Enxurrada de lançamentos

Enxurrada de lançamentos

Segundo a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas) até novembro de 2007 a produção de motocicletas alcançou a marca de 1.648.770 milhões, volume 22,6% superior aos números do ano passado. São índices significativos que demonstram o potencial desse setor no Brasil. De olho nesse crescimento, os fabricantes apostaram suas fichas em lançamentos para conquistar novas fatias de mercado durante o ano de 2007. Ao todo mais de 20 novos modelos passaram a ser produzidos ou comercializados no Brasil.

Este ano, um dos maiores destaques foram as marcas “chinesas”, que desembarcaram a todo vapor apostando em uma linha de modelos de baixa cilindrada com preços médios variando entre R$ 3.000 e R$6.000. Ao todo, cerca de dez novas marcas passaram a oferecer seus produtos, trazendo de modelos elétricos com estilo retro até motos custom de média cilindrada. Com o ritmo acelerado de crescimento, até outubro, data do Salão duas Rodas realizado em São Paulo, seis marcas já estavam com suas fábricas em fase final de construção.

Para os mais saudosistas, outra noticia que repercutiu muito em 2007 foi a volta da Piaggio, via importadora, ao Brasil. A fabricante, que se tornou conhecida no Brasil durante a década de 80 com a Vespa, resolveu apostar de novo suas fichas no promissor mercado brasileiro e trouxe de volta as charmosas motonetas em duas versões, a LX 150 e a GTS 250 i.e. por R$ 14.500 e R$ 24.550, respectivamente. Além delas, a marca também não esqueceu da linha Beverly e o “esquisito” MP3, com duas rodas fixas na parte dianteira do scooter.

Com tantas novidades, quem ganhou mais em 2007 foi o público, que pode contar com uma verdadeira enxurrada de lançamentos e conferir de perto todo o crescimento do setor de duas rodas no Brasil. Confira abaixo um resumo das principais novidades mostradas pelas montadoras neste ano que se encerra.

BMW

K 1200 GT – Apresentada pela BMW em agosto, a K 1200 GT, modelo grã-turismo da marca alemã, chegou ao mercado nacional com um bom pacote de equipamentos, além de um conjunto mecânico e ciclístico de dar inveja a qualquer estradeira do mesmo porte. Como destaque está o novo motor de quatro cilindros em linha, posicionado transversalmente, herdado dos modelos K 1200 S e K 1200 R com 1157 cm³ e potência de 152 cv. Seu preço é de R$ 92.900.

Divulgação

BMW K 1200 GT

G 650 X Moto – Um dos primeiros modelos da categoria supermotard apresentados no Brasil em 2007, a X Moto está equipada com o mesmo motor de 652 cm³ de sua “irmã” X Challenge. Leve e ágil nas pistas, o modelo da BMW causou boa impressão aos fãs do estilo supermotard, na ocasião de seu lançamento, em agosto. Seu preço atual é de R$ 40.900,00.

Divulgação

BMW G 650 X Moto

G 650 X Challenge – Apresentada pela BMW também em agosto, a G 650 XChallenge é um dos modelos da marca alemã mais baratos à venda no Brasil. A moto chegou para disputar mercado na categoria on/off-road, e está equipada com um motor de 652 cm³ com 53 cv a 7.000 rpm. Seu preço é de R$ 39.900,00.

Divulgação

BMW G 650 X Challenge

BUELL 1125R – A norte-americana Buell voltou às origens ao apresentar uma motocicleta superesportiva em 2007. Com desenho arrojado, a 1125R trouxe como destaque o fato de ser a primeira da marca a usar sistema de arrefecimento líquido. Outro ponto interessante é a substituição do motor Harley-Davidson pelo Rotax em “V” de 1.125 cm³ capaz de desenvolver 146 cv de potência. Apresentada no Salão Duas Rodas, em outubro, seu preço ainda não foi definido.

Renato Durães /Agência Infomoto

BUELL 1125R

HARLEY-DAVIDSON ROCKER – Mostrada pela primeira vez no Salão Duas Rodas, em outubro, a Rocker vem equipada com um motor Twim Cam 96B de 1.600 cm³. Segundo o representante da marca Harley-Davidson no Brasil, o modelo deve chegar às concessionárias no início de 2008 com preço sugerido entre R$ 50 mil e R$ 60 mil.

Renato Durães /Agência Infomoto

HARLEY-DAVIDSON ROCKER

Linha DYNA – Com características marcantes, como o garfo alongado e o guidão bem largo, os modelos da linha Dyna são a porta de entrada para a linha clássica de motocicletas da marca. Equipados com motor Twim Cam 96 de 1.584 cm³, irão chegar duas versões da Dyna em 2008: Custom e Super Glide. Os preços ainda não foram definidos.

Renato Durães /Agência Infomoto

HARLEY-DAVIDSON Linha DYNA

Night Rod Special – Versão especial da custom V-Rod, que usa o motor Revolution, é uma das motos mais caras da Harley-Davidson apresentadas em 2007. Com preço de R$ 88.900, ela se diferencia por sua pintura preta e outros detalhes exclusivos que deixaram o modelo com visual mais moderno e agressivo.

Renato Durães /Agência Infomoto

HARLEY-DAVIDSON Night Rod Special

XL 1200N Nightster – Lançada em comemoração aos 50 anos da linha Sportster (1957 a 2007), a XL 1200 Nightster tem no visual o seu maior atrativo. Ao invés dos cromados, marca registrada da Harley-Davidson, a XL 1200 Nightster possui a cor preta na maioria das peças e acessórios. Apresentada no Salão Duas Rodas, o modelo desembarca no Brasil em 2008 com preço variando entre R$ 40 mil e R$ 50 mil.

Renato Durães /Agência Infomoto

HARLEY-DAVIDSON XL 1200N Nightster

HONDA XL 1000V Varadero – Com preço sugerido de US$ 28.064 (base Estado de São Paulo; não inclui despesas com óleo, frete e seguro), esta big-trail japonesa desembarcou no Brasil em setembro com uma série de novidades. Entre os destaques está o motor V2 de 996 cm³ e 95 cv de potência, suspensões fora-de-estrada e o visual moderno e imponente.

Divulgação

HONDA XL 1000V Varadero

CB 1300 Super Four – Com motor de quatro cilindros em linha e 1.284 cm³, a nova Honda CB 1300 Super Four chegou para ser o carro-chefe do segmento naked da montadora no Brasil. Seu estilo e conforto, aliado ao potente motor de 115,6 cv a 7.500 rpm, fizeram desta moto uma boa opção para os motociclistas brasileiros. Apresentada no Salão do Automóvel de 2006, o modelo é importado do Japão desde junho deste ano com preço de US$ 20.627 (sem despesas de frete e óleo).

Caio Mattos /Agência Infomoto

HONDA CB 1300 Super Four

Honda Gold Wing 2007 – A Grã-Turismo da Honda foi apresentada em maio deste ano com uma grande novidade: um sistema de air-bag para colisões frontais. Inédito no mercado mundial, o sistema garante mais segurança para o piloto em caso de acidentes. O preço do modelo é de US$ 49.267.

Divulgação

HONDA Honda Gold Wing 2007

CBR 600RR 2007 – Totalmente revigorada, a CBR 600RR 2007 ficou mais leve, ganhou novo quadro, motor mais potente, além de um visual mais arrojado e moderno. Disponível no mercado brasileiro também desde maio, seu preço é de US$ 23.195.

Caio Mattos /Agência Infomoto

HONDA CBR 600RR 2007

HUSQVARNA TE 510 Dual – Lançado em outubro pela Husqvarna, a TE 510 Dual nada mais é que uma versão de rua da off-road TE 510 adaptada para os padrões brasileiros. O modelo trouxe assento mais largo, farol, piscas e lanterna, modificações nas suspensões e uma nova relação, tudo para transformá-la em uma moto de uso misto. O modelo é comercializado no Brasil por R$ 31.400,00.

Renato Durães /Agência Infomoto

HUSQVARNA TE 510 Dual

SM 610 i.e – Também no mês de outubro a Husqvarna lançou no mercado brasileiro a versão motard da TE 610. Com motor monocilíndrico de 576 cc, esta “Husq” veio com garfo invertido da Marzocchi, amortecedores Sachs e freios Brembo. O preço sugerido da SM 610 i.e é de R$ 29.400,00.

Renato Durães /Agência Infomoto

HUSQVARNA SM 610 i.e

KASINSKI Way 125 – Equipada com um motor de 124 cm³, a Way 125 foi lançada pela Kasinski no Salão Duas Rodas, em outubro, com o objetivo de ganhar espaço entre os modelos de entrada à venda no Brasil. Seu estilo urbano de traços antigos somados ao preço atraente (R$ 3.890) são as apostas da montadora com essa pequena street.

Renato Durães /Agência Infomoto

KASINSKI Way 125

Seta 150 – A Seta 150, apresentada pela Kasinski também no Salão Duas Rodas, em outubro, chegou como uma versão mais apimentada da já conhecida Seta 125. Seu principal diferencial é o motor maior, além dos itens de série, como protetor no escapamento, assento com revestimento antiderrapante, freio a disco na roda dianteira, rodas em liga leve e partida elétrica. Seu preço é de R$ 5.490.

Renato Durães /Agência Infomoto

KASINSKI Seta 150

GT-R 250 – Assim como os outros dois lançamentos da Kasinski em 2007, a GT-R 250 fez sua primeira aparição pública no Salão Duas Rodas, em outubro, e se tornou uma das vedetes do evento por ser a única esportiva de baixa cilindrada à venda no Brasil. Entre seus atrativos, destaque para o motor com potência de 32 cv, painel de instrumentos digital, pedaleira regulável em seis posições diferentes e freios a disco nas rodas. O preço sugerido é de R$ 16.990.

Renato Durães /Agência Infomoto

KASINSKI GT-R 250

SUZUKI Linha Bandit 1250 e 650 – A linha recebeu pequenas alterações no grafismo, além de um aumento na capacidade cúbica do motor. Com isso, o modelo 1200 passou para 1255 cm³ e potência de 98 cv. Já a Bandit 600 passou a utilizar um propulsor de 656 cm³ e 85 cv de potência. Mas a grande novidade da linha foi mesmo a adoção do sistema de injeção eletrônica de combustível, aposentando os ultrapassados carburadores, e também a refrigeração líquida. Apresentados na Europa em 2007 os modelos passarão a ser oferecidos pela Suzuki no Brasil a partir de março do ano que vem. Os preços ainda não foram definidos.

Renato Durães /Agência Infomoto

SUZUKI Linha Bandit 1250 SUZUKI Linha Bandit 650

YAMAHA XTZ 125 X – Acompanhando a invasão de modelos motard lançados no Brasil, a Yamaha não ficou de fora e apresentou no Salão Duas Rodas a XTZ 125 X. Com novidades no visual e na parte ciclística, os destaques ficaram por conta do pára-lama mais curto, rodas raiadas de 17 polegadas – calçadas com pneus street Pirelli MT-75, 100/80 na dianteira e 110/80 na traseira.- e proteção das bengalas pintadas em um tom fosco. Seu preço é de R$ 7.167

Renato Durães /Agência Infomoto

YAMAHA XTZ 125 X

MT-03 – Outro lançamento de peso da Yamaha no Salão Duas Rodas foi o da sport roadster MT-03. Produzida no Brasil, a moto usa o mesmo motor que equipa a trail XT 660R, um monocilíndrico com 48 cv de potência máxima equipado com injeção eletrônica. Outro destaque trazido pela MT-03 foi o amortecedor posicionado de forma horizontal, instalado acima do motor e na lateral da moto, como na sua irmã maior, a MT-01. Seu preço ainda não foi definido.

Renato Durães /Agência Infomoto

YAMAHA MT-03

FZ-6N – A naked da Yamaha chegou ao mercado brasileiro e causou boa impressão entre os motociclistas e a imprensa especializada. Também, pudera, a FZ-6N vem equipada com um motor derivado da esportiva R6, capaz de gerar uma potência máxima de 98 cv. O preço é de R$ 35.000.

Renato Durães /Agência Infomoto

YAMAHA FZ-6N

Linha TTR-125 e 230 – Na linha off-road as novidades em 2007 foram as da linha TTR, nas versões de 125 e 230 cm³, também mostradas no Salão Duas Rodas, em outubro. A primeira, ideal para quem está iniciando na categoria, vem equipada com um motor 124 cc, monocilíndrico, quatro tempos e transmissão final feita por corrente. Já a TTR-230, um pouco mais “nervosa”, utiliza um propulsor de 223 cm³ e passou a ser comercializada no Brasil pela Yamaha, já que se tratava de um modelo fabricado aqui, mas próprio para exportação. Ideais para o uso no fora-de-estrada o preço dos modelos é de R$ 7.100 e R$ 9.940, respectivamente.

Renato Durães /Agência Infomoto

YAMAHA Linha TTR-125 e 230