempos. A começar pelo barulho do motor, a moto dois tempos costuma ser uma paixão pela sensação agradável de torque que ela proporciona”.