Foto: Yamaha WR 450F 2x2

Tração, Bandit, numeração, impostos, XTuning etc

Foto: Yamaha WR 450F 2x2

Foto: Yamaha WR 450F 2x2

Li duas reportagens em revistas de motociclismo: a 1¦ h  muitos anos atr s sobre uma TT 600 e a outra, mais recente, trazia uma WR 400. O assunto comum …s duas mat‚rias era o desenvolvimento dum sistema de trasmissÆo hidr ulico que transferia at‚ 10% da tra‡Æo p/roda dianteira, sempre que a traseira tendia a deslizar. A tecnologia estava sendo desenvolvida pela YAMAHA em conjunto com outra empresa que nÆo me recordo. Na £ltima mat‚ria foi dito que a moto participou de Rally (ou foi enduro, sei l ) e constataram que principalmente em situa‡äes de baixa aderˆncia (areia, lama) ela era bem mais r pida. E a¡ que sabes a respeito? Abandonaram a id‚ia? VÆo lan‡ar em breve? A roda dianteira correu demais e fugiu?
Clovis – Recife/PE
Primeiro: pare de ler revistas. Segundo a Yamaha junto com a ™hlins fez um tremendo sucesso no Dakar com a Yamaha WRF 450 2×2 e venceu motos de 900 cc. Se vc usar a ferramenta de busca Google dentro do Motonline vai achar v rias referˆncias.

Bandit
E a¡ chibungo v‚io, sua artrose lhe deixa guiar motos?. Caso positivo explique-me: A bandit 1200 com 5 marchas “sofre” em alta pela elevada rota‡Æo em 5 ou a £ltima marcha ‚ uma “over-drive”?
Fernando – Salvador Ba
NÆo! A vantagem de ficar velho ‚ poder falar menos!

Foto: Suzuki 1200

Foto: Suzuki 1200

Numera‡Æo
Tio Tite, lendo as cartas, vi sua resposta em rela‡Æo ao fato de motos terem a numera‡Æo do motor igual ao do chassi. Tenho q lhe dizer q vc se equivocou, pois isso costuma ocorrer nas honda. Tenho uma XTZ 125 comprada zero km e a mesma tem n£mero do motor distinto do chassi. isso ocorreu com todas as xtz e tb ybr q j  obervei, j  q conhe‡o algumas pessoas q possuem essas motos. Ou seja, a yamaha nÆo pratica essa regra de repetir no motor o mesmo n£mero do chassi. No mais, pe‡o q continuem assim com esse site maravilhoso q ‚ o motonline, onde pude esclarecer muitas das minhas d£vidas antes de adquirir essa minha primeira moto.
George – Rio de Janeiro, RJ
Wallace, vc est  certo e sabe quem criou isso na Yamaha? Um tal Harada, conhece?

Impostos
Como sempre fico revoltado em ler as reportagens desse site maravilhoso como o de vocˆs que tem muita informa‡Æo que todos motociclistas deveriam ler, ao mesmo tempo fico informado com isso tudo que acontece nesse pais chamado Brasil, onde todos querem tirar alguns proveito nesse povo que nao tem mais onde tirar dinheiro. Acho que nos como pessoas que pagamos nossos impostos em dia deveriamos tomas algumas providencias, e nos revoltarmos com isso, e tomar alguma decisao para que esse povo ver que nao estamos informados. Gostaria que junto com voces tomar uma deciasao, mandando algum timpo de documentos, email ou outro tipo de documtos falando que estamos revoltados com esse tipo de leis que so favorecem os fabricantes. Vamos nos manifestar junto com vocˆs que sao nossa principal arma contra esses corruptos..
Wander
EntÆo Wander, eu lancei a semente de uma id‚ia que pode decolar: vamos inundar as caixas postais de nossos representantes para sugerir a devolu‡Æo do IPVA em caso de roubo de ve¡culos. O imposto chama-se Imposto sobre PROPRIEDADE de Ve¡culo Automotor. Se te roubam vocˆ perde a propriedade, logo nÆo faz sentido o Estado ficar com seu dinheiro! Ah, e devolve tamb‚m o DPVAT! E fiquem de olho que algum pol¡tico vai ler isso e lan‡ar como id‚ia dele!

XTuning
Tite parab‚ns pelo prˆmio Abraciclo, vocˆ fez por merecer e obrigado pelo servi‡o que seu site tem prestado para n¢s motociclistas. Achei excelente a xt660r tunada, mas tenho uma d£vido quanto ao isto. No caso da xt alterou-se para uma cor que nÆo existe para este modelo, como fica a parte de documenta‡Æo ‚ muito complexo para alterar? E no caso de parada por parte da pol¡cia rodovi ria, h  algum problema?
Robinson – Barueri, SP
Alterar a cor ‚ muito f cil e r pido: basta levar uma nota fiscal de servi‡o de pintura ao Detran e pedir a altera‡Æo do documento!

XT 660
Tite ! Ap¢s ler seu teste com a moto do SergiÆo e juntar uma grana comprei uma XT 660R azul 0 km. Sa¡ de uma Falcon, vc acha que vou ganhar em confiabilidade quanto … mecƒnica ?
Rodrigo – Campinas,SP
Ae, S‚rgiÆo, a Yamaha nos deve uma comissÆo! Eu j  tive umas 10 Yamaha. A moto ‚ muito confi vel, j  a assistˆncia t‚cnica da Yamaha, segundo os pr¢prios leitores, ‚ meio capenga!

Motard
tenho uma xt 600 e gostaria de transforma-la em motard, principalmente nos aros, o que vcs sugerem, aja visto que aqui em minha cidade nÆo temos lojas com esses acessorios e estou encontrando uma certa dificuldade em comparar os valores nas lojas na net.me
joÆo – bel‚m – pa
Ih, JoÆo, tamb‚m nÆo podemos ajudar, porque as lojas s¢ anunciam em revistas e esquecem dos leitores de sites!

Selante
Tite, minha duvida referente ao selante para pneus. Ouvi dizer que o mesmo derrete a camara de ar do pneu depois de um certo tempo. Essa informa‡Æo procede? Tenho quase que certeza que nÆo, mais nÆo custa nada perguntar para quem tem mais experencia.
Jaime – Rio de Janeiro
Que fique estabelecido que ‚ a éLTIMA vez que respondo sobre selantes!  mentira, nÆo estraga a cƒmera, al‚m disso, os donos de motos se esquecem que a cƒmera ‚ DESCARTµVEL, quando se troca o pneu tem de jogar a cƒmera fora junto com o pneu velho! Qualquer pergunta a mais sobre selante, procurem na ferramenta de busca, por favor!

Lander Off
Semana passada te escrevi para te consultar sobre uma lander off road, pois bem, meu amigo, acho que estÆo desenvolvendo um modelo da Lander que seria vendido exclusivamento para o uso Off Road, bem como a CRF 230. De repente seja s¢ um estudo, mas ‚ para ser Lan‡ada dentro de poucos meses.
Spy – Gotham City
Se essa espionagem se confirmar ser  uma grande tacada da Yamaha, mas acho pouco prov vel porque j  existe a TTR 230 prontinha para ser vendida.

Parado
Tite, s¢ hoje fui ler sua mat‚ria sobre cair parado. Seria c“mico se nÆo fosse tr gico. Ainda assim dei boas risadas lembrando do tombo besta com a CB400 porque por distra‡Æo nÆo desci o apoio lateral inteiramente antes. Ca¡ como uma jaca e ainda dei uma piruleta antes de ir ao solo, xingando at‚ a minha pr¢pria sombra, para deleite de um vizinho, que assistiu tudo de camarote. V  para as profundezas quem inventou que para aprender tem que cair.
M rcio – RibeirÆo Preto/sp