Foto: Dudu Lima, piloto MX2 do Team Honda

Pilotos investem em recuperação após etapa de Canelinha

Foto: Dudu Lima, piloto MX2 do Team Honda

Foto: Dudu Lima, piloto MX2 do Team Honda

Dudu Lima, Everaldo Filho e Cezar Zamboni sofreram lesões durante a segunda etapa do Brasileiro de Motocross e passam por tratamento

Durante a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, em Canelinha (SC), no último final de semana, três pilotos do Team Honda tiveram uma surpresa desagradável. Dudu Lima, Everaldo Filho e Cezar Zamboni sofreram quedas que resultaram em algumas lesões. Dudu sofreu uma fratura na perna. Já Everaldo e Zamboni tiveram luxações no ombro. Todos passam bem e procuram seguir à risca as recomendações médicas para poderem voltar o mais rápido possível às pistas.

Dudu Lima caiu durante a disputa da categoria MXJr. Após os exames, o médico detectou três fraturas e imediatamente imobilizou o lo cal. “Estou de repouso. A dor já passou. Por enquanto, estou somente com uma tala e na próxima semana, depois de fazer novos exames devo colocar uma bota. A previsão é de 45 dias de recuperação”, contou o piloto que deverá ficar de fora da etapa de abertura do Arena Cross, no dia 9 de maio, e da terceira fase do Brasileiro, no dia 16.

O matogrossense Cezar Zamboni sofreu uma luxação grave no ombro e tem uma previsão de 15 dias sem movimentar o braço. Ao sair de Canelinha, o jovem piloto passou pela avaliação de um médico em Curitiba. O segundo passo será iniciar o tratamento com um especialista em lesões no ombro. “Estou muito triste. Agora já passou o inchaço, mas não posso mexer o braço. Não conseguirei participar da primeira etapa do matogrossense este final de semana, porém, quero tentar ir para o Arena”, disse esperançoso.

Everaldo Filho também sofreu uma luxação no ombro, porém mais leve que a do companheiro do Team Honda, o goiano está fazendo fisioterapia e poupando esforços para estar pronto para a primeira etapa do Atena Cross. Everaldo deveria voltar à pista este final de semana, na segunda etapa do Campeonato Goiano, em Palminópolis, mas preferiu manter a recuperação. “Estou fazendo fisioterapia, tentando melhorar para o Arena. O ombro acabou saindo um pouco do lugar e machucou o ligamento. Não posso forçar, para que o caso não piore”, finalizou.