Foto: Cristiano Lopes (ao centro) comemora o título da MX3

Saem os primeiros campeões brasileiros de Motocross

Foto: Cristiano Lopes (ao centro) comemora o título da MX3

Foto: Cristiano Lopes (ao centro) comemora o título da MX3

A edição 2009 do Campeonato Brasileiro de Motocross tem seus primeiros campeões. Após o primeiro dia de provas em Cachoeiro de Itapemirim, ES, pilotos de três categorias levaram o título de forma antecipada. Na MXJr, a briga promete esquentar ainda mais na última prova do ano em Nova Friburgo, RJ.

Na MX3 Cristiano Lopes (BM Motos Jundiaí/ IMS/W3) levou o título apesar de terminar a corrida na segunda colocação. Liderou parte da prova, mas perdeu a ponta para Milton Becker, o Chumbinho (Pro Tork/TBT/D1Pro), que venceu a quarta prova seguida no ano. Mantendo a regularidade, Lopes segurou a pressão de Mariana Balbi (2B Racing/i9/Mart Plus) nas quatro voltas finais para conquistar o trunfo.

-Sabia que precisava ser o segundo porque senão eu levava a decisão para a última prova. Saio daqui com o título, o meu quarto em brasileiros, e vamos comemorar muito hoje. Ganhei nas etapas que precisava e mantive a regularidade nas outras. Isso é que faz um campeão- finalizou o vencedor.

Fora das duas primeiras etapas por conta de uma contusão em treinos, Milton Becker deixa para 2010 a possibilidade de conquistar o 15º título brasileiro. -Adoro andar nessa pista que realmente é uma pista legítima de motocross, larga, tem muitas subidas, descidas e facilita a recuperação de posições. Acho que amanhã teremos um espetáculo muito bonito-, antecipa.

Mariana Balbi se recuperou dos erros das duas últimas etapas e voltou ao pódio da MX3 com a terceira colocação. Nicomedes Filho (Pro Tork/American Cross/Bola de Neve) foi o quarto e Alexandro Martins (Toque de Pele/VHM/Lj. Kátia) fechou o pódio na quinta colocação.

MXJr – Das provas realizadas no sábado, somente na MXJr o campeonato não se decidiu. Eduardo Lima, o Dudu (Honda/Mobil/ASW), e Gabriel Gentil (Rinaldi/Motoshop/Shift) fizeram uma boa briga, com vantagem para o piloto do Team Honda, que abriu boa vantagem e venceu confortavelmente. -Gostaria de dedicar a vitória para o meu irmão que está contundido e, hoje, graças a Deus deu tudo certo para mim-, declarou o vencedor.

Líder do campeonato com 152 pontos, Rodrigo Rodrigues (Honda/Mobil/Posto Max Center) terminou a prova na quarta colocação. Entretanto, o piloto demonstra cautela para falar sobre a conquista do campeonato. -Melhorou um pouco aumentando a minha vantagem, mas só devemos comemorar depois que a prova termina, ainda não tem nada ganho, nada confirmado-, ressaltou.

Gabriel Gentil voltou ao pódio com a segunda colocação, tirando a hegemonia de 100% obtida pelo Team Honda nas duas últimas provas. Hector Assunção (Honda/ASW/NGK) terminou a corrida em terceiro e está a apenas um ponto de Gustavo Takahashi (Honda/Pirelli/Mobil), que terminou em quinto, mas se mantém em segundo na tabela de classificação da MXJr.

65 e 50cc – Nas categorias infantis, o gaúcho Enzo Lopes (leomotos.com.br/Freeday) e o catarinense Rodrigo Riffel (LEM Corse/ EMX/ ASW) confirmaram as expectativas e conquistaram os campeonatos na 50cc e 65cc. Para Enzo, que completa dez anos de idade neste domingo, a alegria foi em dose tripla, já que além do campeonato, venceu as provas dessas duas baterias.

Com a segunda colocação na prova desse sábado, Rodrigo Riffel levou o título da 65cc. Apesar de não ter feito um bom começo de prova, o piloto da LEM Corse recuperou as posições e se consagrou em Cachoeiro. José Brayam Soares (Kaiani Malhas/Podium Motos/Dipil Valivoo) terminou em terceiro, Pedro Henrique Bueno (Castello Works/Brasil Racing/ R2) foi o quarto colocado e Kioman Navarro fechou o pódio da 65cc em quinto.

Na 50cc Gabriel Gomes (Chulin Moto/Sementes Vedovati/SK Sport) foi o segundo colocado, quase 30 segundos atrás do vencedor. Arthur Todeschini (Expresso Sul Transportes) ficou com a terceira posição, Lucas Cuzuol (Sem patrocínio) em quarto e Gulherme Rodrigues (GPC Veículos/Odilon Motos) completou os cinco primeiros.

Domingo – Amanhã mais quatro provas fecham a penúltima etapa do Brasileiro de Motocross em Cachoeiro de Itapemirim. Entram na pista do Motódromo Wilson Yasuda os pilotos das categorias MX2, CRF230, 85cc e MX1. A sessão de treinos começa às 8h da manhã. A abertura oficial das provas será às 12h30 e a primeira largada será às 13h pelo horário de Brasília.

A prova será transmitida ao vivo pelo site da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e pelo portal Via ES. O Campeonato Brasileiro de Motocross tem o patrocínio de Honda, Mobil e Pirelli. Realização da Federação Capixaba de Motociclismo (FECAM) e CBM.

Resultados de Sábado – MXJr
Motos 2T de 100 cc até 150cc e 4Tde 100 cc até 250 cc
Pilotos homens de 13 a 17 anos e mulheres de 13 até 25 anos
1 (338) Eduardo Lima (Honda/Mobil/ASW)
2 (31) Gabriel Gentil (Rinaldi/Motoshop/Shift)
3 (30) Hector Assunção (Honda/ASW/NGK)
4 (32) Rodrigo Rodrigues (Honda/Mobil/Posto Max Center)
5 (41) Gustavo Takahashi (Honda/Pirelli/Mobil)

MX3 – Motos 2Tde 100cc até 250 cc e 4Tde 175 cc ate 450 cc
Pilotos Homens de 35 a 55 anos e mulheres de 21 a 55 anos
1 (1) Milton Becker (Pro Tork/TBT/D1Pro)
2 (26) Cristiano Lopes (BM Motos Jundiaí/IMS/W3)
3 (39) Mariana Balbi (2B Racing/i9/Mart Plus)
4 (16) Nicomedes Filho (Pro Tork/American Cross/Bola de Neve)
5 (33) Alexandro Martins (Toque de Pele/VHM/LJ Katia)

65cc – Motos 2T de 59cc até 65 cc
Pilotos de 7 a 12 anos
1 Enzo Lopes (leomotos.com.br/ Freeday)
2 (5) Rodrigo Riffel (LEM Corse/EMX/Tholokko)
3 (15) Jose Brayan Soares (Kaiani Malhas/Podium Motos)
4 (35) Pedro Henrique Bueno (Castello Works/Brasil Racing/R2)
5 (8) Kioman Navarro (Rinaldi/Toni Bala/Americancross)

50cc – Motos 2T até 50 cc, monomarcha, automática, aro 10 na traseira e ate aro 12 na dianteira
Pilotos de 4 a 9 anos
1 (2) Enzo Lopes (leomotos.com.br/ Freeday)
2 (143) Gabriel Santos (Chulin Moto/Sementes Vedovati)
3 (23) Arthur Todeschini (Expresso Sul Transportes)
4 (144) Lucas Cuzuol (sem patrocínio)
5 (104) Guilherme Rodrigues (GPC Veículos/Odilon Motos)