logo abraciclo tom

Frota de motocicletas no Recife mostra boas condições de manutenção

Das mais de 1.800 motocicletas que passaram pela 14ª edição do MotoCheck-Up, 52% não apresentaram desgaste. O evento foi realizado pela Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) no Recife (PE) em comemoração ao Dia do Motociclistas, entre os dias 26 e 28 de julho.

“O levantamento revela o perfil da frota circulante de motocicletas em Recife, que é relativamente nova, já que o grande crescimento ocorreu apenas nos últimos três anos. Os números mostraram que, apesar de 48% dos veículos precisarem de manutenção imediata, a maioria não apresentou desgaste”, afirma Carlos Weiss, gerente de operações da Abraciclo e organizador do evento.

O sistema de transmissão (coroa, corrente e pinhão), com 28%, foi o item que liderou as estatísticas de reparo e/ou substituição, seguido pelo freio traseiro, com 26%. Em terceiro lugar, com 24% cada, ficaram a luz de freio e o freio dianteiro.

Foi possível verificar também que a pilotagem errada de muitos motociclistas prejudicam componentes da moto. “Infelizmente, os dados apontam que os condutores não sabem as regras básicas de pilotagem segura; eles desconhecem a forma correta de executar a frenagem, mantendo erroneamente o freio dianteiro desregulado e forçando o freio traseiro, que apresentou defeitos em mais de um quarto da frota”, afirma Moacyr Paes, diretor executivo da Abraciclo.

O MotoCheck-Up é uma ação educativa, que tem como objetivo garantir maior segurança aos motociclistas, além de conscientizá-los sobre direção defensiva no trânsito, e já recebeu mais de 24 mil participantes ao longo de suas 14 edições.