Massao Nishimoto, da SuperSport 600 Pro, venceu a primeira no TNT SBK

Disputa espetacular entre Andric e Benedictis marca a oitava etapa do SuperBike Series

Passou perto, mas não foi desta vez que um piloto quebrou a hegemonia de Danilo Andric, da Limited Motosport, no SuperBike Series Brasil em 2011. Na oitava etapa do ano, realizada neste domingo em Santa Cruz do Sul, RS, Rodrigo de Benedictis “Benê”, da Motonil Motors, mas, na última volta, Andric usou de sua experiência e tomou a ponta para vencer pela sétima vez seguida no ano.

Andric comemora no pódio a sétima vitória do ano

Andric comemora no pódio a sétima vitória do ano

Desde a largada a disputa foi intensa e Benê, largando na terceira fila do grid, completou a primeira volta na terceira colocação. Na liderança da prova, o pole position Diego Pretel, da Metric Method, manteve-se em primeiro, enquanto Andric continuou em segundo, com Alan Douglas, da Pitico Racing, em quarto e Alecsandre de Grandi, o Doca, da Team De Grandi Bardhal, em quinto.

Para o segundo colocado, a disputa foi limpa e a disputa pelo campeonato ainda está aberta. “A prova foi muito boa, ainda tenho pouca experiência, mas sabemos jogar limpo. Ainda é a segunda corrida com a moto, estou aprendendo a lidar com ela, aprendendo as reações e gostaria de agradecer à toda equipe pelo ótimo trabalho”, destacou Benê que agora está com uma BMW S1000 RR.

Completando os cinco primeiros, Sarin Carlesso foi o terceiro colocado da prova, Diego Pretel foi o quarto e, José Luiz de Camargo, o Cachorrão, completou o pódio na quinta colocação. Na classificação do SuperBike Series, Andric lidera com 181 pontos, contra 149 de Bruno Corano, da TNT Suzuki Maxima, que terminou a etapa gaúcha na nona colocação. Doca é o terceiro colocado com 136 pontos. Cachorrão é o quarto com 131 e Pedrosa fecha os cinco primeiros da categoria SuperBike Pro com 119.

Outras categorias
Na categoria Pro-Estreante, Diego Pretel ficou com a vitória, seguido por Bruno Silva, da Target Race, em segundo e Ricardo Pelosini, da Boi Racing, na terceira colocação. Na Pro-Amador, Ivan Gouvêa, companheiro de equipe de Bruno Corano na TNT Suzuki Maxima, confirmou a evolução e venceu a etapa, seguido pelo sul-matogrossense Leymar Sanches, da Fura 300 Racing.

Na categoria Pro-Master, a vitória ficou com o catarinense Giovani Mocelin, da Primus Racing, seguido por Ricardo Gornati e Paulinho Gabriel, da TNT Suzuki Maxima. “Foi um final de semana excelente. Tivemos contratempos com chuva, frio, mas foi muito produtivo. Agora o negócio é ir para Curitiba e acelerar com o pessoal”, disse Mocelin.

Massao Nishimoto, da SuperSport 600 Pro, venceu a primeira no TNT SBK

Massao Nishimoto, da SuperSport 600 Pro, venceu a primeira no TNT SBK

Nas 600cc, Massao Nishimoto, da Motonil Motors, venceu a primeira no TNT SuperBike e aparece isolado na classificação geral da categoria. Marcello Brasil, da Target Race, ficou na segunda colocação e o catarinense Rogerinho Gentil, da Casa dos Motoqueiros, chegou em terceiro. Na SuperSport 600 Pro-Am, Fernando Ferraz, também da Motonil, venceu em Santa Cruz do Sul e ampliou a vantagem sobre Pedro Gonçalves, da TNT Dia-Frag Maxima, que terminou na segunda colocação.

Próxima etapa
A nona etapa do SuperBike Series acontecerá no dia 24 de Julho no autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais, PR e valerá pontos para a quarta etapa do TNT SuperBike. No mesmo dia, no autódromo de Interlagos, SP, acontecerá a sexta e última etapa do Pirelli Mobil SuperBike para a SuperBike Pro Am Light e Stock, Copa Kawasaki Ninja 250 R, categorias 250cc Multimarca e Classic 135cc.

Confira toda a programação, vídeos, fotos, notícias, resultados pelo site oficial do SuperBike Series Brasil e nas mídias sociais Twitter (@superbikebrasil) e Facebook. O SuperBike Series tem a realização da MotoSchool. Patrocínio de Pirelli, Mobil, Kawasaki, Alemão Pneus, Dia-Frag, TNT Energy Drink, Alpinestars, Brembo, Shark. Apoio da Prefeitura da Cidade de São Paulo, São Paulo Turismo e ESPN Brasil.

Resultado final
1º) 64 – Danilo Andric (P, SP), 19 voltas em 28:17.349 (média de 142,25 km/h)
2º) 97 – Rodrigo de Benedictis (P , SP), a 0.295
3º) 62 – Sarin Carlesso (P , SC), a 4.530
4º) 88 – Diego Pretel (P E , SP), a 5.047
5º) 51 – José L.Teixeira (P , SP), a 11.093
6º) 90 – Alecsandre de Grandi (P , SP), a 11.711
7º) 42 – Heber Pedrosa (P , SP), a 12.125
8º) 8 – Daniel G.Mendonça (P , BA), a 14.939
9º) 34 – Bruno Corano (P , SP), a 15.098
10º) 18 – Bruno Silva (PE , SP), a 21.074
11º) 19 – Ricardo Pelosini (PE , SP), a 28.667
12º) 13 – Rodrigo Schirmann (PA , RS), a 29.484
13º) 101 – Giovani Mocelin (PM , SC), a 36.696
14º) 41 – Marcos Nishimoto (SSP , SP), a 44.719
15º) 24 – Marcello Brasil (SSP , SP), a 1:04.717
16º) 38 – Ivan Gouvêa (PA , SP), a 1:10.912
17º) 128 – Leymar M.Sanchez (PA , MS), a 1 volta
18º) 131 – Rogerio Gentil (SSP , SC), a 1 volta
19º) 60 – Alessandro Ferraz (P , SP), a 1 volta
20º) 99 – Ricardo Gornati (PM , SP), a 1 volta
21º) 141 – Wado Gomes (PE , SP), a 1 volta
22º) 72 – Paulo A Gabriel (PM , SP), a 1 volta
23º) 11 – Fernando Ferraz (SSPA , SP), a 1 volta
24º) 12 – Pedro G.Gonçalves (SSPA , SP), a 1 volta
25º) NC – 78 – Alan Douglas (P , SP), a 16 voltas

Melhor volta: Sarin Carlesso (62) – 1:27.659 – 3ª volta