Yamaha RD 50, a primeira motocicleta fabricada no Brasil, em 1974

Yamaha chega aos 47 anos no Brasil e volta a crescer

Quem olha os números de produção e venda de motocicletas hoje no Brasil custa a acreditar que a Yamaha já teve quase o dobro do que tem de participação de mercado. Alguns talvez até duvidem que a marca dos três diapasões fabricou a primeira motocicleta brasileira – Yamaha RD 50 – na primeira fábrica de motocicletas do Brasil – a Yamaha Motor do Brasil em Guarulhos (SP), inaugurada em 1974.

Passados 47 anos de atividade comercial – 43 anos de operação industrial – e mais duas fábricas depois, a Yamaha continua com sua unidade pioneira em Guarulhos praticamente como sede comercial e centro de distribuição. Há outras duas unidades da Yamaha em Manaus (AM), uma que fabrica componentes desde 2004 e a mais antiga que fabrica motocicletas desde 1985.

Foto da foto do dia da inauguração oficial da Yamaha Motor do Brasil, em novembro de 1974, em Guarulhos (SP)

Foto da foto do dia da inauguração oficial da Yamaha Motor do Brasil, em novembro de 1974, em Guarulhos (SP)

Mas foi no mês de novembro de 1970 que a Yamaha começou sua história no Brasil. Inicialmente atuando como uma importadora na icônica Rua General Osório, em São Paulo, onde hoje está a chamada “boca das motocicletas”, a marca que já era conhecida pela qualidade dos instrumentos musicais que produzia, passava a encantar o brasileiro com suas motocicletas.

Quatro anos mais tarde, já instalada na recém inaugurada fábrica em Guarulhos (SP), a empresa novamente fez história ao ser a primeira fabricante a produzir uma motocicleta no Brasil, a saudosa RD 50. A grande expansão veio em 1985, com a inauguração de uma segunda unidade fabril, maior e mais bem equipada, em Manaus (AM). Nela, a primeira motocicleta a sair da linha de produção foi a DT 180 N, modelo que teve grande contribuição para tornar o segmento trail tão popular no Brasil.

Yamaha RD 50, a primeira motocicleta fabricada no Brasil, em 1974

Yamaha RD 50, a primeira motocicleta fabricada no Brasil, em 1974

A Yamaha Motor do Brasil cresceu e se tornou um importante polo produtor e exportador para países seletos e exigentes da Europa, Estados Unidos, Canadá, Japão, Oceania e Mercosul. No Brasil hoje o grupo é constituído por oito empresas Yamaha: Motor do Brasil, Motor da Amazônia, Banco, Administradora de Consórcio, Corretora de Seguros, Componentes da Amazônia, Serviços e Participações e a Yamalog, empresa de logística da marca.

Folheto da campanha de lançamento da Yamaha DT 180 em 1981, um ícone da marca e que abriu o caminho para o off-road no Brasil

Folheto da campanha de lançamento da Yamaha DT 180 em 1981, um ícone da marca e que abriu o caminho para o off-road no Brasil

Mantendo a base e a mesma paixão de quando começou suas atividades no Brasil, a marca vive um dos melhores momentos desde sua inauguração. Mesmo frente as dificuldades que o setor de motocicletas enfrenta, com quedas nas vendas mês após mês, a empresa mostra crescimento e aumento de sua produção em 32% em relação a 2016. De janeiro a outubro de 2017, enquanto o mercado recuou 7%, a Yamaha cresceu 6,8%.

Em quase cinco décadas instalada no país, a marca de Iwata parece ser a única capaz de fazer frente ao domínio da líder Honda. O mercado celebra este aniversário e torce para que a Yamaha possa realmente tornar esta impressão em realidade, conquistando a admiração e respeito de consumidores brasileiros para colaborar para que nosso mercado cresça cada vez mais!

Separador_2



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.