Gabriel Alves foi a grande revelação do Carioca de Enduro 2013

Nova Friburgo fechou o Carioca de Enduro

Com uma prova dura, marcada pela chuva, pela lama e por trilhas desafiadoras, foi encerrada neste fim de semana, em Nova Friburgo (RJ), a temporada 2013 do Campeonato Estadual de Enduro de Regularidade do Rio de Janeiro, sob supervisão da Federação Fluminense de Motociclismo (FFM). O Enduro Friburgo Off-Road contou com a presença ilustre de dois campeões brasileiros, Sandro Hoffmann e Emerson “Bombadinho” Loth, mas teve como grande destaque mais uma vitória do jovem Gabriel Alves (Open, Moxter, WNK e Gaia), revelação do esporte no estado com apenas 17 anos, que venceu sua 7ª prova em 9 disputadas (chegou em segundo nas outras duas).

Gabriel Alves foi a grande revelação do Carioca de Enduro 2013

Gabriel Alves foi a grande revelação do Carioca de Enduro 2013

“Vencer provas de enduro não é uma tarefa fácil, mas ser campeão é realmente incrível. Estou muito feliz. Fiz uma temporada fantástica, com sete vitórias e dois segundos lugares em nove provas. Mas para conseguir uma campanha tão boa como essa foi necessário muito treino e apoio familiar. Tive muitos ‘professores’, mas o principal deles foi meu pai que, além de me ensinar, teve muita paciência pra continuar me levando às trilhas”, declarou Gabriel.

Piloto mais jovem do Estadual de Enduro e 2013, com 17 anos completados na véspera da final do Carioca, Gabriel traz o esporte no sangue. Seu início sobre duas rodas aconteceu por incentivo do pai, Rafael, também piloto de enduro; e, hoje, tem ainda a companhia da mãe, Elisabete, e do irmão caçula, Davi, de 9 anos, quando o assunto é lazer sobre motos e trilhas. “Acredito que evoluí muito na pilotagem esse ano. Foi incrível. E isso ajudou a passar um pouco mais de segurança à minha família para me deixar competir sozinho”, ressaltou Gabriel, que aprendeu a andar de moto com apenas nove anos de idade.

“O ano de 2014 promete. Na próxima categoria a média de velocidade fica mais puxada e a qualidade dos competidores é maior. Espero não me abalar com isso e tentar um bom resultado ano que vem. Também vou tentar participar de competições fora do Estadual, inclusive algumas de Enduro FIM para ver se me adapto bem nas provas de velocidade”, ressaltou Gabriel, que se espelha no campeão brasileiro Emerson “Bombadinho” Loth como exemplo. “É minha principal referência no esporte. Tive a oportunidade de treinar com ele e perceber o quão humilde e ótimo piloto ele é”, completa.

Classificação final do Carioca de Enduro:

MASTER
1º – Rodrigo Rivello
2º – Fabrício dos Santos

SENIOR
1º – Lourenço Capobianco
2º – Victor Rodrigues

OVER40
1º – Alexandre Riedel
2º – Ivaldo Duboc

JUNIOR
1º – Wenderson Duarte
2º – Saul Zakour

DUPLAS
1º – O.Pereira/M.Lofiego
2º – M.Rizo/A.Campos

NOVATO
1º – Gabriel Alves
2º – Helder Araújo