destaque

Nova Honda NC 750X

A Honda apresentou ontem (29/1) a nova crossover NC 750X, modelo que substitui a NC 700X, lançada em 2012 quase simultaneamente aqui e na Europa. Suas características de conforto e economia, marcando uma posição entre as bigtrail e as sport-touring logo agradou e mostrou força no mercado brasileiro e também no exterior.

Design característico a coloca entre as bigtrail e as motos urbanas

Design característico a coloca entre as bigtrail e as motos urbanas

A NC 700X começou a ser vendida por aqui em julho de 2012 e naquele ano emplacou 1.125 unidades, uma boa média de 188 motos/mês. Vale lembrar que a Honda previa conseguir vender 300 unidades do modelo naqueles primeiros meses. Mas a média caiu um pouco em 2013 e foram 2.014 unidades naquele ano, uma média de 168 motos/mês. E em 2014 a média desabou para 113 motos/mês, fechando o ano de 2014 com 1.350 unidades da NC 700X no mercado brasileiro.

Painel agora tem marcador de marchas

Painel agora tem marcador de marchas

A despeito da queda geral do mercado, como o segmento premium cresceu para todas as marcas e o desempenho do modelo no mercado brasileiro ficou bem aquém do que previa a Honda, algo precisava ser feito. Menos mal que as regras de emissão de poluentes se tornam mais rígidas a cada intervalo de 3 ou 4 anos e isso exige que os fabricantes modifiquem seus motores para poderem continuar vendendo. E foi esse exatamente o caso desta Honda.

Como produto dentro de uma plataforma mundial da marca, ele foi modificado para ganhar longevidade. Assim, a antiga NC 700X adquiriu exatos 76 cc de capacidade cúbica, ganhou torque e potência, além de algumas outras pequenas modificações. Ah, agora ela se chama NC 750X e esteticamente você precisa olhar o logotipo do modelo aplicado na lateral da moto para saber que mudou, pois o desenho é idêntico. As modificações se concentraram no motor, numa nova textura aplicada à cobertura do assento, na cor mais escura da pintura do motor e nos pneus Pirelli Scorpion que substituem os Bridgestone Batlax da versão anterior.

Conforto é um destaque na NC 750X e a moto tem boa ergonomia

Conforto é um destaque na NC 750X e a moto tem boa ergonomia

Produzida na fábrica de Manaus (AM), a NC 750X segue com a estratégia de vendas baseada no trinômio “conforto, segurança e eficiência ambiental”. A Honda resume a NC 750X como um conjunto robusto, confiável, com agilidade para a condução diária, em sintonia com os preceitos de baixos índices de emissão de poluentes e consumo de combustível. “A nova moto tem 8% a mais de torque, 4% a mais de potência e todos os dados de desempenho e consumo de combustível melhoraram em relação à antecessora”, informa Marcos Monteiro, gerente de planejamento da Honda, com base no resultado dos testes realizados pelo Instituto Mauá de Tecnologia.

O novo motor da Honda NC 750X é bicilíndrico em linha SOHC (Single Over Head Camshaft – Comando simples no cabeçote), quatro tempos, arrefecimento a líquido, 745 cc e injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection) que gera 54,8 cv a 6.250 rpm de potência máxima e 6,94 kgf.m a 4.750 rpm de torque. Internamente, o motor da NC 750X tem dois eixos balanceiros que colaboram decisivamente para o funcionamento muito suave e confortável.

No uso urbano, agilidade e economia de combustível

No uso urbano, agilidade e economia de combustível

Num rápido test-ride pelas ruas de São Paulo foi possível comprovar que a moto proporciona uma aceleração mais linear e o funcionamento do motor é realmente muito suave e silencioso. Outra característica do motor que melhorou é a faixa de torque útil, agora mais larga e ampliada em 400 rpm na ponta superior, com o início da faixa vermelha em 6.750 rpm. Os pneus Pirelli Scorpion, mais “bicudos”, ajudam para que a moto seja realmente muito ágil em qualquer condição, apesar de seu tamanho e peso (1.538 mm de entreeixos e 209 kg), oferecendo respostas rápidas a qualquer comando do piloto para mudança de direção.

Monteiro:  meta de vendas para o novo modelo é de 2.000 unidades

Monteiro: meta de vendas para o novo modelo é de 2.000 unidades

No desenho nada mudou e a NC 750X mantém o visual característico que mescla traços das motos trail, com suspensões de curso mais longo e maior altura livre do solo, com ciclística ajustada para a agilidade e conforto no uso urbano. Outro item que também recebeu mudanças foi o painel de instrumentos, que continua num único bloco digital com tela em LCD que traz velocímetro, conta-giros, indicador de combustível, relógio e hodômetro duplo (total e parcial). Foi adicionado o indicador de marcha engatada, além do computador de bordo que fornece informações sobre o consumo médio, consumo instantâneo e quantidade de combustível utilizado.

Esta crossover tem características únicas, como o prático compartimento localizado no espaço tradicionalmente ocupado pelo tanque de combustível na maioria das motocicletas. Este espaço foi projetado para transportar objetos pessoais de menor volume ou até um capacete. O assento em dois níveis ganhou uma nova textura para melhorar a aderência ao corpo do piloto e garupa. Abaixo do assento está o tanque de combustível de 14,1 litros e isso pode ser um inconveniente sensível para quem viaja e amarra mochila na moto, pois a cada abastecimento será necessário soltar a carga para abrir o assento e abastecer a moto.

Abastecimento sob o assento e no lugar odo tradicional tanque de combustível, um porta objetos

Abastecimento sob o assento e no lugar do tradicional tanque de combustível, um porta objetos

O chassi da NC 750X é o mesmo, tipo Diamond e produzido em tubos de aço. A suspensão dianteira tem garfo telescópico com 153,5 mm de curso e a traseira é com amortecedor único com links (Pró-link) com curso de 150 mm e admite a possibilidade de ajustes na pré-carga da mola. A distância entre eixos é de 1.538 mm e as rodas são de liga leve com 17 polegadas. A NC 750X tem uma versão básica equipada com freios sem ABS (antitravamento), mas a Honda informa que vai produzir 80% do modelo com ABS, uma indicação de que o item de segurança é praticamente mandatório para motos premium.

Nesta moto os freios são ponto de destaque, pois respondem prontamente e com total equilíbrio e controle da moto mesmo em frenagens de emergência e na versão sem o ABS, o que indica facilidade de modulação no pedal e na manete. A NC 750X está equipada com disco de 320 mm e cáliper de dois pistões na dianteira e na traseira o disco tem 240 mm e cáliper de único pistão. Disponível nas cores branca perolizada e preta, com um ano de garantia, a nova Honda NC 750X é oferecida nas versões standard e ABS ao preço público sugerido de R$ 28.990,00 (STD) e R$ 31.100,00 (ABS).

FichaTécnica Honda NC 750X

FichaTécnica Honda NC 750X

Separador_motos



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.