Foto: Fábio Peasson, piloto da categoria 600 Hornet

Fábio Peasson e Maico Teixeira vencem na 600 Hornet

Foto: Fábio Peasson, piloto da categoria 600 Hornet

Foto: Fábio Peasson, piloto da categoria 600 Hornet

Na soma de duas emocionantes baterias, Peasson foi o vencedor; Maico Teixeira permanece na liderança da competição

A categoria 600 Hornet do Racing Festival, realizada neste domingo (25) no autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR), foi marcada por muita competitividade e emoção nas duas corridas do dia. Na primeira, pela manhã, o gaúcho Maico Teixeira foi o vencedor e com a soma dos resultados é o líder do campeonato. Na segunda bateria, o paranaense Fabio Peasson venceu depois de uma corrida de tirar o fôlego do público.

Primeira bateria
Maico Teixeira, líder do campeonato depois de vencer as duas corridas no Rio de Janeiro, em maio, assumiu a ponta logo nas primeiras voltas, abrindo boa vantagem. Peasson ficou em segundo. O paranaense foi o segundo mais rápido no treino classificatório no sábado que definiu o grid de largada, mas foi penalizado e perdeu 10 posições, largando na 12ª colocação. O terceiro lugar ficou com o jovem Danilo Lewis. O piloto de apenas 17 anos foi o primeiro a largar, mas logo na primeira volta perdeu posição para Diego Faustino, que caiu na sexta volta e ficou com a última posição.

Foto: Maico Teixeira, piloto da categoria 600 Hornet (Honda) no Racing Festival

Foto: Maico Teixeira, piloto da categoria 600 Hornet (Honda) no Racing Festival

Segunda bateria
Já na segunda bateria, o londrinense Diego Faustino ameaçava ficar com o lugar mais alto do pódio, mas o piloto local cometeu uma irregularidade na sexta volta ao ultrapassar o piloto Danilo Lewis durante bandeira amarela. Diego deveria cumprir um stop and go, mas ele não entrou nos boxes após as três voltas de aviso do comissário de prova, Donato Khouri, e foi desclassificado.

Com isso, Fábio Peasson, que chegou em segundo, assumiu a primeira posição. “Não podia pedir mais nada neste fim de semana. A equipe trabalhou intensamente e consegui fazer duas corridas de recuperação. A vitória teve um sabor especial, pois larguei na 12ª posição. Esse era meu objetivo e eu conquistei”, comemora Peasson, que fez uma corrida de arrepiar na pista paranaense depois de ultrapassar vários adversários.

O terceiro lugar ficou com o piloto Maico Teixeira. Líder da competição e vencedor da primeira bateria, o gaúcho perdeu a primeira posição faltando quatro voltas para o fim da bateria. “Infelizmente, acabei errando no final e permiti que os outros pilotos me ultrapassassem. Mas estou tranqüilo e vou continuar brigando para me manter na liderança.”
Danilo Lewis conquistou a terceira colocação nas duas baterias realizadas neste domingo (25).

Após a premiação, o piloto local Diego Faustino lamentou a desclassificação. “Na ânsia de ganhar em casa, acabei vendo o aviso, mas não assimilei o que tinha que fazer. Fui desclassificado, apesar da boa corrida. Uma pena. Teria sido melhor pontuar do que terminar desclassificado.”

Todos os pilotos utilizam a motocicleta Honda CB 600 F Hornet. “Fizemos alguns ajustes nas motos para esta etapa de Londrina. No aspecto técnico, a etapa foi muito mais produtiva. As disputas das baterias deixaram o campeonato ainda mais interessante”, comenta Wilson Yasuda, assessor de competições da Honda.

A próxima etapa está marca para 21 a 22 de agosto, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP).

RESULTADOS
1ª bateria 600 Hornet (19 voltas)
1 – Maico Teixeira
2 – Fabio Peasson
3 – Danilo Lewis
4 – Pierre Chofard
5 – Devanir Lippe
6 – Rafael Paschoalin
7 – Marco Brunheroto
8 – Luiz Cerciari
9 – Ricieri Luvizotto
10 – Diego Pretel
11 – Jose Teixeira
12 – Gian Calabrese
13 – Mauro Thomassini
14 – Ricardo Levy
15 – Eduardo Zampieri
16 – Ruan Burdino
17 – Adelmo Kohl
18 – Victor Moura
19 – Diego Faustino

Não Classificados: Cidalgo Chinasso, Patricio Maduro, Alan Dos Santos, Helder Shad
Melhor volta: Cidalgo Chinasso – 1:26.069

2ª bateria 600 Hornet (19 voltas)
1 – Fabio Peasson
2 – Maico Teixeira
3 – Danilo Lewis
4 – Cidalgo Chinasso
5 – Pierre Chofard
6 – Marco Brunheroto
7 – Alan Dos Santos
8 – Luiz Cerciari
9 – Rafael Paschoalin
10 – Devanir Lippi
11 – Ricieri Luvizotto
12 – Gian Calabrese
13 – Jose Teixeira
14 – Mauro Thomassini
15 – Ruan Burdino
16 – Adelmo Kohl
17 – Eduardo Zampieri

Não Classificados: Victor Moura, Ricardo Levy, Patricio Maduro, Diego Pretel, Helder Shad
Desclassificado: Diego Faustino
Melhor volta: Maico Teixeira – 1:26.084

Classificação do campeonato
1 – Maico Teixeira #3 6 – 77 pontos-
2 – Fábio Peasson #61- 69 pontos
3 -Danilo Lewis #17 – 53 pontos
4 – Cidalgo Chinasso #11 – 39 pontos
5 – Rafael Paschoalin #113- 38 pontos
6 – Pierre Chofard #2 – 37 pontos
7 – Luiz Cerciari #4 – 35 pontos
8 – Marco Brunheroto #777 – 30 pontos
9 – Diego Faustino #3 – 24 pontos
10 – Devanir Lippe #28 – 20 pontos
11 – Mauro Thomassini #50 – 19 pontos
12 – Ricieri Luvizotto #42 – 17 pontos
13 – Gian Calabrese #19 – 15 pontos
14 – José Teixeira #51 – 15 pontos
15 – Diego Pretel #8 – 13 pontos
16 – Alan dos Santos #78 – 13 pontos
17 – Ricardo Levy #131 – 5 pontos
18 – Helder Shad #116 – 2 pontos
19 – Ruan Burdino #83 – 2 pontos
20 – Victor Moura #25 – 1 ponto
21 – Patrício Maduro #56 – 0 ponto
22 – Adelmo Kohl #88 – 0 ponto