Foto: Disputa acirrada na categoria Superbike

Brasileiro de Motovelocidade faz grande festa em SP

Foto: Disputa acirrada na categoria Superbike

Foto: Disputa acirrada na categoria Superbike

Com novo formato, campeonato teve in¡cio a todo o vapor em Interlagos; Os vencedores foram Pierre Chofard e Gilson Scudeler, pela Superbike, al‚m de Doca (Hornet), Marciano Santin (250) e Douglas Figueiredo (250Jr)

Clique aqui para acessar a galeria completa de fotos da primeira etapa do Brasileiro de Motovelocidade.

SÆo Paulo (SP) – Com novo formato, o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade teve in¡cio a todo vapor neste domingo, no aut¢dromo de Interlagos, em SÆo Paulo. O destaque foi a estr‚ia da categoria Honda Hornet 600 e o mais r pido foi o piloto Alecsandre Brieda, o Doca. Al‚m disso, a Superbike contou com duas baterias, vencidas pelos companheiros de equipe Pierre Chofard e Gilson Scudeler.

Na 250, quem venceu foi Marciano Santin. J  na 250Jr, que ‚ a porta de entrada dos novos talentos na competi‡Æo, o primeiro foi Douglas Figueiredo, de 15 anos. A pr¢xima etapa do Brasileiro ser  realizada dias 5 e 6 de maio em Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul. O campeonato passar  ainda por Cascavel (PR), Campo Grande (MS) e novamente SÆo Paulo (SP).

Fazendo hist¢ria – Na Hornet, Edson Morales foi o primeiro a cruzar a linha de chegada, mas acabou desclassificado por apresentar irregularidades t‚cnicas na moto. Assim, Alecsandre Brieda, o Doca, subiu de posi‡Æo e fez hist¢ria como o vencedor da primeira etapa da categoria Hornet na competi‡Æo. “NÆo ‚ o ideal ‘herdar’ o t¡tulo, mas as regras estÆo claras e precisam ser seguidas. Estou bastante feliz, por‚m ganhei apenas a primeira corrida”, lembrou Doca.

A bateria foi disputada metro a metro. “Foi ¢timo, travei uma batalha dura com o F bio Peasson e o Carlos Cruz at‚ as £ltimas voltas. A moto ‚ bem gostosa de guiar, tem bastante potˆncia, e eu estou me adaptando aos poucos”, explicou o bicampeÆo da extinta categoria 500.

Emo‡Æo em dobro – Para proporcionar mais c ompetitividade e economia para as equipes participantes da Superbike, a classe teve duas baterias e cada uma valeu como etapa do Brasileiro. Isto ir  acontecer nas demais etapas da competi‡Æo, a exemplo do que ocorre no Mundial da modalidade. Chofard, que faturou a primeira corrida do dia, aprovou o novo formato. “ bastante interessante”, comentou o piloto.

Por‚m, na segunda bateria, o atual campeÆo Gilson Scudeler deixou o companheiro de equipe com a segunda posi‡Æo. “Foi uma bateria dific¡lima e emocionante. Esse ano vai ser de perder o f“lego”, apostou o piloto. Ele tamb‚m gostou da novidade. “ interessante para o p£blico, que come‡a assistindo uma corrida da Superbike e termina com mais uma bateria desta que ‚ a principal classe do Brasileiro”, concluiu Scudeler.

Calor na pista – Apesar do dia ter come‡ado com chuva, o sol apareceu e aumentou a temperatura na pista. “Foi dif¡cil, porque estava cansado e sentindo muito calor dent ro do macacÆo.  ¢timo come‡ar com o p‚ direito”, comentou o jovem Douglas Figueiredo, da 250Jr.

Santin, que correu na 250, conseguiu se recuperar do desempenho dos treinos. “A corrida foi emocionante e estou muito feliz, porque levei um tombo nos treinos por causa da chuva no s bado”, explicou o piloto. A 250 e a 250Jr correm na mesma bateria, mas a pontua‡Æo ‚ separada.

Confira os primeiros de cada categoria:

Superbike – 1a Bateria – 1o – Pierre Chofard
2o – Gilson Scudeler
3o – Luiz Cerciari
4o – Marco Brunheroto
5o – Pablo Martins
6o – Robson Portaluppi
7o – Leandro Panad‚s
8o – Alberto Braga
9o – Romes C‚sar Silva
10o – Danilo Andric

Honda Hornet – 1o – Alecsandre Brieda
2o – Carlos Cruz
3o – F bio Peasson
4o – Paulo Defavari
5o – Eduardo Zampieri
6 o – Alexandre Silva
7o – Hil rio Casalinho
8o – Carlos Medeiros
9o – Marcos Reis
10o – Eduardo Neto

250 – 1o – Marciano Santin
2o – Murilo Ribeiro
3o – Maico Teixeira
4o – Marcos Mardegan
5o – Renan Alves
6o – Osmar Cefrin
7o – Davidson Jaca£na
8o – Frederico de Almeida
9o – Marcos Nishimoto
10o – Bruno Schunck

250Jr – 1o – Douglas Figueiredo
2o – Ot vio Lucchini
3o – Lucas Mattei
4o – Danilo Lewis
5o – Ant“nio Casalinho
6o – Thiago Zulpo

Superbike – 2a Bateria – 1o – Gilson Scudeler
2o – Pierre Chofard
3o – Luiz Cerciari
4o – Pablo Martins
5o – Cristiano Vieira
6o – Murilo Colatreli
7o – Leandro Panad‚s
8o – Danilo Andric9o – Bruno Corano
10o – Robson Portaluppi