Sebastiano Zerbo, piloto da categoria SuperBike Pro no SuperBike Series 2014

SuperBike Series: Zerbo conquista segunda vitória consecutiva

Neste domingo (4), o Autódromo de em Interlagos recebeu a segunda etapa do SuperBike Series Brasil, que reuniu grandes pilotos da motovelocidade, divididos em sete categorias, O italiano Sebastiano Zerbo (# 81), da Squadra Ducati Ribeirão, venceu e disparou na liderança da categoria SuperBike Pro, a principal do campeonato.

Sebastiano Zerbo, piloto da categoria SuperBike Pro no SuperBike Series 2014

Sebastiano Zerbo, piloto da categoria SuperBike Pro no SuperBike Series 201

“Estou muito feliz com a o resultado. Foi uma prova muito difícil. Uma grande corrida. Gostaria muito de agradecer a Ducati e aos meus mecânicos”, diz o estrangeiro, que travou duelo acirrado com o atual campeão Maico Teixeira (#36), da Equipe Honda Mobil. Ele conseguiu fazer a ultrapassagem sobre o gaúcho na penúltima volta e se manteve na ponta até cruzar a linha de chegada pela segunda vez consecutiva.

Maico, que havia feito a pole e andou grande parte na liderança, não conseguiu acompanhar o italiano no fim da prova e preferiu não arriscar. “Não consegui encostar na última volta e então pensei no campeonato. Resolvi não forçar muito, pois poderia cair. Agora vamos nos preparar para a próxima corrida e buscar a recuperação”, declara o gaúcho.

José Luiz Cachorrão (#51), da Equipe Honda Mobil, ficou com a terceira colocação, seguido por Bruno Corano (#34), da ELF Monster Energy Kawasaki SuperBike Team, que venceu embate com Massao Nishimoto (#41), da Dynel’s, o quinto colocado.

Após largada avassaladora, Sabrina Paiuta terminou a prova na 8ª colocação - foto de Carol Coelho

Após largada avassaladora, Sabrina Paiuta terminou a prova na 8ª colocação - foto de Carol Coelho

SuperBike Pro Estreante – Um dos grandes momentos da corrida foi o bote inicial da piloto Sabrina Paiuta (#8), da Mobil Ituran Racing, que está inclusa nesta categoria. De sexta colocada no grid, ela pulou para a ponta após a largada, na entrada do S do Senna. Depois de diversos pegas, acabou na sexta posição. “Eu vim do motocross, modalidade em que largar bem é essencial, e treino muito esse procedimento”, conta Sabrina que foi ao lugar mais alto, seguida por Andre Paiato (#444), da Paiato Racing. Joãozinho Sobreira (#113), da Mobil Ituran Racing, foi o terceiro colocado.

SuperBike Pro Amador – O primeiro colocado foi Beto Van Cleef (#62), da Mobil Ituran Racing, seguido de Ricardo Negretto (#38), da Sapienza Racing. Marcelo Skaf (#177), da MotoSchool Racing Team, ficou em terceiro, Adriano Nogueira (#10), da Biker’s Racing Team/Citron, foi o quarto e Claudio Linares Jr. (#128), da Misano, foi o quinto.

SuperBike Pro Master – O vencedor foi Mauro Beni (#44), da Solo Moto. O segundo lugar acabou com Elson Tenebra (#2), da Rota K/Econs/Vaz.

600cc SuperSport – O experiente Luiz Cerciari (#3), da Cerciari Racing School, faturou o primeiro lugar. Ele assumiu a ponta após acidente na quarta volta, quando o então líder Alex Schultz (#22), da Dynels Racing, se chocou com um retardatário e o safety car entrou na pista. Na relargada, Cerciari chegou a ser ultrapassado por Ives Moraes (#23), da Motom, mas ele reagiu e recuperou a posição, seguindo em primeiro até a bandeirada. Gabriel Peralta (#13), da Schultz Racing Team, chegou em terceiro. Carlinhos Fagundes (#64), da Bike’s Wash Racing, foi o quarto e Ricardo Bruniera, o Pitty (#8), da Mdeira Performance Racing, o quinto.

600cc SuperSport Pro Amador – O vencedor foi Douglas Pecoraro (#19), Bike’s Wash Racing. Pole position na etapa, Vitor Reis (#25), da Tecfil Racing Team, ficou em segundo. Fabricio de Castro (#75), da BH Racing, terminou em terceiro, seguido por Julio Fortunato (#65), da Sports Plus Racing, e Esdras Lima Reis (#11), da 4 Racing.

SuperBike Light – Numa disputa extremamente acirrada, Fernando Guerra (#913), da No Limit, conquistou o primeiro lugar. Ele cruzou a linha de chegada praticamente junto com Ricardo Levy (#50), da Squadra Ducati Ribeirão, o segundo. Rodrigo Sobral (#120), da Solo Moto, ficou em terceiro, Claudio Linhares Jr (#28), da Misano, foi o quarto e Sergio Makoto (#999), Sapienza Racing, terminou na quinta colocação.

SuperBike Light Master – O primeiro colocado foi Levy Lopes (#56), da Simohara. Luis Paulo Oshiro (#83), da Bordsak, ficou com a segunda posição. Nelson Mágico (#145), da equipe Os Impossíveis/Auto Kraft/Race tech, terminou em terceiro. Sérgio Hissao Hidani (#135), da Bordsak, ficou em quarto e Jirios Semaan Abboud (#100), da BH Racing, com a quinta colocação.

Copa Kawasaki Ninja 600 – O piloto Flávio Pavanelli (#78) levou a vitória. O segundo lugar ficou com Diego Garrido Viveiros (#23) da equipe Tecfil Racing Team. A terceira posição foi conquistada por Flaudemir Joaquim Junior (#9), da equipe Motul, a quarta por João Gomes Junior (#17), da Cia Lontras Racing Team, e Willian Jesus da Silva, o Will (#77), da MCW Racing Team, chegou em quinto.

Copa Kawasaki Ninja 600 Master – O vencedor foi Edvaldo José Martinari (#113), da Duende e Senra Racing.

Copa Honda CBR 500RLeonardo Tamburro (#53), da Solo Moto, largou na pole e assegurou o primeiro lugar. Igor Calura (#25), da Mototech, vitorioso da primeira etapa, terminou na segunda colocação. Maurício Venhoven (#23), o Sagui, da Tuba Racing, ficou em terceiro. Ademilson Peixer (#43), da RF Racing, foi o quarto e Oswaldo Jorge Filho, o Duende (#55), da Duende Racing, o quinto.

Copa Honda CBR 500R Light – O primeiro colocado foi Daniel Paschoalini (#90), da Alemão Pneus. Alef Barbosa (#33), da equipe Tomate Racing, ficou em segundo. Luigi Maffei Neto (#30) foi o terceiro, André Filho (#4), o quarto e Marcos Molero Colombo (#22), da Alemão Pneus, o quinto.

Copa Kawasaki Ninja 300Gustavo Carreira Gil (#1), da Procomps, andou na frente de ponta a ponta e venceu. A prova foi marcada pela disputa intensa pela segunda colocação. Cristiano Aires (#114), da Serra Racing, acabou levando vantagem sobre Marco Antonio Reis (#3), da  Conexão Competições. O quarto lugar ficou para Bruno Cesar Borges (#229), da Gilberto Motos, e o quinto lugar para Carlos Pássaro (#777), da Duda Racing.

Copa Kawasaki Ninja 300 LightNorton Tadeu Jr. (#75), da Tecfil Racing Team, acabou em primeiro lugar. Ricardo de Barros (#77), da 111 Cristal Racing, ficou em segundo, seguido de Cícero Lourenço (#8), da Bradocks. Deivid Monteiro da Silva (#53), da Cristal Racing, completou em quarto e Pedro Ramos e Silva (#113), da Capital Racing, em quinto.

Davi Gomide conquista segunda vitória consecutiva na Honda Júnior Cup - foto de Willian Lucas

Davi Gomide conquista segunda vitória consecutiva na Honda Júnior Cup - foto de Willian Lucas

Copa Kawasaki Ninja 250 Light – A vitória ficou com Gabriel da Silva (#117), da Mobil Ituran Racing. Gustavo Aldegheri (#18) foi o segundo e Leozinho Muniz (#47), da Tecfil Racing Team, o terceiro. O piloto Fernando Rogério Carneiro (#234), da equipe Nando, finalizou em quarto, e Rafael  Sanches (#44), em quinto.

Honda Junior Cup – O piloto Davi Gomide (#31), de 12 anos, conquistou a segunda vitória seguida. Na largada, Renzo Ferreira (#13) assumiu a ponta, mas ainda na primeira volta foi superado por Gomide, que saiu vencedor. Renzo manteve a segunda colocação. Gigi Erbolato (#58) chegou na terceira posição. A quinta colocação na corrida mirim foi de Maria Fernanda (#22). Dois pilotos vieram de Brasília (DF) a convite da organização do SuperBike Series Brasil: Kaywan Alves (#36) ficou com a quarta colocação e Rafael Antonio Fernandes (#50) a sexta. Eles não somam pontos para o campeonato. Já Lucas Cabaco (#47) e Lucas Chiapetta (#11) fecharam as seis voltas de prova na sétima e oitava colocações, respectivamente.