Arena Cross terá novo formato e muitas novidades em 2009

Arena Cross terá novo formato e muitas novidades em 2009

Arena Cross terá novo formato e muitas novidades em 2009

Duas novas categorias serão criadas e competição terá campeonato por equipes

A temporada 2009 do Arena Cross promete novidades que vão deixar a mais importante categoria do motociclismo nacional ainda mais competitiva e emocionante. A principal delas é a inclusão do campeonato por equipes, que contará com a participação de 8 times e já tem garantida a presença das fábricas Honda, Yamaha, Suzuki e KTM.

Segundo o regulamento, que ainda não é definitivo, cada equipe poderá ter três pilotos, sendo que um deles, obrigatoriamente, deverá ser da categoria Júnior. “Na verdade, já existia uma grande competitividade entre os pilotos das categorias MX1 e MX2, agora com a unificação destas duas categorias com a criação da categoria “Pro” e do campeonato de equipes, a competição ficará muito mais disputada e emocionante. Até em virtude disso, decidimos formalizar esta disputa e promover mais uma atração para o público que prestigia o Arena Cross”, explica Carlinhos Romagnolli, organizador da competição.

Duas novas categorias serão criadas. A “PRO” será disputada por pilotos a partir de 16 anos e poderá contar com motos de 290cc a 450cc (4 tempos). Apenas pilotos inscritos por equipes poderão disputar esta categoria. Na categoria Júnior, para competidores de 14 a 20 anos, as motos terão cilindradas variando de 125cc (2 tempos) a 250cc (4 tempos). As demais categorias seguem as regras da temporada passada: 50cc, de 5 a 9 anos; 65cc, de 8 a 12 anos; e 85cc, de 12 a 15 anos.

Outra novidade se refere ao sistema de pontuação, que a partir do próximo ano atribuirá pontos até o 15º lugar e não mais até o 10º como ocorria anteriormente. O vencedor marca 20 pontos, o segundo colocado 17, o terceiro 15, o quarto 13 e o quinto 11 pontos. A partir da sexta colocação a pontuação decresce um ponto até chegar ao 15º lugar, que marcará com 1 ponto. Os treinos cronometrados continuarão conferindo um ponto extra ao pole position.

As categorias 50cc, 65cc, 85cc e Junior serão disputadas em uma bateria de 10 minutos mais uma volta. Já a “PRO” terá duas baterias de 15 minutos mais uma volta. A competição, pelo segundo ano consecutivo, será válida pelo Campeonato Brasileiro de Arena Cross, homologado pela CBM.

DESAFIO INTERNACIONAL
O Arena Cross será disputado em sete etapas em quatro estados brasileiros (SC, SP, PR e RJ). A única exceção é a categoria “PRO”, que contará com uma etapa extra denominada “Desafio Internacional de Arena Cross”. Terão vaga garantida na disputa os quatro pilotos das equipes campeã e vice-campeã da temporada, os dois melhores classificados na classificação geral e seis pilotos estrangeiros indicados pela organização. Outras quatro vagas serão definidas nos treinos classificatórios.

Trata-se uma prova semelhante ao Desafio Internacional de Motocross, promovido em duas oportunidades (1997/98) pela empresa Carlinhos Romagnolli Promoções e Eventos, naquela ocasião, a prova contou com pilotos da Bélgica, Estados Unidos, Eslováquia, Inglaterra, Argentina, Chile e Paraguai.

A empresa Carlinhos Romagnolli foi a responsável no final de novembro pela realização do Desafio Internacional das Estrelas de kart que contou com as presenças de pilotos renomados como Felipe Massa, Michael Schumacher, Rubens Barrichello, Jef Gordon, entre outros.