Munir Khalil busca os 100% na 5ª etapa do CNCC

Uma das principais revela‡äes do motociclismo nacional, o mineiro Munir Khalil ‚ atra‡Æo na quinta e £ltima etapa do CNCC Series, competi‡Æo v lida pelo Paulista de Cross Country, que acontece neste final de semana em Itanha‚m, litoral de SÆo Paulo. Aos 15 anos, rec‚m completados, Munir ‚ o l¡der da categoria Pr¢ nos quadriciclos, tendo vencido as quatro etapas anteriores, e quer fechar o ano com 100% de aproveitamento. A competi‡Æo ser  realizada no domingo, a partir das 9 horas, em um circuito montado no Morro do Paranambuco, na Praia de Cibratel, com pilotos de diversas categorias de motos e quadriciclos.

Um verdadeiro show. Assim tem sido o desempenho de Munir Khalil (Sucos Good/Maxxis Pneus/Motul) nesta primeira temporada do CNCC Series. Soberano nas quatro etapas anteriores, Itupeva, Socorro, Campos do JordÆo e SÆo Pedro, o piloto mineiro tem tudo para fechar a competi‡Æo invicto. “NÆo me importo com os advers rios e sim em fazer o meu papel. Isso, por si s¢, j  ‚ um motivador. Vou para a etapa final preparado para fazer uma boa corrida”, destaca Munir, natural de Belo Horizonte.

Um dos objetivos do piloto ‚ conseguir correr nos Estados Unidos. Para isso, ele vai participar de uma prova na Argentina, no dia 27 deste mˆs, quando ser  avaliado por um representante da MX dos Estados Unidos. A id‚ia ‚ competir na Fl¢rida em 2006. “Estamos trabalhando para isso o ano todo e queremos fazer bonito em todas as competi‡äes, especialmente na Argentina”, completa o piloto.

Com o t¡tulo do CNCC Series assegurado, Munir s¢ nÆo poder  vencer o Paulista, j  que nÆo est  inscritos pela Federa‡Æo Paulista de Motociclismo. Na classifica‡Æo do estadual e lideran‡a ‚ de F bio Perotti, que totaliza 75 pontos e tamb‚m j  garantiu o t¡tulo por antecipa‡Æo, uma vez que o segundo colocado, Ab¡lio Penna, nÆo superar  o advers rio mesmo que ven‡a.

As inscri‡äes estÆo abertas e podem ser feitas na Federa‡Æo Paulista de Motociclismo, pelo telefone (11) 5533-6130, ou no pr¢prio local da prova. As taxas sÆo as seguintes: Pr¢, R$ 150,00; Amador, R$ 90,00; Quadriciclos, R$ 90,00; Infantil, R$ 70,00. O evento distribuir  cerca de R$ 2,5 mil em prˆmios aos pilotos da categoria Pr¢. O campeÆo levar  para casa R$ 1 mil, ficando o vice com R$ 600,00 e o terceiro colocado com R$ 400,00. O quarto ficar  com R$ 300,00, enquanto o quinto melhor com R$ 150,00. Nesta etapa haver  uma novidade: a categoria Especial, para pilotos locais sem filia‡Æo, sendo necess rio somente o pagamento de uma taxa de R$ 20,00 para a FPM.

O CNCC Series ‚ um evento para quem gosta de motos e quadriciclos, reunindo pilotos de diversas categorias e idades, como acontece nos Estados Unidos. Trazido ao Brasil pela Adventure Eventos, a competi‡Æo tem como objetivo ampliar a base da modalidade, garantindo a revela‡Æo de valores para o pa¡s. As categorias em disputa sÆo as seguintes: Feminino (cross), Open 80 cc (60 e 85 cc), 50 cc (A +B). Juvenil (at‚ 14 anos e motos acima de 85 cc), M1 (250 cc) M2 (125 cc), Sˆnior (pilotos acima de 34 anos), Tornado (A+B+C), Intermedi ria (4 tempos abaixo 400 cc ou qualquer motos de enduro), Open (4 tempos acima de 401 cc), Nacional (exceto Tornado); Pr¢, Quadriciclo Sport, Quadriciclo Feminino, Quadriciclo Infantil e Quadriciclo Pr¢.

A programa‡Æo come‡a no dia 29, com Vistoria, Reconhecimento do percurso (a p‚ ou de bicicleta) e a escolha de local dos boxes. No domingo, dia 30, a ordem dos eventos ‚ a seguinte: 09h00, a 1¦ bateria dos Quadriciclos (30 minutos); 09h45, Feminino/Juvenis/Open 80cc (20); 10h15, 50 cc/Quadris Infantil (20); 10h45, 2¦ bateria dos Quadriciclos (30); 11h00, Fechamento de Secretaria; 11h30, Fechamento de Vistoria/Premia‡Æo das provas da manhÆ; 12h30, Abertura da pista para as motos; 13h00, execu‡Æo do Hino Nacional; 13h10, Largada das motos Pr¢ (3 horas) e Amadores (1h30min); 16h30, Premia‡Æo.

O CNCC Series Campeonato Paulista de Cross Country tem organiza‡Æo da Adventure Eventos, com apoio do Governo Municipal de Itanha‚m e Secretaria de Turismo de Itanha‚m, Metzeler, ASW, SerrAzul, Sacramento, BRP, Bombardier, RN e Acerbis. A supervisÆo ‚ da Federa‡Æo Paulista de Motociclismo.