Stoner deixa rivais a ver navios com vitória em Assen

Stoner deixa rivais a ver navios com vitória em Assen

Stoner deixa rivais a ver navios com vitória em Assen

Casey Stoner ofereceu a si próprio, à Ducati e à Bridgestone a primeira vitória na categoria rainha em Assen depois de soberba corrida desde a pole.

Era preciso ser corajoso para apostar contra Casey Stoner no que toca à conquista da segunda vitória consecutiva depois da fenomenal forma apresentada nos treinos, qualificação e warm up e o australiano começou cedo a mostrar ao que vinha. O piloto da Ducati Marlboro bateu o recorde da pista ao cabo de duas voltas e continuou a melhorar até ao final da corrida para vencer.

A tarefa Stoner ficou facilitada com a ausência de Valentino Rossi na luta pela supremacia, já que o piloto da Fiat Yamaha caiu na primeira volta depois de perder o controlo da traseira da moto e embater em Randy de Puniet. Rossi regressou à acção, chegando por vezes a bater os tempos, excepção feita a Stoner, mas mesmo que não tivesse sofrido o contratempo seria quase garantidamente o Campaão do Mundo de 2007 a ganhar, pois estava muito rápido.

Dani Pedrosa també não consegui travar a secgunda funda consecutiva de Stoner, o piloto da Repsol Honda acabou por rodar sozinho depois de ser passado pelo seu rival. O segundo posto, em conjunto com os azares de Rossi, colocaram o espanhol na liderança do Campeonato do Mundo.

Como na corrida do ano passado na Holanda, o A-Style TT Assen ia marcando o regresso de Nicky Hayden ao pódio em 2008. Sem ser importunado por outros pilotos enquanto acompanhava os homens que seguiam à sua frente, parecia que o Campeão do Mundo ia fazer uma prova solitária rumo ao pódio. Contudo, numa quase trajicomédia, o motor de válvula pneumática consumiu mais combustível que o esperado e acabou mesmo por terminar em quarto enquanto Colin Edwards garantia o segundo pódio do ano.

Vindo da segunda linha da grelha, e caindo na classificação antes de uma recuperação onde mostrou as suas capacidades, o piloto da Tech3 Yamaha colocou os demónios de Assen atrás das costas depois de ter perdido a vitória para Hayden em 2006 na última curva.

Andrea Dovizioso foi quem mais beneficiou de algumas duras ultrapassagens de Jorge Lorenzo, que abriu uma luta pela quinta posição. O piloto do JiR Team Scot acabou por levar a melhor sobre o rival espanhol, com Chris Vermeulen e Shinya Nakano a perderem terreno.