Cordura precisa ser lavada pelo avesso

Como limpar seus equipamentos de proteção

Como diz a música do Kansas “Dust in the Wind” – “Tudo que somos é poeira no vento” e numa moto isso é a mais absoluta verdade. Já foram várias viagens e toda a poeira da estrada está acumulada no macacão e na jaqueta. Hora de limpar. Mas como fazer corretamente?

Macacões

Macacões precisam ser limpos e depois hidratados

Macacões precisam ser limpos e depois hidratados

Limpar o couro é um problema. Não recomendo lavar, mas limpar com sabão neutro apenas nas partes onde há sujeira incrustada. Afora isso a melhor maneira de fazer o couro durar mais é usar o bom e velho hidratante. Para escolher um hidratante você vai precisar da consultoria feminina. Procure hidratantes mais baratos, desses vendidos em supermercado e que não custam mais que R$15,00 um pote de meio litro.

Antes de passar o hidratante coloque o macacão pendurado em um armador, arara, caibro, ripa ou varal. O ideal é que fique suspenso sem contato com o chão. Isso facilitará a limpeza. Primeiramente passe um pano úmido para retirar a poeira que está no macacão. Em seguida outro pano umedecido em sabão neutro (não exagere no sabão – dê preferência ao de coco ou detergente neutro biodegradável). Busque com isso retirar as sujeiras que parecem ter manchado o macacão. A maioria delas sai facilmente. Não tente remover o piche. Não use solvente. Vai acabar danificando ainda mais.

Deixe secar por uns minutos e depois aplique o hidratante. A aplicação é semelhante a que as mulheres fazem quando passam creme em seus corpos. Coloque na mão e vá passando. Repita a operação até perceber que o couro está mole e aparentemente úmido – digamos viçoso.

Deixe-o pendurado no cabide. É importante lembrar que um cabide não segura o peso do macacão, sendo assim, use dois ou três amarrados uns nos outros.  Deixe o couro descansar e no dia seguinte passe um pano seco para retirar ainda mais sujeira e repita a operação. Deixe-o pendurado.

Não dobre o macacão, pois pode marcar o couro. Quando for utilizá-lo novamente vai perceber como estará gostoso de vestir e brilhante. Na realidade o couro já foi uma pele, o maior órgão do corpo dos animais e que por ter estado viva precisa ser hidratada para ser conservada. Os vaqueiros nordestinos usam o sebo de carneiro para manter o couro hidratado. O problema é que, apesar de ser bem eficiente, ele deixa um cheiro estranho.

Outra opção é utilizar cera líquida transparente, mas eu não recomendo, pois deixa o macacão liso demais e isso pode fazer com que você dance ou escorregue em cima da moto. É arriscado para a sua segurança. Portanto, se puder, evite usá-lo.

Cordura precisa ser lavada pelo avesso

Cordura precisa ser lavada pelo avesso

Outra dica importante: a maioria dos macacões possui proteções internas que podem ser retiradas. Uma vez por ano retire-as e lave. Se o forro interno for removível faça a mesma coisa, só que a cada três meses. Retire-o e lave-o numa máquina de lavar com sabão em pó e um removedor tipo Vanish. Depois de seco, monte no macacão.

A hidratação proposta vale para macacões com duas peças – calça e jaqueta. Monte e pendure e repita o mesmo procedimento para os macacões de uma peça só.

Jaquetas em cordura, brim ou jeans

As jaquetas em cordura possuem forros internos e proteções removíveis. Antes de lavar retire-as e lave em separado. As jaquetas em cordura precisam ser lavadas com sabão em pó e amaciante e podem ser lavadas em máquinas de lavar, desde que estejam pelo avesso. Isso vai ajudar a evitar que durante o enxague e a centrifugação o zíper e as parte duras batam nas paredes da máquina e assim acabem se danificando.

Jaquetas em brim ou jeans devem ser lavadas em separado, pois podem soltar pigmento. A secagem deve ser feita à sombra e pelo avesso.

Proteções

Cuidados especiais para luvas e botas

Cuidados especiais para luvas e botas

As proteções que você coloca por baixo da roupa tipo caneleiras, joelheiras, cotoveleiras, protetores de coluna e armadura de off-road devem ser lavadas em tanque, pois na máquina correm o risco de danificá-la por conta do enxague e da centrifugação. Para lavar no tanque é bem simples. Encha o tanque e coloque água misturada com sabão e amaciante. Deixe de molho. Em seguida lave com água limpa e coloque para secar a sombra.

Luvas e Botas

Luvas devem ser hidratadas com hidratante e depois passe cera líquida usada para engraxar sapatos. Se forem feitas em material sintético, portanto, lavável, siga o mesmo procedimento usado para lavar proteções e segunda pele. Nem todas as luvas podem ser viradas ao avesso. Se não der para fazer isso seque-as penduradas pelas pontas para que a água escorra facilmente pelo punho.

Botas podem ser limpas com pano úmido e se forem de couro devem seguir o mesmo processo do couro. Pano úmido, depois pano úmido com sabão neutro e em seguida o hidratante ou a cera líquida usada para engraxar sapatos.

A segunda pele

A segunda pele pode ser lavada na máquina sempre tendo o cuidado de colocá-la pelo avesso. Lave-a sempre que usar. Ela recebe todo o suor, fluídos corporais e gordura emanados pelo seu corpo em atividade.

Seguindo estas dicas seu equipamento irá durar bastante tempo e sempre terá aparência de novo e um cheirinho agradável.

 



Motociclista desde os 18 anos. Jornalista e apaixonado por motos desde que nasceu.