A Ninja ZX-10R foi mostrada ao mundo pela Primeira vez no Salão Duas Rodas

A Ninja ZX-10R foi mostrada ao mundo pela Primeira vez no Salão Duas Rodas

A Ninja ZX-10R foi mostrada ao mundo pela Primeira vez no Salão Duas Rodas

O lançamento internacional da linha 2010 das motocicletas Kawasaki coincidiu com a abertura do Salão Duas Rodas de São Paulo, onde o modelo do ano da nova Ninja ZX-10R foi mostrado ao público pela primeira vez no mundo.

A Ninja ZX-10R modelo 2010 tem o mesmo design arrojado, o mesmo projeto mecânico, aerodinâmico e eletrônico extremamente avançado, mas com algumas novidades para o ano. Entre elas o aperfeiçoado amortecedor Öhlins de direção, com válvula de descompressão e projeto em tubo duplo, que é equipamento padrão da moto e qualificado para competições. Também tem outros desenhos nas carenagens frontal e lateral e um novo escapamento.

A Ninja ZX-10R é superesportiva mais desejada do mundo, pela qualidade de sua construção, pelos detalhes de acabamento. E as importadas para o Brasil são rigorosamente homologadas sob o Promot 3 e meticulosamente adaptadas às condições e combustível brasileiros, e têm a garantia de fabricante pela Kawasaki Motores do Brasil. São motos de altíssimo desempenho que contam ainda com o sistema de controle de tração mais avançado do mundo, assegurando eficiência e segurança no desempenho equivalente ao das mais potentes e modernas motos de corrida.

Motor pronto para competir – Para otimizar o desempenho da ZX-10R para a pista, o motor foi ajustado para um alto desempenho nas altas rotações, sem reduzir o impressionante torque a baixos e médios regimes. Estas características conferem ao novo motor uma perfomance potencial semelhante às superbikes de competição das equipes Kawasaki.

Com Injeção Dupla e Sub-Reguladores ovais, os novos sistesmas de regulagem secundários de injeção de combustível elevam a potência máxima e o comportamento em altas rotações. Enquanto os injetores inferiores operam o tempo todo, a operação do injetor superior é determinada pelo grau de abertura do regulador e das rotações do motor.

Chassis de alta sensibilidade
A equação de rigidez do quadro principal bi-tubular exclusivo da Kawasaki contribui para uma segura sensação de pilotagem. As partes prensadas do quadro, têm substituídas peças côncavas por convexas. Apesar de imperceptíveis a olho nu, as modificações reduzem concentrações de tensão no chassis.

Sub-quadro em alumínio fundido
O sub-quadro em alumínio fundido composto por duas seções, frontal e traseira, está montado na parte superior do quadro principal, permitindo que a suspensão traseira transmita sua carga mais diretamente ao sub-quadro, e assim até o piloto. O novo sub-quadro é também mais estreito, tornando a parte traseira muito compacta e fina.

Painel e Sistema Rai Air
O seu painel de instrumentos híbrido usa utiliza vidro especial com bloqueio UV, tornado o mostrador LED mais brilhante e de fácil leitura. Seu sistema RAM Air, com dutos centrais altamente eficientes, foram redesenhados para reduzir o ruído e melhorar a eficiência da captação de ar. O sistema aumenta a potência da moto, quando em movimento, alcançando os 200 CV.

Suspensão dianteira
O garfo invertido de 43 mm é totalmente ajustável. A instalação das molas na parte inferior faz com que fiquem totalmente submersas em óleo, reduzindo a formação de espuma e portanto melhorando a capacidade de amortecimento, a atuação do garfo e a aderência ao asfalto. Os tubos do garfo da nova ZX-10R recebem ainda um revestimento DLC (Diamond Like Carbon), de alta tecnologia e baixa fricção, uma evolução não apenas na atuação do garfo, mas também no controle da fricção: a parte inicial do curso é retardada, suavizando a transição para uma frenagem estável; uma vez comprimida, a fricção reduzida permite que o curso se mova rapidamente para uma excelente aderência à pista.

Suspensão Traseira
Modificações na suspensão traseira Uni-Trak incluem uma nova posição de instalação e acoplamento. O amortecedor totalmente ajustável agora oferece duplo amortecimento por compressão (baixa e alta velocidade), permitindo o ajuste fino necessário para a pilotagem em competições. A sensação de pilotagem está ainda melhor, e o feedback e o controle de tração são exatamente aquilo que buscam os pilotos em uma máquina pronta para competir.

Freios dianteiros
As pinças radiais Tokico são equipadas com pastilhas duplas, no lugar de 4 pastilhas individuais anteriores. O desempenho da frenagem é equivalente, mas a modificação permite uma excelente aderência inicial e aumenta progressivamente a sensação de controle. Novos discos em forma de pétala de ø310 mm substituem os antigos de ø300 mm, e a espessura foi reduzida de 6 para 5.5 mm para melhor dissipação de calor. Como os novos freios têm menor carga térmica, a sensação de frenagem se mantém mais consistente por longos períodos de forte utilização – como numa corrida ou trackday.

Balança com estabilizador
A balança da ZX-10R utiliza braços prensados para proporcionar um nível de sensibilidade e feedback impossíveis de se obter com uma balança moldada. Especialmente projetada para operar em conjunto com a rigidez otimizada do novo quadro, a nova balança inclui um estabilizador agora fixado na sua parte superior. Esse novo projeto contribui para a excelente estabilidade do novo chassis.

Ficha Técnica
Ninja ZX-10R
Motor 4 tempos, 4 cilindros em linha, refrigeração líquida
Cilindrada 998 cc
Diâmetro x curso 76,0 x 55,0 mm
Taxa de compressão 12,9:1
Sistema de válvulas DOHC, 16 válvulas
Potência máxima 138,1 KW {188 CV} / 12.500 rpm
Torque máximo 113 N•m {11,5 kgf•m} / 8.700 rpm
Sistema de combustível Injeção eletrônica
Sistema de ignição Bateria e bobina (ignição transistorizada)
Sistema de partida Partida elétrica
Sistema de lubrificação Lubrificação forçada (cárter úmido com óleo refrigerado)
Transmissão 6 velocidades, mudança por retorno
Sistema de acionamento Corrente de transmissão
Relação de redução primária 1,611 (87/54)
Relação da 1ª marcha 2,600 (39/15)
Relação da 2ª marcha 2,053 (39/19)
Relação da 3ª marcha 1,737 (33/19)
Relação da 4ª marcha 1,550 (31/20)
Relação da 5ª marcha 1,400 (28/20)
Relação da 6ª marcha 1,304 (30/23)
Relação de redução final 2,412 (41/17)
Sistema de embreagem Multidisco, em banho de óleo
Tipo de quadro Espinha dorsal bi-tubular em alumínio prensado/fundido
Inclinação / Trail 25,5º / 110 mm
Suspensão dianteira Garfo invertido de 43 mm
Suspensão traseira Uni-Trak com amortecedor a gás
Curso da suspensão dianteira 120 mm
Curso da suspensão traseira 125 mm
Pneu dianteiro 120/70ZR17M/C (58W)
Pneu traseiro 190/55ZR17M/C (75W)
Freio dianteiro Disco duplo de 310 mm em forma de pétala
Freio traseiro Disco simples de 220 mm em forma de pétala
Ângulo de direção 27º / 27º
Dimensões C x L x A 2.110 mm x 710 mm x 1.135 mm
Distância entre eixos 1.415 mm
Distância do solo 125 mm
Altura do assento 830 mm
Capacidade do tanque 17 litros
Peso a seco 179 kg