detalhe3

TRAXX inicia processo de homologação da Dunna600

A novidade, que já está em solo brasileiro, está em fase de homologação e se chamará Dunna600. Esta moto já é comercializada na China com o nome JH600 e é a moto que equipa as unidades de polícia chinesa e do exército chinês.

No Brasil a Dunna600, a primeira da TRAXX, empresa pertencente ao grupo chinês China South Industries Group, virá com foco no uso misto para longas viagens e uso no dia-a-dia, inclusive off-road.

A moto que está sendo homologada traz painel completo com marcador de combustível, hodômetro parcial e total, tacômetro, indicador de marchas, neutro e luz alta. O assento que fica a uma altura de 795 mm do solo, isso facilita a pilotagem dos pilotos mais baixinhos.

O modelo em testes para homologação vem com motor de 590cc reais e desenvolve 35cv a 6.000 rpm e torque de 4,6 kgfm a 4.500 rpm. O motor é um monocilíndro refrigerado a água, com 4 válvulas e comando SOHC alimentado por injeção eletrônica e câmbio de 5 marchas.

A Dunna600 virá ainda de série com pneus de uso misto e freios a disco nas duas rodas. Apesar de não informar qual o preço sugerido ao mercado consumidor a empresa afirma que esta será a moto de 600cc de preço mais acessível ao mercado. É aguardar.

Sobre a TRAXX

A Moto Traxx da Amazônia faz parte do China South Industries Group (CSIG). Com sede em Pequim, o grupo reúne mais de 70 empresas que atuam em vários segmentos na produção de equipamentos especiais, fotoeletricidade, aço especial, medicina, nova energia, máquina de petróleo, aparelho de combate a incêndio, na produção e venda de miniveículos, de automóveis, de motocicletas (neste segmento é líder de mercado), além de ser atuante na área de pesquisa para o desenvolvimento da indústria da China. A organização tem uma população de 260 mil funcionários exemplares, dentre os quais 40 mil são técnicos e engenheiros profissionais.

No segmento de motocicletas, o CSIG funciona como uma “holding” que controla as seguintes fabricantes: Jialing (China Jialing Industrial Co. Ltd), Jianshe (Chongqing Jianshe Motorcycle Co. Ltd), Dayang (Luoyang Northern Enterprises Group Co. Ltd) e Qingqi (Jinan Qingqi Motorcycle Co. Ltd). Juntas, as quatro empresas de motos representam 40% da capacidade de produção total no mercado chinês, fabricando mais de oito milhões de unidades por ano, nos modelos de 50 a 950 cilindradas.

A fábrica no Brasil

Com uma estrutura de 7 mil m² e espaço total de 53.000 m² a unidade fabril da Traxx, inaugurada no dia 31 de dezembro de 2007, em Manaus, conta com duas linhas de produção. A linha de montagem de motos foi dimensionada para a produção de 100 mil motos por ano. O China South Industries Group (CSIG) considera o Brasil um país estratégico, o primeiro a receber o maior volume de aporte e investimentos do grupo e o primeiro e mais importante na América Latina.