yamaha-motogp

Equipe de fábrica e SIC terão mesma Yamaha M1 na MotoGP

Em 2019, a Yamaha continuará com duas equipes alinhadas no grid do Mundial de Motovelocidade. Com a transferência da Tech3 (atual time satélite da japonesa) para a KTM, a lacuna será preenchida com a criação da Petronas Yamaha Sepang Racing (a SIC). A equipe terá Franco Morbidelli (campeão de Moto2 em 2017 e atual piloto da Marc VDS pela MotoGP) e Fabio Quartararo como pilotos – e também uma moto idêntica a de Valentino Rossi e Maverick Viñales no box. Uma.

Em 2019, a nova equipe satélite da Yamaha terá uma M1 'igual' a de Valentino Rossi e Maverick Viñales na garagem. Uma.

Em 2019, a nova equipe satélite da Yamaha terá uma M1 ‘igual’ a de Valentino Rossi e Maverick Viñales na garagem. Uma.

A Yamaha M1 2019 estará nas mãos de Franco, segundo o diretor da Yamaha no Mundial, Lin Jarvis. De acordo com sua entrevista concedida durante a etapa em Silversonte (aquela que não aconteceu), a equipe terá duas opções de motocicletas para usar já ao longo dos testes de inverno, A e B, mas naturalmente o atual campeão da Moto2 terá o protótipo ‘A’, uma vez que tem mais experiência na categoria. Para Jarvis, a moto satélite da Yamaha sempre foi competitiva e agora estará ainda mais próxima do protótipo de fábrica, mas sempre um pouco atrás em atualizações ao longo do ano, naturalmente.

Yamaha M1 2018 de Viñales e Rossi. Com altos e baixos em seu desenvolvimento, japonesa está há mais de um ano sem vencer uma prova

Yamaha M1 2018 de Viñales e Rossi. Com altos e baixos em seu desenvolvimento, japonesa está há mais de um ano sem vencer uma prova

SIC, nova equipe da MotoGP

A criação da nova equipe Yamaha se fez possível com a saída da Angel Nieto Team do circo e já tem um contrato firmado com a japonesa até 2010. Para lembrar, a Angel compete com uma Ducati Desmosedici e é representada pelos pilotos Alvaro Bautista (com 57 pontos e o 13º lugar em 2018) e Karel Abraham (4 pontos, 23º na temporada) atualmente na MotoGP. Da negociação entre Angel e Circuito Internacional de Sepang surgiu a nova equipe Yamaha, a SIC.

Quem pensou que viria um piloto experiente na categoria principal, errou. Fabio Quartarraro é o segundo nome da SIC. Francês está em sua quarta temporada no Mundial e tem apenas uma vitória

Quem pensou que viria um piloto experiente na categoria principal, errou. Fabio Quartarraro é o segundo nome da SIC. Francês está em sua quarta temporada no Mundial e tem apenas uma vitória

A SIC já compete no mundial com equipes da Moto2 e Moto3 e oficializou a gigante Petronas como parceira na categoria rainha. Também, oficializou o elenco: Jorge Martínez Aspar (então membro da Angel Nieto) será assessor esportivo e os pilotos serão Franco Morbidelli e Fabio Quartarraro. O segundo, francês, debutou no Mundial em 2015, fez duas temporadas na Moto3 (terminando como 10 e 13º colocado, respectivamente) e subiu para a Moto2 na ano passado. Em 2017, somou 64 pontos e concluiu a temporada na 13ª posição e, em 2018, com 84 pontos somados, é o nono. Neste calendário ele conquistou sua primeira vitória no Mundial, na Catalunha. A oficialização dos nomes da fim às especulações de que a equipe traria, por exemplo, Dani Pedrosa ao time.

Quartararo e Morbidelli serão colegas de equipe a partir de 2019. SIC tem contrato assinado com a Yamaha até 2021.

Quartararo e Morbidelli serão colegas de equipe a partir de 2019. SIC tem contrato assinado com a Yamaha até 2021.

Separador_MotoGP



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.