Após Etapa Maratona, Rally dos Sertões segue para maior trecho cronometrado

Após Etapa Maratona, Rally dos Sertões segue para maior trecho cronometrado

Após Etapa Maratona, Rally dos Sertões segue para maior trecho cronometrado

Amanhã (23) a caravana do Rally dos Sertões que está em Palmas (TO) seguirá para Balsas, no Maranhão, para participar da maior etapa na história da competição: 682 quilômetros, sendo 536 de trechos cronometrados.

Jean Azevedo, piloto do Mitsubishi da Equipe Petrobras Lubrax, espera que não tenha “surpresas” no dia, depois de três etapas seguidas com problemas mecânicos. “Hoje competimos apenas em 4X2 e cinco cilindros. Ontem, durante a Etapa Maratona, um cabo de vela derreteu e como não poderíamos contar com o auxílio dos mecânicos largamos neste domingo com esses problemas. Portanto, achei nosso resultado (oitavo) muito bom dentro das condições que enfrentamos”, contou. Mark Miller/ Ralph Pitchford, dupla da Volkswagen oficial, obteve a melhor colocação do dia apenas um segundo na frente de Giniel de Villiers/ Dirk Von Zitzewitz, da mesma equipe.

Rodolpho Mattheis, piloto da motocicleta Yamaha da Petrobras Lubrax, também explicou a importância da regularidade no rali. “A prova só acaba em Natal, portanto, é necessário poupar a moto para evitar maiores transtornos”, explicou. Rodolpho continua na liderança da categoria Brasil acima de 450cc. A vitória do dia ficou para o espanhol Marc Coma, seguido pelo francês Cyril Despres, atual líder do Sertões. 61 motos e quatro quadriciclos ainda fazem parte da competição.

Caminhões – Na categoria Caminhões, o trio André Azevedo/Maykel Justo/Ronaldo Pinto, conquistou a terceira posição do dia e continua na vice-liderança, atrás apenas de Edu Piano/ Sólon Mendes/ Davi Fonseca, que compete com um caminhão de peso inferior. “Das três principais posições do pódio, apenas o meu Mercedes-Benz Atego é que possui mais de 4.800 quilos. E não é nada fácil “brigar” nesse cenário. Com um caminhão mais pesado os obstáculos são mais difíceis de transpor e as velocidades também são inferiores. Regiões mais travadas ou sinuosas acabam sendo facilitadas para caminhões menores. Ontem, por exemplo, atravessamos uma ponte bem devagar, pois metade do pneu ficava para fora da madeira, de tão estreita”, enfatizou André Azevedo.

Resultados extra-oficiais – quinta etapa:

Motos – 1º Marc Coma (KTM) – 1h44min57s;
2º Cyril Despres (KTM) – 1h46min17s;
3º Francisco Contardo (KTM) – 1h46min33s;
46º Rodolpho Mattheis (Yamaha) – 1º na categoria Brasil

Carros – 1º Mark Miller/ Ralph Pitchford (Volkswagen Touareg) – 1h45min12s;
2º Giniel de Villiers/ Dirk Von Zitzewitz (Volkswagen Touareg) – 1h45min13s;
3º Krzysztof Holowczyc/ Jean-Marc Fortin (Navara Overdrive) – 1h47min37;
8º Jean Azevedo/Youssef Haddad (Mitsubishi) –
1h54min52s.

Caminhões – 1º Edu Piano/Solon Mendes/Davi Fonseca (Ford) – 2h13min05s;
2º Amable Barrasa/José Papacena Neto/Raphael Bettoni (Ford) – 2h13min09s;
3º André Azevedo/Maykel Justo/Ronaldo Pinto (Mercedes) – 2h27min11s.

Resultados acumulados da classificação geral
Motos
1º Cyril Despres – 16h01min58s
2º Zé Hélio – 16h07min56s
3º Marc Coma – 16h09min21s
49º Rodolpho Mattheis (líder da categoria Brasil)

Carros
1º Giniel de Villiers/Dirk von Zitzewitz – 14h57min25s
2º Mark Miller / Ralph Pitchford – 15h09min54s
3º Reinaldo Varela/Marcos Macedo – 16h22min03s;
11º Jean Azevedo/Youssef Haddad – 17h35min38s.

Caminhões
1º Edu Piano/ Sólon Mendes/ Davi Fonseca – 15h12min
2º André Azevedo/ Maykel Justo/ Ronaldo Pinto – 16h16min08
3º Amable Barrasa/ José Papacena/ Raphael Betto – 16h34min20