Foto: Shadow 750 Spirit

Shadow 750 2007, ou a 600 reencarnada?

Foto: Shadow 750 Spirit

Foto: Shadow 750 Spirit

Honda do Brasil pode voltar atr s e lan‡ar a Shadow 750 com o mesmo estilo da Shadow 600, conforme eu sugeri nos dois testes da 750.

Releia um trecho que escrevi sobre a Honda Shadow 750: “Nos Estados Unidos a Shadow 750 tem quatro versäes e uma infinidade de acess¢rios da pr¢pria Honda, al‚m de oficinas especializadas em customiza‡Æo deste modelo. A £ltima versÆo da Shadow americana tem desenho muito nervoso, com labaredas, rodas de liga e escape duplo (como na 600)”. E releia tamb‚m essa an lise que fiz no comparativo com a Yamaha Dragstar 650 “O mais curioso desta an lise de estilo ‚ que a Yamaha tem a sua Dragstar 650 Classic, estilo custom, muito mais bonita e confort vel do que a versÆo nacionalizada, e a Honda tamb‚m tem a sua Shadow em estilo chopper, mas por questäes de estrat‚gia cada uma decidiu por comercializar no Brasil apenas uma versÆo.”

Bom, mais uma vez parece que a Honda do Brasil decidiu ouvir um cara que nÆo entende nada de marketing (segundo a Yamaha) e tudo indica que a nova Shadow 750 ser  a versÆo Spirit, justamente aquela que eu insistia ser mais bonita e legal que a atual Shadow Classic. Bom ‚ isso que afirma meu amigo e jornalista mineiro T‚o Mascarenhas, em sua coluna “Esp¡rito reencarnado”, (no site www.vrum.com.br) sobre a possibilidade de a Honda lan‡ar a Shadow Spirit 750 no Brasil em 2007.

Foto: Estilo mais chopper

Foto: Estilo mais chopper

Segundo o artigo, “a Honda lan‡ou no Brasil, o modelo Shadow 750, para substituir a Shadow 600, que havia subido no telhado, com decl¡nio de vendas, frente a concorrˆncia no Brasil e no mundo. Na troca de motocicletas, a montadora optou pela ado‡Æo do estilo “ianque”, nacionalizando o modelo ACE, American Classic Edition, que tem como caracter¡sticas, muito volume e porte, al‚m de p ra lamas super envolventes. Agora, acaba de lan‡ar e mostrar no SalÆo de Col“nia, j  como versÆo 2007, a versÆo Spirit, que tem um enfoque exatamente oposto, com porte menor, mais leve e esportiva”.

Ou seja, a nova Shadow Spirit 750, nada mais ‚ do que uma reencarna‡Æo da falecida Shadow 600 e deve chegar com moderniza‡äes no motor. Segundo Mascarenhas: “em vez do carburador, o tradicional dois cilindros em vˆ (arquitetura quase obrigat¢ria entre as custom), com 3 v lvulas por cilindro, 745 cm3 e inclina‡Æo de 52 graus, al‚m de refrigera‡Æo l¡quida, sofreu uma cirurgia, para ado‡Æo da inje‡Æo eletr“nica, e fornece 41 cv a 5500 rpm, e um torque de 5,9 Kgfm a 3500 rpm, enquanto a Shadow 750 nacional, ainda permanece carburada”.

Leia a ¡ntegra do artigo: O aspecto geral da nova motocicleta ficou mais leve e mais esportiva. Na dianteira foi adotada uma roda de 21 polegadas de diƒmetro, com p ra lamas curto e rente … roda. J  o banco, do tipo dois andares foi rebaixado para apenas 652 mm do chÆo, transformando a nova Spirit, na custom de m‚dia cilindrada com menor altura de banco, facilitando a vida do pessoal de perna curta. O peso tamb‚m foi reduzido. SÆo 230,5 kg do modelo Spirit, contra 239 kg do modelo tradicional.

Os escapes tamb‚m mudaram. Na Shadow 750 nacional, os dois escapes tˆm sa¡da £nica cromada. Na nova Shadow Spirit, os escapes tˆm sa¡das independentes, conservando, por‚m, o festival de cromados. Outra altera‡Æo importante na ergonomia, foi a ado‡Æo de um novo guidÆo. Em vez do formato t¡pico chifre de boi, agora ‚ um pouco mais plano e curto. O tanque, com capacidade levemente aumentada de 14,3, para 14,6 litros abriga tamb‚m o painel, com destaque para o grande veloc¡metro anal¢gico.

Com a posi‡Æo de pilotagem alterada, via mudan‡as no banco e guidÆo, as suspensäes tamb‚m foram recalibradas. A dianteira, do tipo telesc¢pica, agora tem tubos de 41 mm de diƒmetro e 115 mm de curso, contra 117 mm de Shadow Classic. A suspensÆo traseira, tem dois amortecedores regul veis, com curso de 90 mm. Os freios permanecem inalterados. Na dianteira, um £nico disco com 296 mm de diƒmetro e na traseira, um arcaico tambor, com 180 mm de diƒmetro.

Em compensa‡Æo, a transmissÆo final e feita por eixo cardÆ , que dispensa manuten‡Æo. O cƒmbio continua com 5 marchas, assim como o quadro, feito em tubos de a‡o e com dupla trave, que nÆo foi alterado. J  o farol redondo e £nico foi alterado e tem um bojo cromado menor, para compor o novo estilo mais “light”. A nova Shadow Spirit, pode ser equipada com uma longa s‚rie de acess¢rios, entretanto, j  vem de f brica com o sistema anti furto codificado e acoplado … chave de igni‡Æo.

http://noticias.vrum.com.br/veiculos/template_interna_noticias,id_noticias=
20034&id_sessoes=38/template_interna_noticias.shtml