BMW-F800GS

Combustão espontânea na BMW F 800 GS?

O leitor José Emanuel Ponce Brom escreveu ao Motonline para relatar sua indignação com a BMW Motorrad do Brasil sobre a negativa de garantia pela empresa para o incêndio em sua moto BMW F 800 GS que pegou fogo parada na garagem de seu prédio, em Goiânia (GO). O leitor enviou completo material, inclusive laudo pericial da polícia técnica do Estado de Goiás. Motonline entrou em contato com a BMW Motorrad que confirmou a resposta que já havia sido dada ao consumidor, negando a garantia. A seguir, um breve resumo do que ocorreu, conforme o relato do leitor.

Detalhe da BMW F 800 GS incendiada

Detalhe da BMW F 800 GS incendiada

“Minha motocicleta BMW F 800 GS 2011/2012, chassi 95V022501CZ063822 de minha propriedade, na madrugada do dia 11/03/2013 para o dia 12/13/2013 estava estacionada na garagem do prédio onde resido e, aproximadamente as 5:30 fui acordado pelo porteiro do prédio que interfonou dizendo que minha moto havia pegado fogo. Quando desci já haviam acionado um extintor de incêndio e apagado a chama. A moto foi enviada no mesmo dia para a concessionária Welt Motors em Goiânia.

Esperei vários dias e mantive contato com o SAC da BMW que me atendeu sempre friamente. A concessionária sempre tentou amenizar meu descontentamento me tranquilizando dizendo que a BMW estava cuidando do assunto e que em breve eu receberia uma resposta. De fato, depois de 40 dias para meu espanto e dos funcionários da concessionaria, foi enviado pela BMW do Brasil  um perito contratado por eles que negou a garantia alegando “defeito causado por agentes externos”. Apesar de ter ficado estarrecido, pedi uma explicação sobre o que levou o perito a concluir isso e me mostrar qual foi o “agente externo” e que me enviassem laudo da perícia, o que não ocorreu.

No dia 16/5/2013 entrei com uma ação contra a BMW. É importante destacar que no dia do ocorrido, foi feita uma perícia pela Polícia Técnica do Estado de Goiás na presença da da gerente da oficina da Welt e de outras testemunhas. Claro que a concessionária Welt fez orçamento para reparo na moto, que ficou no valor de R$ 38.900,00, ou seja, mais caro do que a própria moto.”

Laudo pericial da Polícia Técnica do Estado de Goiás atestando que houve curto-circuito no chicote da moto

Laudo pericial da Polícia Técnica do Estado de Goiás atestando que houve curto-circuito no chicote da moto

Página do laudo pericial que mostra o fragmento do chicote elétrico com os fios fundidos

Página do laudo pericial que mostra o fragmento do chicote elétrico com os fios fundidos

Motonline enviou o caso à BMW Motorrad que respondeu com o seguinte documento:

Prezados Senhores,

Em referência à reclamação realizada a este renomado Veículo de Comunicação pelo cliente Sr. José Emanuel Ponce Brom, proprietário da motocicleta BMW, modelo F 800  GS, chassi 95V022501CZ063822, ano 2011 e modelo de fabricação 2012, gostaríamos de esclarecer o que segue:

A motocicleta em questão adentrou-se a instalações da concessionária Welt Motors com a reclamação de pane elétrica, da qual, supostamente, ocasionou um incêndio no produto. Após verificações e pericia realizada, por uma empresa terceirizada e especializada no setor, constatou-se que a avaria apresentada fora ocasionada por agentes externos, descaracterizando assim, uma falha de produto. Diante do exposto, lamentamos não poder atender positivamente a solicitação do cliente no que concerne a garantia para reparo do produto.

Sendo o bastante para o momento, permanece à inteira disposição.

Atenciosamente,
BMW Group Brasil
Serviço de Atendimento ao Consumidor
0800 707 35 78 (2ªf a 6ªf das 7h00 às 19h00)