Motos fabricadas até 1980 podem entrar sem pagar; acima disso pagam R$15,00 para estacionar

Motos clássicas estão de volta no São Paulo Moto Classic

1spmc-copySe você vive na capital paulista ou na região, o programa do próximo domingo (6/8) é reunir os amigos e ir ao São Paulo Moto Classic, evento que reúne fãs e colecionadores de motos clássicas, antigas, retrô, vintages e históricas. E já que o tema remete à história, o local escolhido é o Museu Catavento, antigo Palácio das Indústrias, bem no centro de São Paulo, ao lado Parque Dom Pedro e do antigo Gasômetro.

O evento, que antes era realizado Pateo do Colégio, volta à cidade após alguns anos de ausência e segue os mesmos moldes do nostálgico encontro de motos antigas. Os organizadores são quatro aficionados por motocicletas de todas as idades: José Peloso Filho, o Zezé; Thiago Matiussi, Jairo Portilho e Dinno Benzatti, produtor e apresentador do programa Momento Moto, único programa de TV do Brasil exclusivamente dedicado às motos.

“O São Paulo Moto Classic é dedicado a todos os que gostam verdadeiramente das motocicletas, independente da idade – da moto e da pessoa -, do estilo e da marca”, fala Dinno Benzatti. “Tivemos a preocupação de realizar o evento resgatando os mesmo valores do encontro que acontecia no Pateo do Colégio, ou seja, ser na região central de São Paulo e num local histórico para a cidade, da mesma forma que as motos contam essa história”, complementa.

Museu Catavento, antigo palácio das Indústrias, recebe as motos clássicas para o 1º São Paulo Moto Classic

Museu Catavento, antigo palácio das Indústrias, recebe as motos clássicas para o 1º São Paulo Moto Classic

Motos Clássicas para todos os gostos

A exposição das motos clássicas estará dividida em categorias e países de origem. A única condição básica é que todas tenham sido fabricadas até 1980. “Teremos reluzentes motos japonesas, europeias, americanas e nacionais de época, porém, pela primeira vez o público poderá ver de perto verdadeiras raridades como uma BMW e uma Indian Scout de 1936, uma Zundapp 1951, uma FN 1921 e outra Indian de 1907, além de centenas de preciosidades que só saem de suas garagens em ocasiões especiais como esta”, avisa Dinno.

Motos fabricadas até 1980 podem entrar sem pagar; acima disso pagam R$15,00 para estacionar

Motos fabricadas até 1980 podem entrar sem pagar; acima disso pagam R$15,00 para estacionar

O Museu Catavento tem fácil acesso, bem próximo do Metrô (estação Dom Pedro) e há um grande estacionamento para motos e carros, que pagam R$15,00. Já os motociclistas que trouxerem suas motos fabricadas até o ano 1980, não pagam o estacionamento e podem, inclusive, expor sua “jóia rara” para que todos os visitantes possam conhecer. A entrada é pelo portão 2 do Museu Catavento e o evento vai funcionar das 9:00 às 17:00.

Separador_motos



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.