volvokers1

A Volvo e o KERS

A Volvo recebeu um milhão de dólares em fundos perdidos da agência de energia sueca para desenvolvimento do sistema KERS em seus futuros carros de passeio. Envolvidos no programa estavam a Volvo Powertrain e a SKF, além aparentemente da Flybrid Systems inglesa, especialista em supervolantes, parte de Torotrak – e que aparentemente não ficou até o fim do programa.

Supervolantes não são novidade para a Volvo, que na década de 80 fez um modelo 240 assim equipado, nem para muitas outras fábricas. Os supervolantes de aço são relativamente comuns, mas este de agora é feito em fibra de carbono.

Derek Crabb, vice-presidente da Volvo Powertrain Engineering diz que “Se os testes e o desenvolvimento continuarem como esperado, acreditamos que a tecnologia de supervolantes estará nas revendas dentro de poucos anos. Ela é relativamente barata e pode ser usada em volume muito maior de nossos carros do que a tecnologia híbrida plug-in, que só cabe em carros topo de linha. Isto significa que tem potencial de fazer um papel muito forte em nossa estratégia de corte de CO2 em direção a zero.”