Dicas de viagem

1. A emoção de uma viagem e a perspectiva de curtir o melhor do roteiro deve ser sempre constante. Afinal o encontro dos motoclubes é um momento participativo e de solidariedade. Todo motociclista é um irmão. Quando houver necessidade, ofereça ajuda.

2. Antes de ir para um encontro, ligue para o motoclube anfitrião para obter mais informações sobre o evento.

3. lembre-se de revisar a sua moto conferindo os itens necessários para uma viagem às vezes longa, não esquecendo ferramentas, a sua habilitação e documento da moto.

4. Faça ou imprima o roteiro da viagem, as paradas programadas para reabastecer, em média a cada 150 km, dar uma olhada geral na moto e fazer exercícios de alongamento

5. Faça sua reserva de hospedagem antecipadamente, provavelmente as pousadas estarão repletas neste período. Leve o mínimo de bagagem possível, roupas leves, sapatos adequados e confortáveis.

6. Respeite as comunidades locais, seus valores, crenças e costumes. Não tenha atitudes que impactem com a tradição local.

7. Confira se está levando baterias extras para a sua máquina ou filmadora.

8. Evite pilotar sozinho e à noite por estradas não conhecidas. Pontos turísticos afastados da comunidade deve-se contratar guias especializados e confiáveis.

9. Se você leva carona, lembre-se de tocar-lhe de quando em quando para evitar que ele cochile. Existe estatística que mostram índice elevado de acidentes porque o carona dormiu e provocou o desequilíbrio do conjunto.

10. Não informe o seu destino para desconhecidos. Diga sempre o roteiro inverso.

11. Além das ferramentas que acompanham sua motocicleta, procure também levar, se possível, os seguintes utensílios:
– Kit de reparo rápido para furos em pneus sem câmara.
– Spray para enchimento emergencial de pneu com câmara.
– Lâmpadas sobressalentes.
– Cabos de embreagem e de acelerador.
– Velas de ignição.

12. Cuidado com a velocidade e com a ultrapassagem. Cuidado com as sombras sobre o asfalto, elas podem esconder buracos. Cuidado com areia sobre o asfalto, o que provoca derrapagens.

13. Consulte algum colega que já tenha feito esta viagem. Sempre existem dicas importantes.

14. Se vai viajar em grupo, siga a norma de viagem estabelecida pelo motoclube. Para uma viagem segura, todos dependem de todos.

Curta bastante. Seja feliz na ida e na volta. Boa viagem!.

DICAS COMPLEMENTARES: (Principalmente para viagens longas).

– Diversas chaves (fenda, boca, allen, alicate), pedaços de arame, fita isolante e uma pequena lanterna.
– Duas flanelas, duas aranhas extras.
– Dois Tyre Pando para pneus furados
– Graxa branca para motocicletas para lubrificar a corrente diariamente.
– Um estojo de primeiros socorros.
– Roupa básica para viagem: capacete fechado, jaqueta e calça de couro, um par de botas cano longo, um par de luvas fechadas e reforçadas com Kevlar
– Óculos escuros (fundamental quando se viaja contra o sol)
– Macacão impermeável para chuva (muito importante)
– Um par de luvas plásticas (cirúrgicas ou p/ lavar louça). Importante para usar por baixo da luva normal em dias de chuva (evita o frio)
– Um ivanhoé de lã para proteger o rosto e pescoço do frio
– Uma bandeira do Brasil amarrada a meia vara de pescar que estava costurada no alforge. Tal bandeira realmente chama a atenção, e em todo lugar que você para todos querem saber detalhes da viagem … eu recomendo.
– Alguns sacos plásticos para colocar nos pés em dias de chuva, ou você pode enrolar rolopack na bota que também é eficiente
– Alguns mapas pegos na internet ou 4 rodas.
– Uma boa câmera fotográfica.
– Protetor solar para passar no rosto, que queima por baixo do capacete
– Uma manteiga de cacau, pois o frio resseca muito os lábios
– Alguns comprimidos para dor de cabeça, azia, antitérmico e relaxante muscular.
Kit de emergência: Água oxigenada, álcool, esparadrapo, gaze, algodão, Merthiolate, anador, gelol, bandaid, cotonete, uma pinça e uma tesourinha sem ponta. Uma agulha pra tirar os estrepes e espinhos que entram no pé. Ter sempre um HIPOCLORITO DE SÓDIO para purificar a água.

– Roupas: Todas dentro de sacos para evitar que a chuva molhe.
– Kit para o frio: 2 camisetas de manga comprida, uma blusa de lã, um meião (tipo futebol), uma calça pijama de flanela (para por debaixo da calça). Em alguns locais mais frios você pode precisar
– Uma toalha pode ser útil em alguns hotéis.
– Um pequeno bloco de anotações e caneta para o diário de bordo.
– A quantidade de roupa e coisas é muito particular e vai do interesse de cada um, apenas lembre-se que cada item a mais representa mais peso, menos espaço e com certeza atrapalha o rendimento da moto e por conseqüência da viagem.

SITUAÇÕES PERIGOSAS
• Situar-se detrás de ônibus e caminhões para evitar o vento;
• Transitar sobre a faixa continua ou tracejada entre duas filas de veículos;
• Ultrapassar pela direita ônibus ou similares;
• Colocar-se onde o motorista não o vê pelo espelho retrovisor;
• Passar muito perto de veículos, pois, o motorista pode descer;
• Não cruze a linha férrea em forma perpendicular;
• Transitar com a velocidade maior que a permitida;
• Transportar mais de um passageiro ou garupa;
• Levar carga que o impeça de manter as mãos no guidão;
• Transitar com crianças na parte dianteira;
• Olhe! Atrás de uma bola vem um menino;
• Fazer piruetas ou manobras esportivas na via.

A dica mais importante: Nunca se esqueça de quando for viajar, tanto de moto quanto de avião, ônibus ou automóvel, fazer sua oração para o seu anjo da guarda para que o mesmo o acompanhe na viagem e esteja sempre ao seu lado lhe dando a intuição ou inspiração para que tudo ocorra bem. Alguns conseguem perceber a sua presença e ouvir do mesmo a inspiração….

Sant Clair do Amaral Neto