Aluno da FEI representa o Brasil em concurso mundial

Gustavo Brambilla, do curso de Engenharia Mecânica Automobilística da FEI, disputa estágio na equipe de Fórmula 1 da Renault com estudantes de mais sete países

O sonho de trabalhar em uma equipe de Fórmula 1 está mais próximo de se tornar realidade para Gustavo Brambilla, 24 anos, aluno do último ano do curso de Engenharia Mecânica Automobilística do Centro Universitário da FEI (Fundação Educacional Inaciana). O estudante representa o Brasil na disputa mundial pelo estágio remunerado no Departamento de Engenharia do ING Renault F1 Team, em Enstone, na Inglaterra. A final do concurso acontece nesta segunda-feira (30), também na Inglaterra.

O projeto do estudante da FEI propõe é o desenvolvimento de um sistema hidráulico e mecânico que refina a variação de cambagem da suspensão dianteira para carros de Fórmula O mecanismo, que atua na suspensão da frente, não possui sistema eletrônico. “Um dos principais benefícios é a melhoria da performance do carro em curvas e frenagem com melhor aproveitamento da capacidade de força lateral dos pneus”, explica Brambilla.

Morador de Santos, Brambilla irá disputar o estágio com jovens de mais sete países. Se vencer, o estudante da FEI passará seis meses no Departamento de Engenharia do ING Renault F1 Team, com direito à acomodação, carro da empresa e bolsa total de £6.500. “O sonho de qualquer engenheiro automobilístico é trabalhar em uma equipe de Fórmula 1″, afirma o estudante de engenharia da FEI.

Brambilla realiza os últimos ajustes na apresentação que fará à comissão julgadora, composta por executivos e especialistas da Renault. Após a apresentação, o estudante da FEI responderá às perguntas feitas pelos jurados.

Para participar da final mundial, Gustavo Brambilla disputou a etapa brasileira em maio. “Fiquei muito surpreso com o resultado, não imaginava que venceria e representaria o Brasil. Os projetos semifinalistas eram muito interessante”, conta. Este ano, entre os 16 projetos inscritos por brasileiros, apenas quatro foram selecionados para concorrer a uma vaga na etapa final. O concurso existe desde 2004 e é realizado pela Academia Altran de Engenharia (Altran Engineering Academy).