Brigada de motociclistas bombeiros voluntários

Em contato com o Corpo de Bombeiros, o Paredes est  preparando uma campanha para recrutamento de Motociclistas Volunt rios para combate a incˆndios florestais.

Todos os membros receberÆo uma identifica‡Æo em seus coletes que lhes ser  outorgada ap¢s os primeiros trabalhos em conjunto com os Grupamentos de Bombeiros e farÆo parte da BRIGADA DE MOTOCICLISTAS BOMBEIROS VOLUNTµRIOS.

Posteriormente os volunt rios receberÆo treinamentos diretamente do CORPO DE BOMBEIROS.

Os interessados em se apresentar, como volunt rios, deverÆo contatar o Paredes imediatamente pelo telefone celular (41)9925-6654.

 inten‡Æo do Paredes que MOTOCICLISTAS de todo o Estado do Paran  e tamb‚m em outros Estados se apresentem como volunt rios em suas respectivas regiäes, pois o fogo nÆo escolhe os locais. Acredita-se na adesÆo imediata de centenas de Moto Clubes e motociclistas para esta empreitada nas diversas regiäes atingidas.

Focos de fogos na regiÆo da Serra do Mar ainda nÆo foram controlados
Os incˆndios florestais tiveram um aumento de 23% no Paran  desde o in¡cio deste ano, com rela‡Æo aos sete primeiros meses do ano passado. Conforme reportagem do Paran TV desta ter‡a-feira (11), de 1§ de janeiro a 31 de agosto de 2007, foram registrados 8.736 incˆndios florestais. No mesmo per¡odo de 2006, foram computados 7.121 focos. Segundo a Defesa Civil, somente em agosto deste ano, foram 2.340 focos combatidos no Paran , uma m‚dia de 75 por dia. Nas £ltimas 24 horas, os Bombeiros receberam 98 avisos de incˆndio.

Um desses acontece na Serra do Mar, onde a  rea de Mata Atlƒntica pr¢xima ao Pico do Paran  est  queimando desde segunda-feira (10). Bombeiros passaram a noite na regiÆo no combate …s chamas. Outro acontece em Tijucas do Sul, onde os Bombeiros continuam tentando controlar o fogo em uma mata de reflorestamento. A vegeta‡Æo est  seca e o fogo j  chegou perto da cidade.

Mais dois focos de incˆndio em Cascavel, no Oeste, em  rea de reflorestamento e tamb‚m em mata nativa estÆo dando trabalho. Em Foz do Igua‡u, na mesma regiÆo, boa parte de uma reserva natural particular, pr¢xima ao Parque Nacional do Igua‡u, foi queimada. De acordo com os Bombeiros, o incˆndio foi controlado na noite de segunda-feira.

O n£mero de queimadas ‚ alarmante, segundo estat¡sticas da Defesa Civil. Como mostra o mapa acima, quase 90% da superf¡cie do estado, representada na cor vermelha, ‚ considerada de “risco extremo de incˆndio”. As  reas em laranja, no Sul e no Litoral, onde houve pouca chuva, estÆo em “risco elevado”. Essas condi‡äes sÆo provocadas pela falta de chuvas, baixa umidade do ar e alta temperatura.

Esses fatores clim ticos nÆo podem ser controlados, por isso a Defesa Civil pede … popula‡Æo que ajude no que for poss¡vel a prevenir os incˆndios. “J  que a chuva nÆo vem, n¢s nÆo temos a previsÆo de chuva para os pr¢ximos dias, a nossa esperan‡a ‚ o nosso pedido … popula‡Æo para que nÆo coloquem fogo e denunciem quem estiver fazendo essas pr ticas”, solicita o tenente Eduardo Pinheiro.

O Parque Nacional do Igua‡u, na regiÆo Oeste do Paran , foi atingido no in¡cio da tarde desta ter‡a-feira (11) por um incˆndio. No fim de semana, uma  rea vizinha ao Parque havia sido atingida pelo fogo, mas sem chegar … reserva florestal.

Nos Parques Estaduais do Pico Paran  e Roberto Ribas Lange, na Serra do Mar, equipes do Corpo de Bombeiros e volunt rios ainda nÆo conseguiram controlar as chamas.

No Oeste – O novo foco de incˆndio do Paran  teve in¡cio em uma fazenda de aveia, pr¢xima ao Parque Nacional do Igua‡u, e atingiu o local, com um frente de fogo com extensÆo linear de 3 km, conforme informa‡äes do tenente Eduardo Pinheiro, da Defesa Civil do Paran . Cerca de 40 homens do Corpo de Bombeiros estÆo trabalhando no local, utilizando diferentes t‚cnicas para conter o fogo, e nÆo h  previsÆo para conclusÆo dos trabalhos. Ainda serÆo definidas as estrat‚gias para conter o fogo durante a madrugada, mas ‚ prov vel que uma equipe de plantÆo fique monitorando a  rea.

Serra do Mar – Desde o £ltimo domingo (9), o incˆndio na regiÆo da Serra do Mar j  consumiu cerca de 70 hectares (o equivalente a 70 campos de futebol) na divisa entre os dois parques, localizados na regiÆo metropolitana de Curitiba. O Morro do Get£lio j  foi totalmente consumido pelo incˆndio e a face norte do Morro Caratuva, onde estÆo instaladas antenas de transmissÆo de radioamadoras e da Pol¡cia Ambiental, est  bastante comprometida, segundo nota divulgada pelo Instituto Ambiental do Paran  (IAP).

Cerca de 80 pessoas entre t‚cnicos do IAP, montanhistas volunt rios e integrantes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e do BatalhÆo de Pol¡cia Ambiental, estÆo de plantÆo no local, que tamb‚m nÆo tem previsÆo para terminar o trabalho de controle …s chamas.

Causas – Desde o in¡cio deste ano o Paran  j  registrou 8.736 incˆndios florestais, todos provocados por atos humanos. “O Estado est  com risco extremo de incˆndio em 90% de sua  rea. Por isso pedimos para que a popula‡Æo tenha cuidado e fique alerta, porque com a vegeta‡Æo seca um simples ato pode provocar incˆndio rapidamente”, comentou o tenente Pinheiro, salientando que somente a chuva e a conscientiza‡Æo das pessoas podem ajudar a evitar a ocorrˆncia de novos focos de incˆndio no Estado. O tenente salientou tamb‚m que o trabalho para apagar incˆndios florestais ‚ um dos mais dif¡ceis para os bombeiros.

Conforme informa‡äes do IAP, o incˆndio na Serra do Mar come‡ou pr¢ximo a uma  rea utilizada para acampamento, e pode ter sido provocado por descuido dos visitantes, como uma fogueira mal apagada.

ESTµ TUDO NO SITE : www.motociclismodobrasil.com.br