Foto: Tiago Fantozzi, o mais r pido do dia entre as motos

Competidores superam o rio Bagagem no primeiro dia de especiais

Foto: Tiago Fantozzi, o mais r pido do dia entre as motos

Foto: Tiago Fantozzi, o mais r pido do dia entre as motos

O alerta no briefing foi ouvido atentamente.

A travessia do Rio Bagagem seria a grande pedra no caminho dos competidores no primeiro dia de especiais da 14¦ edi‡Æo do Rally Internacional dos Sertäes, que come‡ou na tarde de quarta-feira (26), com o pr¢logo em Goiƒnia (GO). Os carros chegaram a Mina‡u (GO) na tarde desta quinta-feira (27) depois de um percurso total de 646 km.

O dia foi dividido em duas especiais completamente distintas, com um pequeno deslocamento intermedi rio. O primeiro trecho teve 105 km, contra 118 km do segundo.

As dificuldades come‡aram com o deslocamento inicial. A distƒncia superior a 300 km exigiu que pilotos e navegadores deixassem a cidade de Goiƒnia ainda de madrugada, rumo ao interior do Estado. Chegando ao trecho determinado encontraram uma especial extremamente dif¡cil, marcada principalmente pela passagem pelo rio fundo e cheio de pedras roli‡as. Caracter¡sticas que atrapalharam alguns dos principais favoritos ao rali. O primeiro foi Z‚ H‚lio, que havia feito o terceiro melhor tempo no pr¢logo e parou com a moto afogada.

O chileno Carlo De Gavardo e o australiano Christophe Barrier-varju tamb‚m enfrentaram problemas na travessia. O francˆs Cyril Despress, campeÆo do Rally Dakar no ano passado, foi outro que acabou caindo num rio. Todos eles conseguiram prosseguir na prova. O mais r pido do dia foi Tiago Fantozzi, com um KTM, com 2h55min37s. Jean Azevedo, que nÆo conseguiu trocar os pneus para a segunda parte da etapa, ficou com o segundo tempo. Cyril Despress terminou o dia em terceiro lugar. Se nas motos o rio trouxe complica‡äes, nas demais categorias nÆo foi diferente.

Os atuais campeäes Edu Piano / Rog‚rio Almeida chegaram a sofrer uma quebra de cƒmbio depois de parar ao longo da travessia. Todo o esfor‡o na especial travada do in¡cio do dia foi recompensada com a oportunidade de acelerar na segunda parte, que tinha tra‡ado e piso bem mais r pidos. “Fizemos as curvas depressa demais e a¡ fica assim, como estou, com o cora‡Æo na boca”, disse Klever Kolberg ao chegar na Praia do Sol, o local de concentra‡Æo do rali em Mina‡u. Ele foi o mais r pido entre os carros, com o navegador Eduardo Bampi. Entre os caminhäes, Amable Barrasa / Jos‚ Papacena levaram a melhor.

O dia registrou um acidente mais forte envolvendo o piloto Fabio Garcez, que bateu num carro de passeio durante o deslocamento inicial, nas proximidades de Niquelƒndia, quando se dirigia para o in¡cio do trecho. Ele precisou ser resgatado pelo helic¢ptero e levado ao Hospital Santa Lucia, em Bras¡lia, onde passou por exames, que diagnosticaram fraturas no fˆmur direto e no antebra‡o esquerdo. O piloto sofreu tamb‚m um traumatismo craniano leve. Sua situa‡Æo ‚ est vel e ele chegou at‚ mesmo a conversar com familiares. Depois, foi sedado e ser  transferido para SÆo Paulo.

Mina‡u – Palmas
Os carros, motos e caminhäes partem para mais uma capital nesta sexta-feira (28), com a primeira moto largando …s 8h00. O destino ‚ a cidade de Palmas (TO). A especial ter  in¡cio por estradas de fazendas, seguindo para pisos com erosäes, lombadas e mata-burros. Em seqˆncia, os competidores enfrentarÆo pontes de madeira em estado prec rio e outra travessia de rio. O deslocamento inicial ‚ pequeno, a prova come‡a praticamente dentro da cidade. J  o caminho at‚ Palmas, depois das especiais, ser  de 276 km. O dia ter  um total de 551 km percorridos.