Foto: Bitenca

Relação da Hunter 90, Tri ou quad, Durabilidade de Harley, Bengalas tortas. Pressão e compressão, O português e o procedimento corretos.

Foto: Bitenca

Foto: Bitenca

Ólá, li a materia sobre a hunter 90 e gostaria de saber como faço para aumentar a potência. Grato. Antonio, 31, São Paulo, SP
R: Melhor e mais fácil do que aumentar a potência seria adequar a relação da transmissão secundária às suas condições de uso. Procure um pinhão um dente menor para ter mais força nas subidas e manter uma velocidade de cruzeiro mais facilmente.

Boa tarde Gostaria de saber se vcs sabem de alguem que fabrique um kit para transformar motos 125 cc em triciclo para andar na areia. Pois gostariamos de adpitar algumas motos para utilizarmos em nossa pousada. Abc Lindomar, 29, Laguna, Santa Catarina
R: Lindomar, Nos anos 70 algumas empresas faziam essa adaptação. O que acontecia eram acidentes às vezes graves por causa da instabilidade inerente das três rodas. Tanto que até as fábricas tiraram de linha esses produtos. Hoje quase todas as fábricas de motos fabricam quadricículos nas mais diversas configurações. Procure na internet mesmo que você vai encontrar um que satisfaça suas necessidades, com bons preços e garantia da fábrica.
Abraços.

Foto: Bitenca

Foto: Bitenca

Atualmente utilizo minha moto (XT 600E) todos os dias para ir e voltar do trabalho. Estou pensando em pegar uma moto nova e, devido ao valor do seguro, acho que não vai ser uma XT (infelizmente). Como sempre tive uma queda pela tradicional HD, estou pensando em pegar uma Sportster 853. A minha duvida é a seguinte, será que ela aguenta ser usada no dia a dia (rodo aprox. 50km dia entre Fernão Dias – Dutra – Marginal)? Desde já agradeço. Fernando, 30, Guarulhos/ SP
R: Fernando, As Harleys são famosas pela resistência e durabilidade, nem tanto
pela esportividade. Para o uso que você pretende ela se mostra bem resistente sim, mas como qualquer moto deve ser dada a manutenção adequada, nada de extraordinário. Boa sorte.

Boa tarde Bitenca. Estou em vista de comprar uma SHADOW 600 2005, mas as bengalas estão com avariação logo abaixo da mesa inferior.Verifiquei o preço na autorizada que fica por volta de Rs 2.600,00. Vale a pena mandar desamassar? O preço da moto está por Rs 15.000,00 e sua Kilometragem 1.000(mil km) Abraço. Jonir. 49, Rio de Janeiro, RJ
R: Boa tarde Jonir, Sim, as bengalas podem ser recuperadas se o tubo não estiver muito amassado e as canelas correrem soltas por eles. Os tubos devem ser desentortados a frio numa prensa. Aproveite para trocar os retentores e óleo do sistema. Uma boa oficina pode fazer esse serviço, mas atente para a responsabilidade da verificação das condições das peças. Se for recomendada a troca não hesite em fazê-la, abraços.

Olá! leio muito as informações contidas aqui no site!sempre fui apaixonado por motocicletas,e me tornei um “motociclista” já á algum tempo! Possuo duas,uma honda shadow 600 2001,e uma suzuki yes 125 2007(personalizada impecáveis! Tenho ouvido e lido muita coisa a respeito sobre compressão! depois que coloquei um escapamento esportivo nas duas,senti a perda de um certa velocidade na estrada (final) e até uma certa diferença nas saidas!como confio muito no parecer de voces profissionais,gostaria que voces pudessem me elucidar a respeito do mesmo!pois sou leigo em certos assuntos,e sabem que curiosos de plantão existem muitos! Desde já obrigado, parabens pelo trabalho!
R: Obrigado Elvis. Olhe que isso realmente acontece. As pressões são calibradas na fábrica para que a “respiração” do motor seja a melhor possível com os equipamentos originais. Desde a boca da entrada de ar na caixa do filtro até a ponta do escapamento a tubulação deve permitir a entrada de ar limpo com velocidade e volume adequados para que o carburador (ou injeção) faça a mistura correta. Entrando pela válvula de admissão a mistura enche o cilindro com a descida do pistão, sofre a compressão quando ele sobe novamente e explode com a faísca da vela. Daí a expansão dos gases empurra o pistão até que a válvula de escape se abre no fim do curso descendente. Quando o pistão sobe novamente ele empurra os gases para fora, pelo escapamento. Perceba que nesse ciclo completo as pressões variam em muito por causa da velocidade e da massa do ar empurrando e puxando gases dentro do sistema. No geral o que se pode afirmar é que um escape mais aberto que o original aumenta a velocidade da saída dos gases e isso na maioria dos casos provoca uma condição de baixa pressão na entrada dos gases ao cilindro, porque do lado da admissão o fluxo é mais restrito do que do lado do escape. O que se faz em geral é melhorar o fluxo na entrada de ar abrindo acesso para o ar entrar em maior volume pela caixa e calibrar o carburador (ou injeção) para que a mistura permaneça correta. Isso em alguns casos é mais difícil se o carburador é do tipo CV ou de vácuo constante. Eles tem aquele diafragma sobre o pistonete para acelerar sem engasgar, fato que ocorre quando o ar entra subitamente e sobre o difusor não existe velocidade de ar suficiente para “puxar” o combustível no vaporizador. Complicado não é mesmo? Eu acho até que as fábricas de escapamentos acessórios deviam completar o serviço e fornecer (como algumas fábricas estrangeiras) peças e instruções para calibrar o sistema. Você deve procurar uma boa oficina para ajustar a carburação. A moto deve andar um pouco mais que com o escape original e a resposta nas retomadas deve ser mais rápidas. Se isso não ocorrer o ajuste não está perfeito. Boa sorte, Bitenca

Boa tarde , desculpe pela critica mais a montagem do amortecedor traseiro que esta nao site de vcs esta errado e um outro procedimento para fazer a montagem do jeito que mostaram e certeza de ficar com ar no sistema por nao conseguir sair todo ar que esta atras da válvula. se quiserem posso mandar a sequencia correta. Denilson, 40 Campinas SP

R: Denilson, o procedimento está correto, tanto que a moto já foi testada e tem se portado muito bem, aceitando os ajustes finos de compressão feitos para vários circuitos. Ao preencher de óleo o sistema, deve-se trabalhar as válvulas do eixo principal para que saiam todas as bolhas de ar. A válvula auxiliar onde fica o ajuste de compressão deve ser a última a ser montada justamente porque nessa região, por causa da posição da peça é para onde as bolhas se dirigem naturalmente. Variações dessa rotina podem ser feitas, enchendo parcialmente o cilindro principal para só depois terminar de encher com a peça no ângulo favorável à saída de ar pelo furo da válvula auxiliar. Como você percebeu o importante é não ter ar aprisionado no sistema. Abraços.

Olha este procedimento de vcs pode ficar bolhas e a frabrica fez e lacra os sistema com uma puncao , a rosca e muito fina e pode se danificar, eu trabalhei muito tempo fora e o procedimento e outro por qualquer fabricante, primeiro prende o amortecedor de ponta cabeca na morsa ai encha o local onde fica a camisinha ai a coloque desta maneira ja vai estar sem ar neste local, depois coloque a valvula e de uma pequena pressa para o ar sair e passar pela valvula de compressao desta maneira ja vai estar sem ar ali ai termune de encher o cilindro e scoloque a aste e movimente para cima e para baixo coloque a tampa e va tirando o ar para entar o cilindro . neste jeito estara 100 por cento sem ar , e o procedimento adotado por tosdas equipes que trabalao com sus