!cid_image001_jpg@01CC7DD3

As elétricas Zero à venda no salão

A norteamericana Zero Motorcycles, fabricante e líder mundial de motocicletas elétricas, informou hoje (28) em sua sede em Santa Cruz, na Califórnia, a expansão de sua atuação para a América do Sul, centrando a operação no Brasil, em sociedade com o Grupo Izzo, de São Paulo.Os primeiros modelos, de competição, de uso urbano e também esportivo serão apresentados e comercializados no Salão Duas Rodas, de 4 a 9 de outubro em São Paulo. Em seguida a marca promoverá programas de testes e apresentações públicas, aumentando as opções.

“Em sua investida fora dos EUA, as motos elétricas Zero já apresentaram um notável crescimento em vendas em toda a Europa, justificando a criação dos novos canais de distribuição, vendas e assistência técnica também no Brasil”, comentou o vice-presidente mundial de vendas John Loyd. Para ele, a parceiria com o Grupo Izzo vai centrar a expansão da marca no Hemisfério Sul. Ela se inicia no Brasil em 11 pontos de venda do grupo, nos quais poderão ser agendadas apresentações e test-drive das Zero.

A operação trará aos motociclistas brasileiros a alternativa das motos elétricas de alta tecnologia,  elevado desempenho esportivo e também para uso nos centros urbanos, como uma opção viável e confiável, para os consumidores comprometidos com o meio ambiente e boa performance.

“Nós escolhemos a parceria com a Zero Motorcycles em razão da qualidade e confiabilidade das suas motos elétricas. Apostando na consciência ambiental que nosso país já tem, e na liderança mundial da Zero Motorcyles, para oferecer motos elétridas de alta performance e desempenho, como excelente veículo urbano”, disse o presidente do Grupo Izzo, Paulo Izzo” Destacou ainda que a amplitude da linha de motocicletas Zero já pode dar aos clientes escolhas mais apropriadas, para os diversos usos. As Zero se lançaram no mercado Europeu em 2008 experimentando um sólido e rápido crescimento da demanda, o que também se espera no Brasil.