A primeira impressão de Enzo Lopes é a de um típico piá, como dizem os gaúchos.

Enzo Lopes assume liderança do Brasileiro de MX e embarca em busca de mais conquistas nos EUA

A primeira impressão de Enzo Lopes é a de um típico piá, como dizem os gaúchos.

A primeira impressão de Enzo Lopes é a de um típico piá, como dizem os gaúchos.

Menos de três horas depois de vencer a etapa de Aracaju na categoria 150cc e assumir ponta da tabela, piloto de apenas 12 anos corre para o aeroporto rumo à terra do Tio Sam A primeira impressão de Enzo Lopes é a de um típico piá, como dizem os gaúchos. Com pele e olhos claros, olhar desconfiado, em virtude da timidez de qualquer garoto de 12 anos, este jovem gaúcho se solta para valer quando sobe na moto e acelera nas provas de motocross mundo afora.

Com conquistas de deixar muito marmanjo comendo poeira, entre elas o vice-campeonato mundial na categoria Junior até 65cc, Enzo busca mais vitórias. Neste sábado, o piloto venceu a etapa de Aracaju do Campeonato Brasileiro de Motocross e assumiu a liderança da competição. Após marcar o quarto tempo no treino classificatório e ficar de cara amarrada durante boa parte da manhã, o gaúcho não tomou conhecimento dos adversários, tomou a dianteira da corrida logo na largada e sumiu da vista dos rivais.

“Gosto muito de correr aqui (em Aracaju). O público sempre me incentiva e vibra quando eu passo. A corrida foi tranquila, mas não tão fácil assim. Esta pista é bem técnica, com a uma parte de terra e outra de areia, então tem de ficar esperto o tempo todo. Foi bom pro campeonato, porque consegui a primeira posição a duas etapas do fim do campeonato”, analisou após a vitória.
Ainda neste sábado, Enzo embarca para os Estados Unidos com os pais para disputar duas das mais tradicionais competições da modalidade por lá: o Ponca City Amateur Motocross Championships e o Red Bull AMA Amateur National Motocross Championship at Loretta Lynn’s. No caso da primeira, o gaúcho vai chegar na cidade localizada no estado americano de Oklahoma e subir direto na moto, já que já vai competir neste domingo, menos de 30h após a vitória em Aracaju.

“É bem corrido, mas vai ser trilegal. Eu gosto de correr Estados Unidos. É sempre muito legal a estrutura que é montada para os eventos, o público. Vai ser tri essa viagem por lá”, comentou Enzo, que há três anos se divide entre as competições nacionais e provas no exterior.